20190813163302tEOJTb.jpg

13/08/2019 17:00

SUS volta a oferecer tratamento para cálculo renal e deve desafogar fila no RN

SUS volta a oferecer tratamento para cálculo renal e deve desafogar fila no RN

Visando à garantia da atenção integral à saúde dos usuários do Sistema Único de Saúde, foi renovado o contrato entre a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) e o Centro de Diagnóstico e Tratamento Urológico (Urocentro). O contrato contempla a oferta de procedimentos Litotripsia Extracorpórea por Ondas de Choque, um tratamento ambulatorial não invasivo para cálculos renais.

A renovação do contrato foi possível após negociações entre a Sesap e a empresa prestadora, que receberá um pagamento mensal com base na quantidade dos procedimentos realizados. A expectativa é realizar uma média de 13 atendimentos por dia, e desde 1º de agosto a Central Estadual de Regulação (CER) já autorizou 178 procedimentos. A avaliação dos pacientes e os agendamentos são feitos pela Urocentro.

O contrato tem duração de um ano, podendo ser renovado em até 60 meses. Atualmente, existem 1.125 pacientes à espera pelo procedimento.

Litotripsia Extracorpórea

A Litotripsia Extracorpórea por Ondas de Choque (LECO) consiste num procedimento ambulatorial que não requer incisões, com baixo índice de complicações, destinado a pacientes com cálculos urinários. É realizado por urologistas, através de um sistema de monitoramento com vídeo, acoplado aos equipamentos de ultrassonografia e raios X, que localiza os cálculos com precisão. Os cálculos são, então, fragmentados por meio de ondas mecânicas e, posteriormente, eliminados pela urina.

PUBLICIDADE

MAIS ACESSADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS