Seis empresas potiguares assinarão, na próxima sexta-feira, dia 22, contratos do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Industrial do Estado do Rio Grande do Norte (Proadi) com o Governo do Estado.  A assinatura  acontecerá durante a primeira reunião ordinária de Diretoria da FIERN realizada, às 9h, no auditório Joaquim Victor de Hollanda, no 7º andar da Casa da Indústria. A convite do presidente do Sistema FIERN, Amaro Sales, a governadora Fátima Bezerra fará a abertura da reunião e aproveitará a ocasião para firmar os contratos com as empresas, sendo dois novos Proadi e quatro renovações. O Proadi é o principal programa de benefício fiscal do Estado voltado para ampliar a competitividade da indústria potiguar.

“O Proadi será mantido, revisado e aprimorado em meu governo. Inclusive, iremos ampliar o programa para atender às micro e pequenas empresas. Atrair investimentos, que possibilitem a criação de novas oportunidades de trabalho e geração de renda, com consequente formação de receitas governamentais através da tributação do ICMS, é parte da luta pelo equilíbrio fiscal no RN e pela melhoria da qualidade de vida da população”, destaca a governadora Fátima Bezerra.

O presidente do Sistema FIERN, Amaro Sales de Araújo, ressaltou a importância do Proadi para manter a competitividade econômica do Estado. O presidente colocou à disposição do governo, a equipe de assessoria técnica e jurídica da Federação para colaborar no que for necessário.

O secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Jaime Calado, explica que o ato, durante a retomada das atividades da direção da FIERN, demonstra o comprometimento do novo governo com o desenvolvimento do Estado. “A governadora está cumprindo o que prometeu, que é manter e ampliar o número de empregos, mantendo o Proadi”, afirma o secretário.

Os novos contratos serão assinados com as empresas Bebidas Nina Refrigerantes, localizada em Extremoz, onde gera 35 empregos diretos e 150 indiretos, e com a Delícias Potiguar, localizada no munícipio de Serra Caiada, a fábrica de goma de tapioca gera 25 empregos direto e 250 indiretos (fornecedores, pequenos produtores da agricultura familiar).

As renovações serão com a Refrigerante Dore, indústria centenária instalada em Parnamirim; a Megafral, fabricante de fraldas infantis e geriátricas que atende o mercado da Bahia ao Amazonas; a Pipoca Bokus, instalada no Distrito Industrial de Macaíba, responsável por 80 postos de trabalho diretos e 240 indiretos; e a Sterbom Polpa de Frutas, com geração de 83 empregos diretos e 250 indiretos, também em Macaíba.