O presidente do Sistema FIERN, Amaro Sales de Araújo, liderando um grupo de empreendedores da área de confecções e bonelaria do Seridó, entre eles o presidente do Sindbonés, Jaedson Dantas, e o presidente da Associação Seridoense de Confecções, Janúncio Nóbrega, visitou em São Paulo nestas segunda e terça-feira (04 e 05) as empresas de confecções Bivik, Nicoboco e Sawary.

A comitiva, formada por 10 microempresários, também participou de uma reunião com o presidente da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (ABIT), Fernando Pimentel, na sede da instituição, em São Paulo. Alexandre Dantas, prefeito de Parelhas, e Washington Dantas, assessor político estiveram presentes nas visitas e na reunião na ABIT.

Ainda em São Paulo, Amaro Sales participou na segunda-feira, 04, ao lado da governadora Fátima Bezerra, do roadshow “RN Invest – Oportunidades no Rio Grande do Norte”, parceria do Governo do Estado, Federação das Indústrias (FIERN) e CNI, realizado no escritório da CNI (Confederação Nacional da Indústria), evento que teve como objetivo captar novos investimentos para o Rio Grande do Norte.

Nas visitas e no encontro na ABIT os empresários potiguares apresentaram o polo de confecções e de bonés seridoense e ao mesmo tempo conheceram como funciona o mercado de São Paulo. Deixaram a capital paulista com uma nova visão sobre questões como produção, logística, custos, inovação, competitividade e comunicação. 

Amaro Sales agradeceu ao presidente da ABIT por receber o grupo de empresários potiguares e disse que o intuito do encontro era apresentar o polo de confecções potiguar e pedir apoio da instituição. Ele destacou na ocasião o apoio que o secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, tem dado ao setor e disse que um novo impulso será dado à produção com a criação de uma unidade de corte no próximo ano. “Essas visitas e o encontro na Associação terão desdobramentos futuros importantes”, disse o presidente da Federação das Indústrias.

Hoje o Seridó abriga cerca de 130 oficinas de costura (facções), com capacidade para produzir 40 mil peças por dia e oferece 5 mil postos de trabalho. O chefe de Gabinete da FIERN, Fernando Antonio, fez uma breve apresentação na ABIT sobre as oficinas de costuras instaladas no RN e que atendem grandes empresas, como o grupo Guararapes e a Hering.

Durante o encontro na ABIT, que contou com a presença do empresário de Minas Gerais, Marcos Ribeiro, o presidente Fernando Pimentel fez uma explanação detalhada sobre a situação do setor têxtil e de confecções no Brasil e no mundo. Ele alertou que o segmento está passando por mudanças rápidas e profundas, frutos do avanço tecnológico, fenômeno conhecido como “Indústria 4.0”. 

Pimentel sugeriu aos faccionistas do RN criar um plano de comunicação para apresentar seus produtos ao mercado e rodadas de negócios fora do estado. Revelou que uma das bandeiras da Associação nos últimos anos tem sido a competitividade, trabalho que vem sendo realizado em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI).