Cultura no Ponto

20190807233334FlGc5B.jpg

07/08/2019 22:55

Fórum Potiguar de Cultura reuniu gestores de municípios da Região Metropolitana

Fotos: Divulgação

Fórum Potiguar de Cultura reuniu gestores de municípios da Região Metropolitana

Dentro do VII Fórum Potiguar de Cultura (FPC), gestores de cinco municípios da Região Metropolitana (Ceará-mirim, Extremoz, Monte Alegre, Nísia Floresta e Vera Cruz) se reuniram no último fim de semana em Extremoz, para mais um momento de trabalho progressivo em sua caminhada em prol da cultura potiguar. A atividade contou com a participação do Gestor Estadual da Região Metropolitana, Jan Varela, e de alguns representantes de mandatos federais e estaduais.

Durante o sábado, foram discutidas as bases para um maior envolvimento do setor cultural dessas localidades, com objetivo de ampliar as possibilidades de se pactuar algumas políticas conjuntas. Também foi criado o Fórum Metropolitano de Gestores de Cultura e agendada mais uma reunião para novembro, na qual outras cidades poderão aderir à iniciativa.

A programação do segundo dia do fórum contou com a apresentação de várias atrações da cultura popular, como: Egbé Logun, Oriba Cia de Dança, os repentistas Chico Bento e Seu Neném e do ator Carlos Magno, ex-integrante do Grupo Alegria Alegria.

“O encontro teve uma edição enérgica. Destaque para a presença de Nivaldo Jorge, vice-presidente do Conselho Estadual de Políticas Culturais de Pernambuco, que contribuiu e apoiou a formação política do fórum no caminho da democratização do Conselho Estadual de Cultura. Para o prefeito de Extremoz, Joaz Oliveira, que em sua fala se comprometeu a colaborar com a criação da Secretaria de Cultura do Município, e de Olavo Ataíde, assessor do deputado estadual Francisco do PT, que se comprometeu a realizar uma reunião com a Comissão de Educação e Cultura da Assembleia Legislativa e solicitar uma audiência pública para debater sobre a cultura”, afirmou Esso Alencar, representante da Comissão Executiva do FPC.

Na tarde de domingo, a programação seguiu focada nas câmaras setoriais. “A ausência de representantes da gestão cultural do Estado, neste momento, foi significativa, tendo em vista que as câmaras setoriais são uma proposição feita pela Fundação José Augusto e por termos contado com a presença de integrantes das Câmaras Setoriais de Música, Circo e Audiovisual, e artistas das linguagens, de literatura e artesanato, que ainda não estão em articulação para instauração de uma câmara”, pontuou Esso Alencar.

Nos encaminhamentos finais, propuseram estratégias para entrega da Minuta do Projeto de Lei para parlamentares, uma agenda de reuniões, participações em eventos e audiências públicas, bem como o VIII Fórum Potiguar de Cultura, a se realizar no dia 15 de novembro, em Pendências/RN.

O VII Fórum Potiguar de Cultura foi realizado pela Comissão Executiva do Fórum Potiguar de Cultura e contou com o apoio da Fundação de Cultura Aldeia de Guajiru e da Prefeitura de Extremoz.