19/05/2019 22:49

Sucesso de público, peça espírita "Violetas na Janela" chega a Natal dia 24

Quem de nós já não passou pela dor da perda de uma pessoa querida e não se sentiu compelido a refletir sobre a existência da vida após a morte? “Violetas na janela” mostra com simplicidade as experiências de Patrícia, uma garota que desencarnou aos dezenove anos e acordou numa colônia espiritual onde a vida continua. Fala de suas descobertas, dúvidas, necessidades, da busca pelo auto conhecimento, seus receios, afetos, seus amores. Uma colônia onde há hospitais, escolas, teatros, meios de transporte, bibliotecas, onde a tecnologia avançada convive em harmonia com a natureza, os homens, os animais. Um lugar onde é respeitado o livre arbítrio e a justiça reinante é a do amor. Mas, no nosso universo infinito também existem outros lugares mais e menos felizes. Para qual deles nós iremos após a morte do corpo, só depende de nós mesmos; do que e de como estamos fazendo aqui e agora.

O espetáculo “Violetas na janela” estreou em 1997 e ficou em cartaz durante nove meses seguidos no Teatro Vanucci. Foi a peça teatral de maior público naquele ano (dado divulgado pela SBAT). Nos anos subsequentes, esteve em grandes teatros do Rio de Janeiro e São Paulo e viajou pelas capitais e cidades do interior do Brasil. Entre os anos de 1997 e 2007, a peça foi assistida por mais de 300 mil pessoas.

Com adaptação para o teatro de Ana Rosa e direção sua e do ator Guilherme Corrêa, o livro homônimo de Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho trata da vida após a morte, a partir do desencarne de Patrícia. Tudo com uma leveza e toques de humor que se encarregam de dar graça ao espetáculo. A trilha sonora foi composta especialmente por Claudio Suisso e os vinte atores que se revezam em cena são mais um atrativo para o público. 

A Editora Petit festejou em dezembro de 2003 o total de um milhão de livros vendidos. Segundo Ana Rosa, as pessoas vêm se interessando cada vez mais pelo tema da reencarnação. O cinema americano nos brindou com filmes como “Ghost” “O sexto sentido”, “Os outros” e tantos mais. A televisão brasileira também abordou a mesma temática em novelas como “A viagem”, “Almas gemas”, “O profeta” e “Amor, eterno amor”. Esse talvez seja um dos motivos do grande sucesso da peça teatral “Violetas na janela” que iniciou uma nova jornada neste ano de 2019 com produção de Eduardo Holmes no Sul.

Em Natal, o espetáculo será realizado no Teatro Riachuelo dia 24 de maio, às 21h, e os ingressos custam a partir de R$ 80.

MAIS ACESSADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS