Antonia Fontenelle gerou uma nova polêmica nas redes sociais, nesta sexta-feira, ao revelar o caso de uma atriz da Globo que supostamente engravidou e rejeitou o filho, entregando o bebê para a adoção. Em live no YouTube, a apresentadora citou um caso que teria sido descoberto pelo colunista Leo Dias, segundo o jornalista contou em entrevista para o 'The Noite', com Danilo Gentili.

“Trata-se de uma atriz da Globo, ela tem 21 anos de idade. Essa menina de 21 anos engravidou, escondeu a gravidez, inclusive trabalhou durante a gravidez, pariu o filho dela. Segundo as informações que ele tem [Leo Dias], pediu que o hospital apagasse a entrada dela no hospital e pediu que nem queria ver o filho”, relatou Fontenelle, sem citar o nome da artista.

A história veio à tona durante a transmissão em que Antonia demonstrou sua revolta com o caso da menina de 11 anos que foi impedida por uma juíza de interromper uma gravidez, mesmo sendo vítima de estupro. Durante o programa "Na Lata", a influenciadora acrescentou que a atriz em questão teria se recusado a abortar por motivos religiosos, alegando que também teria sido estuprada. Fontenelle ainda contou que Leo Dias confirmou o caso com a famosa, que ameaçou cometer suicídio se o colunista a expusesse.

Sem esconder a irritação, a apresentadora detonou a atitude da artista global: “Na hora de pegar uma criança, parir e jogar no mundo, que não sabe nem o que vai acontecer, aí não tem religião certa, aí pode. É isso mesmo?”, questionou Fontenelle. “Não ouse me ligar chorando! Eu não vou dar seu nome porque eu não tenho esse direito, mas não ouse me ligar chorando, porque eu posso perder a paciência e dar seu nome”, completou ela, aos gritos.

Com informações do Meia Hora