20190816144110Tl5nur.jpg

16/08/2019 14:36

Governo Bolsonaro libera R$ 5,3 mi/ano para Natal aplicar em UPAs, Varela e SAMU

Fotos: Elisa Elsie

Governo Bolsonaro libera R$ 5,3 mi/ano para Natal aplicar em UPAs, Varela e SAMU

O prefeito de Natal, Álvaro Dias, assinou, na manhã desta sexta-feira (16/08), diversas portarias administrativas entre a gestão municipal e o Ministério da Saúde, garantindo recursos para custeio e investimentos na rede pública da capital potiguar. Serão recursos anuais na ordem de R$ 5,3 milhões, que serão aplicados na manutenção das quatro Unidades de Pronto Atendimento, ampliação dos serviços do Hospital Infantil Varela Santiago e do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu).

A solenidade de assinatura aconteceu no auditório da Governadoria e contou com as presenças da governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mendetta, deputados federais, estaduais, prefeitos de diversos municípios, profissionais do SUS, lideranças políticas e comunitárias.

Álvaro Dias falou em nome dos prefeitos, agradeceu a visita do ministro, e disse que essa era uma excelente oportunidade para ele conhecer de perto a realidade vivida na saúde de Natal e de todo o Rio Grande do Norte. O prefeito lembrou dos diversos investimentos que a sua gestão vem realizando para dotar a saúde municipal de um serviço eficiente e capaz de suprir as demandas crescentes.

Ele destacou que a administração municipal tem a obrigação constitucional de investir 15% de suas receitas na saúde, mas quase duplica esse índice, aplicando 27% do orçamento no setor: "Mesmo com essa contínua elevação na destinação de recursos, ainda temos dificuldades para atender as necessidades da população de Natal. Muito pelo desequilíbrio do nosso sistema, que recebe muitos pacientes oriundos do interior. Estamos aqui para reforçar ao ministro o apelo pela necessidade de mais recursos para oferecermos um serviço com mais qualidade. Já fizemos a solicitação para obter uma linha de crédito para construirmos um Hospital Municipal maior que tenha condições de abranger mais ações com o objetivo de desafogar a nossa rede. Confio na sensibilidade do ministro, que é médico, assim como eu, e acredito que o Governo Federal vai atender nossos pedidos", disse Álvaro Dias.

LEIA MAIS:

Ministro de Bolsonaro libera R$ 84,6 milhões para a saúde de 51 cidades do RN

PUBLICIDADE