20200120212603Qsz9QN.png

21/01/2020 06:21

Prefeitura retira famílias que viviam clandestinamente sob viaduto em Natal

Fotos: Alex Régis

Prefeitura retira famílias que viviam clandestinamente sob viaduto em Natal

A Prefeitura do Natal deu continuidade ao trabalho de limpeza e desobstrução das margens e do leito do canal do Baldo, para evitar que o lixo acumulado no local volte a causar prejuízos em dias de chuva. Além do material encontrado, cerca de 20 famílias que viviam clandestinamente no local foram encaminhadas, nesta segunda-feira (20), para atendimento e cadastro junto à Secretaria Municipal de Trabalho e Ação Social (SEMTAS). No local, o município pretende organizar um espaço de preservação ambiental e fiscalização.


De acordo com o secretário adjunto da SEMTAS, Hélder Fernandes, a área ainda abrigava uma estação clandestina de recolhimento de lixo reciclável. "Nosso objetivo maior com essa operação é a desobstrução das vias públicas de entulhos e lixo, inclusive de um aglomerado muito grande de lixo reciclável cujo depósito é feito de forma clandestina por catadores de lixo e transeuntes", explica. 


Fernandes afirma que para a limpeza do local, os moradores de rua precisam ser retirados. "No local que eles estão não tem como fazermos a limpeza com a presença deles. Essas famílias estão sendo orientadas a buscar o Município. Na realidade, grande parte delas já estão inseridas no nosso cadastro único para terem acesso aos programas federais. Os entulhos recolhidos, em princípio, vão para um depósito. Se a família tiver um local específico, o material, desde que sejam móveis, poderá ser levado para onde eles determinarem. Na realidade, o objetivo é a limpeza do canal, desobstrução das vias e cercamento. Sendo assim a consequência inevitável é a retirada das pessoas", diz.


A SEMTAS, que trabalha em parceria com a SEMSUR, URBANA, SEMDES, SEMURB e SEMOV, encaminhou uma equipe para o local para auxiliar os moradores de rua na inserção de todos no cadastro único. "Com esse cadastro eles já são encaminhados para que façam parte dos programas sociais. Queremos que elas tenham uma vida digna, afinal, ali, não é o local que vai garantir isso a elas", comenta o secretário adjunto.


Na área, a Prefeitura do Natal trabalha na recuperação do muro da Cosern, derrubado pelas chuvas depois que o canal do Baldo foi bloqueado devido ao excesso de lixo. A previsão de conclusão é de 60 dias. A Urbana já havia feito um trabalho prévio de retirada de entulhos e lixo do leito do canal e a quantidade encontrada surpreendeu a equipe de limpeza. Este ano, a Prefeitura regulamentou a Lei (6.693/17) que proíbe o descarte de resíduos sólidos em áreas públicas, com a aplicação de multas. 

PUBLICIDADE

MAIS ACESSADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS