O senador Jean Paul Prates (PT) decidiu comentar seu próprio voto a favor da retirada do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) do ministro Sérgio Moro. Em vídeo publicado nas suas redes sociais, o petista diz a população para não cair "em fake news, não acredite em Fla x Flu eleitoral, vamos sair disso, vamos despolarizar o Brasil".

Jean Paul explicou que decidiu seu voto a partir do "entendimento técnico, isento, que o Coaf precisa estar debaixo do Ministério da Economia, porque é assim nos principais países que combatem efetivamente a corrupção". "Nós não estamos aqui absolutamente trabalhando para ajudar corrupto algum, não estamos votando para proteger ninguém, o Coaf é uma estrutura grande, controla todas as contas correntes, todas as movimentações financeiras de todos nós, e não pode ficar a serviço apenas de caráter investigativo, por isso o Coaf foi criado na década de 90 para fazer parte do Ministério da Economia. Não há razão para tirar essa estrutura de um ministério tão importante", disse.

Saiba mais: Senador do RN participa de manobra do PT para tirar COAF de Sérgio Moro

O senador afirmou ainda que "o estado brasileiro tem como combater a corrupção por igual e com cada uma das suas estruturas trabalhando com seus instrumentos corretamente". Para Jean Paul, é preciso pensar nas coisas "com pesquisas técnicas, com razões isentas, e com a preocupação pela eficiência do estado brasileiro, não só combater a corrupção, mas tudo que ele tem que fazer, cuidar dos programas sociais, das coisas que só o estado pode fazer e ainda ajudar a fomentar atividade econômica para gerar emprego e renda".

Saiba mais: Tirar Coaf de Moro é passo atrás no combate a corruptos, diz deputado do RN