P-47 Aviação e História

20200207105553RNXwc8.jpg

07/02/2020 12:30

Um potiguar ilustre na missão de resgate dos brasileiros na China

Um potiguar ilustre na missão de resgate dos brasileiros na China

Uma das aeronaves VC-2 da Força Aérea Brasileira (FAB), de matrícula FAB 2591, é batizada com o nome de Augusto Severo (1864-1902) e compõe a missão de repatriação dos 29 brasileiros, que estão isolados em Wuhan, na China, por conta do coronavírus. Sendo assim, temos um potiguar envolvido diretamente no resgate, transportando profissionais do Instituto de Medicina Aeroespacial e tripulantes para a viagem de ida e volta, que pode durar até 46 horas de vôo.

Nome "Augusto Severo" no nariz do FAB 2591

Além do “Augusto Severo”, outro VC-2, o FAB 2590 “Bartolomeu de Gusmão”, também compõe a missão junto de outras duas aeronaves de apoio VC-99, que decolaram de Brasília no início da tarde da quarta-feira (5) e com previsão de retorno à Base Aérea de Anápolis. O avião fez um pouso em Fortaleza, antes de seguir para Ilhas Canárias, Polônia e China.

As aeronaves VC-2 foram incorporadas à FAB em 2009 e receberam o nome de aeronautas que contribuíram de alguma forma para o País. Augusto Severo, por exemplo, é considerado o primeiro mártir da ciência aeronáutica, ao morrer em 12 de maio de 1902, testando a dirigibilidade do balão semirrígido, em Paris, na França. Os dois aviões servem ao Grupo de Transporte (GTE) da FAB, com objetivo de transportar autoridades, desde o presidente da república aos ministros ou autoridades com esse direito.

Encontrei um vídeo bem explicativo sobre a escolha dos VC-2 para a missão de repatriação. Segue abaixo.