O ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta esteve em Natal nesta sexta-feira (16) para liberar um total de R$ 84,6 milhões para 51 cidades do RN.  A destinação de recursos para o estado potiguar por parte do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) tem se tornado cada vez mais frequente, apesar de acusações de que o presidente estaria retaliando governadores do Nordeste como reação à posição política adotada por eles desde o início do governo.

Só essa semana foi anunciada uma quantia de recursos que ultrapassa os R$ 217,4 milhões de pelo Governo Federal, entre convênios e emendas. Além dos R$ 84,6 milhões liberados hoje pelo ministro da saúde, essa semana a governadora Fátima Bezerra voltou de Brasília anunciando a liberação, pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), de R$ 132,8 milhões de reais.

Dessa última quantia, R$ 72 milhões será para a reestruturação da Av. Engenheiro Roberto Freire, R$ 58 milhões para a construção da Barragem de Oiticica e recuperação da Barragem em Passagem de Traíras, bem como para o “Projeto Seridó”, além de outros R$ 2,8 milhões para a obra dos chamados “serviços de proteção” da Ponte Newton Navarro.

Ainda em janeiro deste ano, no início do mandato de Jair Bolsonaro, o Governo Federal anunciou o aporte de cerca de R$ 80 milhões, por meio de convênio, para a segurança pública do Rio Grande do Norte para os meses seguintes. Em julho o Governo do Estado, através da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), apresentou o plano de aplicação desses R$ 80 milhões oriundos do convênio firmado com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

Em junho passado o MDR também autorizou o empenho e repasse de mais R$ 1,9 milhão para execução da chamada Operação Carro-Pipa. Os recursos foram para a contratação dos caminhões para levar água para 31 mil pessoas dos municípios de Paraná, São Miguel e Pilões, que estavam em colapso de abastecimento.

O resultado desse apoio nos primeiros meses do Governo Bolsonaro ao Rio Grade do Norte até agora é de pelo menos R$ 299,3 milhões. O presidente do PSL no Rio Grande do Norte, coronel Hélio Oliveira, destacou a parceria do governo federal e mandou um recado para a governadora Fátima Bezerra.

“Para nós a eleição já acabou, para o PSL e para o presidente da República a eleição já acabou, e esse recado fica para a governadora, porque não adianta ela querer criar barreiras no estado, porque nós iremos continuar trazendo recursos pra cá, porque nós estamos entendendo a importância de apoiar a nossa cidade, o nosso estado independente de sigla partidária”, afirmou nesta sexta-feira (16) o presidente do partido de Bolsonaro no RN, coronel Hélio Oliveira.

Sobre a possível retaliação de Bolsonaro aos estados do Nordeste, coronel Hélio opina o contrário. “Bolsonaro tem dado, realmente, uma importância enorme ao Nordeste. Bolsonaro, através dos seus ministros, tem liberado recursos de ordem expressiva para o Nordeste, para o país, independente da sigla partidária do governador”, reforça o coronel. E acrescenta: "o presidente e os nossos ministros, que são muito técnicos, não estão preocupados com partido político, nós estamos preocupados com a solução do problema para as cidades e para o nosso estado".

LEIA MAIS:

Ministro de Bolsonaro libera R$ 84,6 milhões para a saúde de 51 cidades do RN

Governo Bolsonaro libera R$ 5,3 mi/ano para Natal aplicar em UPAs, Varela e SAMU

Bolsonaro libera R$ 132,8 mi para obras na ponte, Oiticica e Roberto Freire