Após uma semana de apresentações simultâneas em praças públicas das cidades de Nata-RN e Fortaleza-CE, as companhias teatrais Clowns de Shakespeare, do Rio Grande do Norte e o Grupo Bagaceira, do estado do Ceará, dão continuidade as intervenções urbanas do espetáculo “.de_en.con.tro/ce.rn (Ponto de Encontro)”, fruto de meses de dedicação em pesquisas sobre territorialidades e teatralidades contemporâneas e, um minucioso trabalho de investigação nos espaços públicos escolhidos para a execução do projeto.

As apresentações acontecem ao mesmo tempo nas duas capitais, sendo que a primeira semana teve Fortaleza como a principal, uma espécie de lado A do espetáculo e Natal como o lado B (apresentação secundária). Já a partir desta terça-feira (04) até o dia 07 de junho, o lado principal do .de_en.con.tro/ce.rn será realizado em praças públicas de Natal e o lado B em Fortaleza. Tudo sendo transmitido em tempo real através das redes sociais e também por meio de mensagens de WhatsApp das duas companhias de teatro envolvidas, promovendo a comunicação dos públicos das duas cidades.

Uma das finalidades principais do espetáculo é adentrar mais afundo o dia a dia das praças, descobrir o funcionamento, a história, a política e até compreender, metaforicamente, como esses lugares interferem na vida da sociedade e vice-versa. No decorrer do processo de pesquisa foi realizada uma coprodução na qual os grupos foram às ruas e às praças, para conhecer o perfil das pessoas que transitam por esses espaços onde acontecem as apresentações. Atores e atrizes passaram dias visitando esses lugares, realizando entrevistas com os habitantes e passageiros que ali se encontravam.

Para um dos diretores do espetáculo, Fernando Yamamoto, as intervenções têm sido momentos desafiadores e de novas descobertas. “Principalmente por se tratar de um projeto que opera numa linguagem muito diferente do que nós, tanto o Clowns quanto o Bagaceira, costumamos trabalhar. Então, é um terreno de novas descobertas, um verdadeiro mergulho dos grupos para entender as entranhas dessas praças e as memórias que estas guardam”, explica Fernando que divide a direção do espetáculo com Yuri Yamamoto e, acrescenta, “Ficamos bem instigados com os resultados da primeira semana de apresentação e já foi possível observar os diferentes tipos de uso dos espaços, assim como também a diferença da ocupação das praças. Fortaleza tem praças muito mais ocupadas do que Natal e esse será outro grande desafio durante esta semana de apresentações principais na capital potiguar”, expõe Fernando Yamamoto.

Na prática, o espetáculo trata-se de uma exibição do que seria a transformação do espaço natural em pleno processo de globalização e da inserção das novas tecnologias, misturando as linguagens do teatro e da performance. Durante os encontros, são propostos diálogos com a população (crianças, jovens e adultos) buscando e provocando a reflexão dos conceitos de centro e periferia, fluxo e habitação e suas interferências no cotidiano das pessoas - situações inspiradas no trabalho do geógrafo Milton Santos, brasileiro considerado por muitos como o maior pensador da história da geografia do país.

“.de_en.con.tro/ce.rn (Ponto de Encontro)” faz parte do Projeto Conexão Nordeste, aprovado pelo edital “Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados 2018” contemplativo de dois grupos de representatividade na cena teatral nordestina e nacional, permitindo um encontro inédito na trajetória desses com os seus respectivos públicos. Dessa forma, conta com o patrocínio da Oi, Governo do estado do Rio Grande do Norte, Fundação José Augusto, Lei Câmara Cascudo; apoio cultural da Oi Futuro e realização do Clowns de Shakespeare e Bagaceira.

Serviço

Praças - Intervenção Urbana .de_en.con.tro/ce.rn (Ponto de Encontro)

04/06: Espaço Cultural Jesiel Figueiredo, Zona Norte, 16h
05/06: Praça Sete de Setembro, 16h.
06/06: Praça Henrique Carloni (Disco Voador), 17h
07/06: Praça sem nome (em frente à Dobradinha do Lucas, próximo ao 7o. Batalhão), 16h.