O Antagonista apurou que a transexual Suzy, apresentada em reportagem de Drauzio Varella no Fantástico, no domingo passado, foi condenada por estuprar e estrangular um garoto de 9 anos, e depois deixar o corpo da criança apodrecer em sua sala por 48 horas.

Juízes criminais levantaram a ficha Suzy de Oliveira, que nasceu batizada como Rafael Tadeu de Oliveira dos Santos e está presa desde 2010.

Segundo o processo ao qual este site teve acesso, “o revisionando praticou atos libidinosos consistentes em sexo oral e sexo anal com o menor Fábio dos Santos Lemos, que à época contava com apenas 09 anos de idade”.

Em sua sentença de maior condenação, o pedófilo, homicida e estuprador, “matou o ofendido mediante meio cruel, consistente em asfixia, e se valendo de recurso que impossibilitou a defesa da vítima, haja vista tratar-se de criança, com mínima capacidade de resistência.”

Na reportagem do Fantástico, Suzy afirmou que não recebia visita na cadeia havia oito anos. O motivo é que sua família a renegou.

Leia mais: Trans que ganhou matéria no Fantástico abusou de outras crianças, diz tia 

"Sou médico, não juiz", diz Drauzio Varella após polêmica matéria com trans

STJ considerou crime de trans exibida no Fantástico como "extremamente chocante"

Globo diz que objetivo de reportagem não era mencionar crimes das transexuais

Leia a sentença aqui.

Fonte: O Antagonista