CNN está apurando um suposto caso de racismo contra a jornalista Basília Rodrigues, comentarista política do canal desde março de 2020.

Segundo a agência de notícias Alma Preta, que publicou a denúncia, houve reclamação sobre o cabelo da jornalista, que faz entradas ao vivo a partir de Brasília.

De acordo com relatos feitos ao Alma Preta, a edição do jornal Novo Dia, um dos quais a jornalista faz parte, chegou a reclamar que a jornalista estaria descabelada.

Se ela fosse loira e de olho azul, você não estava enchendo o saco dela”, teria respondido uma funcionária ao ouvir o comentário.

A pessoa responsável pela reclamação sobre o cabelo de Basília é apontada pela reportagem como Tatiana Mocelin. Ela diz que estava apenas repassando orientações da chefia de edição. Igor Peixoto é o atual editor do Novo Dia.

No episódio, Basília teria mudado cabelo de um lado para o outro em uma de suas entradas. Com isso, uma parte ficou mais volumosa. Uma pessoa ouvida pela reportagem relatou que é comum que, em casos assim, o jornalista seja avisado para arrumar o cabelo.

Eu já cansei de ver esse tipo de orientação quando a pessoa está na bancada. Era a mesma coisa que deveriam ter feito: ‘Basília, quando você mexeu o seu cabelo de um lado para o outro, ele ficou fora do lugar. Só mexer ele de novo’. É um briefing e um cuidado para se ter com qualquer tipo de apresentador, e não tiveram com ela”, declarou.