A "despedida" de Faustão da Rede Globo deve custar bastante à emissora da família Marinho. Segundo a coluna de Ricardo Feltrin, do Uol, o apresentador deverá receber ao menos R$ 40 milhões, pagos à vista pelo referente ao salários de até 31 de dezembro, mais a participação que o apresentador teria em "merchandising" testemunhal e em campanhas publicitárias nas quais ele teria direito a uma porcentagem.

A estimativa (não oficial) é que Faustão ganhasse algo entre R$ 3,5 milhões e R$ 5 milhões mensais só em salários na Globo. Segundo o colunist, é provável que o acordo feito entre as partes garanta a Faustão o pagamento integral —e não parcelado— desta pequena fortuna. 

Desde 1989, quando estreou seu Domingão, Faustão era dono do programa, proporcionalmente, mais rentável da emissora, embora fosse semanal. Novelas e telejornais, por exemplo, faturam mais que o dominical, mas seus custos são muito maiores. O  Domingão era basicamente só o apresentador, uma equipe enxuta e convidados (que não recebem nada para participar).

Fonte: Correio24horas