20190717182707tXOhRT.jpg

17/07/2019 18:22

Cade abre investigação por suposto cartel em obras do Arena das Dunas e mais 7

Fotos: Divulgação

Cade abre investigação por suposto cartel em obras do Arena das Dunas e mais 7

A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) abriu processo para investigar um suposto cartel em obras de construção e reforma de instalações esportivas destinadas à Copa do Mundo de 2014, o que inclui o Arena das Dunas, em Natal, estádio construído para sediar o evento esportivo daquele ano. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (17) pelo órgão de defesa da concorrência.

Além do Arena das Dunas (Natal), a investigação apura oito licitações: Estádio Nacional Mané Garrincha (Brasília), Arena Amazônia (Manaus), Arena Pernambuco (Recife), Maracanã (Rio de Janeiro), Mineirão (Belo Horizonte), Arena Castelão (Fortaleza) e Arena Fonte Nova (Salvador).

A investigação partiu de um acordo de leniência (espécie de delação premiada para empresas) com a construtora Andrade Gutierrez e executivos e ex-executivos da empreiteira.

A partir do acordo de leniência a empresa mostrou documentos que apontam indícios de cartel entre concorrentes das licitações.

As empresas investigadas por suposta participação no cartel são: Andrade Gutierrez, Carioca Engenharia, Camargo Corrêa, OAS, Queiroz Galvão, Delta, Grupo Odebrecht e Via Engenharia, além de 36 pessoas físicas relacionadas à essas empresas.

A superintendência do Cade também investiga licitações complementares aos certames principais, que podem ter sido afetadas pelos acordos ilícitos.

A construtora OAS, responsável pela construção do Arena das Dunas, não se pronunciou a respeito da investigação.

Com informações do G1.

PUBLICIDADE

MAIS ACESSADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS