O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) do Rio Grande do Norte retrocedeu de 60,1 para 57,0 pontos na passagem de março para abril. Apesar da queda no mês, o ICEI chegou ao maior valor para um mês de abril desde 2012, quando o indicador alcançou 57,5 pontos (o ICEI, feito pela Unidade de Economia do Sistema FIERN, varia de 0 a 100 pontos. Valores acima de 50 pontos indicam confiança; abaixo, falta de confiança).

 

Ademais, o indicador encontra-se 2,8 pontos acima do registrado em abril de 2018 (54,2 pontos) e 3,2 pontos superiores à sua média para meses de abril (53,8 pontos). Os empresários potiguares voltaram a perceber piora nas condições correntes dos negócios em relação aos últimos seis meses, após dois meses apontando melhora.

 

As expectativas para os próximos seis meses, por sua vez, seguem positivas, mas menos otimistas. A pesquisa revela ainda que os empresários de todos os portes e segmentos industriais do Rio Grande do Norte se mostram menos confiantes do que no levantamento de março. Em síntese, a confiança da indústria voltou a ser alimentada por expectativas.

 

Clique no link para acessar a íntegra do Índice de Confiança do Empresário Industrial ICEI- https://www.fiern.org.br/wp-content/uploads/2019/04/ICEI_abr2019.pdf