Kolberg Luna

13/08/2019 21:16

A narração pela TV brasileira do primeiro gol, ao vivo, em uma Copa do Mundo

A narração pela TV brasileira do primeiro gol, ao vivo, em uma Copa do Mundo

A Copa do Mundo de 1970 foi o primeiro evento desta natureza a ter transmissão ao vivo pela TV brasileira. As imagens foram geradas diretas do México, em preto e branco, para quase todo o país. Os aparelhos de TV em cores só chegaram ao Brasil dois anos depois.

O 1º jogo a ser transmitido foi a partida inaugural entre México x União Soviética, em 31.05, que terminou empatada em 0x0. O 2º jogo, ao vivo e passado para o público nacional foi Peru x Bulgária, às 19h, horário de Brasília, no dia 02.06. Diante de toda precariedade da cobertura, face o ineditismo na época, algumas situações curiosas aconteceram. Por exemplo: Embora a TV brasileira estivesse presente no México com equipes da Rede de Emissoras Independentes (Record e Bandeirantes), Rede Associada (Tupi de SP e RJ) e Rede Globo, o 1º gol foi narrado do estúdio no Rio de Janeiro.

A equipe destinada a cobrir esta partida teve dificuldades no trajeto rodoviário até Guadalajara, onde o jogo foi realizado, chegando em cima da hora e a partida começou quando ainda estavam testando os equipamentos e os detalhes técnicos. A narração começou a ser feita nos estúdios, com Léo Batista pela Rede Globo.

O próprio Léo conta a história: “Naquele dia eu estava na minha sala quando o Walter Clark me pediu para ir ao estúdio porque a transmissão da partida ao vivo estava prejudicada. Tinha um jornal aberto com a escalação e os números dos jogadores, o que facilitou minha vida. Justifiquei o problema do som e comecei a narrar, enquanto a equipe técnica tentava acertar o áudio que vinha do México. Numa cobrança de falta ensaiada, Dinko Dermendzhiev, ponta-esquerda búlgaro, tabelou, recebeu livre e chutou forte para abrir o placar. Assim, eu narrei o 1º gol da Copa do Mundo do México, para a televisão brasileira”. 

(*) O jornalista e narrador potiguar Diego Dantas, do cast do SporTV, fez todo o pré-jogo da final olímpica de 2016 do voleibol masculino entre Brasil x Itália direto dos estúdios em face de pontual problema na sonorização do equipamento, no Maracanãzinho, onde foi jogada a partida, sendo resolvido exatamente na hora do primeiro saque pela equipe italiana.   

Créditos de Imagens e Informações para criação do texto: História do jornalismo esportivo na TV brasileira (Alberto Léo).