Confira abaixo nota oficial divulgada pela diretoria do ABC.

O ABC Futebol Clube, diante dos últimos fatos, vem esclarecer que na definição das condições de presença de torcida e divisão de renda nos dois clássicos contra o América, pelo Campeonato Estadual, em nenhum momento quebrou a palavra ou voltou atrás nas suas posições. Mantivemos uma postura de diálogo sempre na defesa dos interesses do Clube e do nosso torcedor.

Inicialmente foi colocada a proposta de divisão de público e de renda pelo América, nos dois jogos, tendo sido posteriormente retirada, para nossa surpresa, sob a alegação de que acerto unilateral com a Arena das Dunas impediria o acordo. Depois nos foi colocada a opção de torcida única nos dois jogos, o que não atende à aspiração do nosso torcedor, a quem temos o dever de representar e defender.

Após discussão em busca da melhor solução, definimos a posição do ABC pela participação de ambas as torcidas nos dois jogos, sendo destinado 10% da capacidade do estádio para a torcida visitante, como prevê a norma desportiva.

Concluída a conversa entre os clubes, mais uma vez fomos surpreendidos com postagens nas redes sociais, de dirigentes do América, pouco respeitosas com a instituição ABC e sua diretoria.

Afirmamos, por fim, que a palavra e o respeito às regras, as formais e as éticas, são fundamentos que não abrimos mão. Não permitiremos manobras que prejudiquem os nossos direitos. Reagimos no episódio da clara inversão do mando de campo em benefício do América no jogo com o Palmeira. E lamentamos a atitude do América de buscar um jogador já apalavrado com o ABC, cuja negociação fechada já tinha, inclusive, sido anunciada pelo jogador Wallace Rato e pelo Potiguar de Mossoró.

Não compartilhamos de comportamentos que fujam à correção. Na defesa dos interesses do ABC não transigimos, e nem fazemos o que amanhã não queremos que façam em nosso desfavor.

Fernando Suassuna
Presidente do ABC Futebol Clube