Os atletas precisarão fornecer um teste de covid-19 negativo feito menos de 72 horas antes de chegar ao Japão para a Olimpíada e serão testados "a cada 96-120 horas" durante os Jogos, de acordo com um relatório provisório publicado pelos organizadores nesta quarta-feira (2).

Durante as negociações entre o comitê organizador de Tóquio 2020, o governo japonês e o Governo Metropolitano de Tóquio, foram discutidas outras diretrizes de como a capital japonesa planeja sediar os Jogos, adiados para o ano que vem. 

Atualmente, os visitantes do Japão precisam ficar em quarentena por 14 dias após a chegada, mas os atletas e outros envolvidos no evento que chegarem para os Jogos estarão isentos dessas medidas. Mais de 15 mil atletas são esperados em Tóquio para a Olimpíada, que começa em 23 de julho, com a maioria hospedada na Vila dos Atletas.

De acordo com o relatório, um centro de testes será instalado na Vila para exames de competição.

"Queremos ter consideração com os atletas, para que não haja muita concentração de pessoas na Vila", disse o diretor-executivo de Tóquio 2020, Toshiro Muto, a repórteres após as negociações. “Depois que os Jogos terminarem, queremos que os atletas voltem para casa o mais cedo possível".

Fonte: Agência Brasil