Fiel escudeiro do presidente Jair Bolsonaro, o deputado federal General Girão teve seu nome incluído num procedimento que pede sua expulsão do partido. Ontem, noite de quinta-feira 7, em suas redes sociais, informou que está sendo penalizado por pedir “transparência e lisura nas contas do partido”. Ainda não se sabe o destino dos parlamentares que integram o PSL do B. Hoje a tendência é a criação de um novo partido.