20/08/2019 06:52

"O Rio Grande do Norte pode mais", diz presidente da Fiern

"O Rio Grande do Norte pode mais", diz presidente da Fiern

O presidente da Fiern, Amaro Sales, publicou no último domingo (18) um artigo na Tribuna do Norte sobre a nova etapa do projeto Mais RN, que traz uma série de propostas para o desenvolvimento do Estado e, nesta atualização, é destinado também ao crescimento dos municípios potiguares. No texto, o industrial afirma que o "Rio Grande do Norte pode mais". Confira abaixo, na íntegra.

 

MAIS RN – a hora e a vez dos municípios

O MAIS RN é um Plano e, portanto, uma ferramenta de planejamento para o Estado e para os Municípios potiguares. Já falamos a respeito do assunto várias vezes. Em resumo, os direcionamentos que o MAIS RN traz em seu estudo, na agenda 2016-2035, são 147 ações, das quais 37 prioritárias (nas áreas de ambiente de negócio competitivo, infraestrutura e logística, serviços públicos eficientes e capital humano). E na agenda MAIS RN 2019-2022 são 40 ações prioritárias, que focam em especial no equilíbrio fiscal, educação; saúde e segurança. Agora, noticiamos mais uma fase do projeto.

No dia 07 de agosto passado, na Casa da Indústria, nos reunimos com representações de 70 municípios potiguares para, em síntese, apresentar o MAIS RN (agenda até 2022) e, nele, uma plataforma digital de divulgação das potencialidades municipais em articulação com o Plano. Desejamos que os municípios alimentem a página eletrônica do MAIS RN e que relacionem as potencialidades de cada lugar, seus diferenciais competitivos, suas estratégias de atração de investimentos. Com a plataforma consolidada com os dados inseridos pelos municípios, faremos ampla divulgação com o propósito de que a página passe a ser estudada por investidores, técnicos e outros agentes que atuam em consultorias a investimentos. Enfim, uma fonte segura para a consulta acerca de temas que interessam ao ambiente de negócios. Além do portal da FIERN (fiern.org.br), do website “MAIS RN”, temos vídeos no canal Youtube“TV MAIS RN” e estamos continuamente produzindo novo material no arcabouço do projeto.

Estimulamos também que os municípios conversem mais, entre si, sobre o tema desenvolvimento econômico. São várias as iniciativas em relação a consórcios e a outros ajustes comuns em torno de soluções para diversos assuntos, o que se faz necessário em relação as potencialidades para que tenhamos fortalecidos os polos regionais, uma das estratégias de desenvolvimento para o Rio Grande do Norte.

Temos consciência que os problemas atuais são graves e se agigantam a cada dia, dentre os quais, o desemprego. O nosso Estado precisa, realmente, da unidade de todos em torno de uma agenda comum e de novas parcerias que fomentem oportunidades, protagonismo que os Municípios exercem com notória legitimidade. Neste sentido, sugerimos, em arremate, a articulação com os entes municipais em torno do tema “desenvolvimento econômico do Rio Grande do Norte”, apresentando o MAIS RN, suas metas e indicadores como objetivos a serem perseguidos. Com o envolvimento maior dos municípios e uma articulação que convoque todos os entes – assim chamamos Pacto – as chances de acerto serão maiores e o planejamento, com soluções a serem construídas criteriosas e duradouras, nos indicará novas perspectivas.

O papel do MAIS RN, aliado aos municípios, além de colaborar com todos esses passos, é provocar indignação sempre diante de uma premissa: o Rio Grande do Norte pode mais!

PUBLICIDADE

MAIS ACESSADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS