09/08/2019 22:10

EMERSON LEÃO: O ALVO PRINCIPAL DAS BRINCADEIRAS DE MARINHO CHAGAS

EMERSON LEÃO: O ALVO PRINCIPAL DAS BRINCADEIRAS DE MARINHO CHAGAS

No meio boleiro não é segredo que a relação de amizade entre o lateral-esquerdo Marinho Chagas e o goleiro Emerson Leão não era das melhores. E tudo começou nas concentrações preparatórias para a Copa do Mundo de 1974. Naquela época, havia clara divisão entre os cariocas e os paulistas, intriga essa que também era fomentada pela imprensa bairrista. Leão, com seu jeitão sisudo, incomodava os cariocas, que tinham no potiguar Marinho um grande aliado.

Num treinamento, Marinho desafiou Leão a pegar os chutes dele, do Jairzinho e do Paulo Cesar “Cajú”. Se conseguisse, ele seria considerado pelos três como o “melhor goleiro do mundo”. O goleiro topou, foi para a trave e abriu os braços aguardando o chute sequenciado dos três. Ocorre que o lateral já havia combinado para todos chutarem ao mesmo tempo. Uma bolada no braço, outra na barriga e a última na cabeça. O goleiro não gostou e saiu correndo atrás do lourão enquanto todos riam da situação.

Outra vez, saindo do Hotel das Paineiras, que servia de concentração para a seleção brasileira no Rio de Janeiro, alguns jogadores estavam de carona numa Kombi da CBF descendo uma ladeira com sinuosas curvas. Marinho, percebendo que Leão estava nervoso com o trecho, de sacanagem tirou a camisa e tapou os olhos do motorista, que por instinto pisou no freio e fez o carro deslizar por alguns metros. Houve um novo mal-estar entre os dois, embora os demais jogadores tenham rido, ainda que amareladamente.

Sobre uma possível briga que ocorreu no vestiário após a derrota do Brasil para a Polônia na disputa do 3º lugar na Copa do Mundo da Alemanha/1974, quando Leão acusou Marinho de ter sido culpado pelo gol de Lato após um apoio considerado irresponsável, o lateral sempre desconversou. Leão admite o desentendimento e que foi uma coisa natural entre homens que pensam diferentes. Marinho admitia que entre eles houve um empurra-empurra. E só. 

Créditos de Imagens e Informações para criação do texto: “A Bruxa, as vidas de Marinho Chagas" (Luan Xavier);

YouTube (https://www.youtube.com/watch?v=2h2bX_lI5NY).

PUBLICIDADE