Diante dos reclames que dão conta de que as passagens aéreas para sair ou vir à Natal são as caras do Brasil, o presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens do RN (ABAV-RN), Abdon Gosson, pontua que o problema é culpa do Governo do RN e nem do empresariado da indústria do turismo.

“Esse é um problema crônico para a cidade de Natal e para o RN. Essa questão de Natal ter as passagens mais caras do Brasil já existe há mais de cinco anos. E não é, por hipótese alguma, por uma questão de ausência de ações do Governo do Estado nem ausência do empresariado”, destacou.

Segundo Abdon, o empresariado, junto ao Governo, vem se mobilizando, falando com as companhias aéreas, com seus diretores e presidentes e ao longo dos anos tem sido mostrada a discrepância de tarifas em relação aos estados vizinhos ao Rio Grande do Norte. (Pernambuco, Paraíba e Ceará). “Nossa solução é de que as tarifas não sejam mais baratas, mas, equivalentes”, reforçou.