O Sistema FIERN firmou um acordo de cooperação com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) com o objetivo de desenvolver estudos, pesquisas e levantamento de dados sobre setores da economia que são foco do MAIS RN. O acordo foi assinado pelo presidente da FIERN, Amaro Sales de Araújo, e pelo reitor da UFRN, José Daniel Diniz de Mello.

“O objeto do presente acordo de cooperação é, com foco no plano MAIS RN, a construção conjunta de conhecimento, o compartilhamento de dados, informações e soluções, a disseminação de conteúdo, entre participantes, por meio de reuniões, grupos de trabalhos específicos e outras formas que as partes considerem adequadas”, informa uma das cláusulas do termo de cooperação.

Coordenador do MAIS RN, o consultor José Bezerra de Marinho destaca que esse programa tem se consolidado como um centro de integração de informações, tratamento de dados, produção e difusão de conhecimento que permitem atrair investimentos ao Rio Grande do Norte. A intenção é facilitar a consulta pelos empreendedores interessados no Estado ou gerar interesse pelas potencialidades do RN.

“O MAIS RN atua para o fortalecimento das indústrias atuais e atração de novos empreendimentos. Então, esse convênio vai contribuir para fortalecer essa atuação”, afirma. José Bezerra Marinho acrescenta que no momento em que houver conjuntura para uma retomada, com a redução dos índices da pandemia, as empresas poderão contar com a disponibilidade de acesso rápido e com agilidade na consulta, o que é garantido pelo MAIS RN.

A parceria com a UFRN consolida a captação, tratamento e difusão dessas informações. Entre os setores que deverão ser trabalhados nesta parceria estão: ferrovia, porto, aeroporto, fruticultura, têxtil e confecções, petróleo e gás, energia solar e eólica, pesca, aquicultura e carcinicultura, inovação em tecnologia da informação, inovação, parque tecnológico, mineração, turismo e Pró-Sertão.