Se antes o Ministério da Saúde recomendava o uso de máscaras apenas para quem estava com sintomas de covid-19 —a doença causada pelo coronavírus— e profissionais de saúde, agora o cenário é outro, já que estudos chineses recentes mostraram que as pessoas assintomáticas têm um papel importante na disseminação do vírus.

Além de eficiente, é um objeto simples, que não exige grande complexidade de produção e pode ser um ótimo aliado no combate à propagação do coronavírus no Brasil, protegendo você, outras pessoas ao seu redor e a sociedade. 

Por isso, VivaBem te ensina como produzir a sua máscara em casa usando o que você já tem, nada de precisar saber usar agulha, linha ou máquina de costura. É só assistir ao vídeo aí em cima: você precisa escolher um tecido que tiver em casa e usar dois elásticos de cabelo. Super rápido.

Mas vale lembrar que alguns cuidados são necessários: é preciso que a máscara tenha pelo menos duas camadas de pano, ou seja, dupla face. E mais uma informação importante: ela é individual. Não pode ser dividida com ninguém.

As máscaras caseiras podem ser feitas em algodão (sabe aquela camiseta ou cueca velhas? Pode ser também!), TNT, lenço, bandana ou outros tecidos (tricoline, por exemplo), desde que higienizadas corretamente. O importante é que a máscara cubra totalmente a boca e nariz e que esteja bem ajustada ao rosto, sem deixar espaços nas laterais.

VivaBem/UOL