Sergio Moro, ministro da Justiça e Segurança Pública, disse que a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva trouxe uma sensação de abandono da Justiça. Ele participou, ao lado do general Hamilton Mourão, de uma celebração do Dia Nacional da Justiça e Família em Curitiba, organizado pelo governo do Paraná.

“Tem dias que parece que a Justiça não existe. Nós vemos criminosos sendo soltos, fazendo pouco da Justiça”, desabafou Moro no evento realizado no Teatro Fernanda Montenegro.

Quando o petista foi solto, o ex-juiz federal foi chamado de “canalha” e “algoz”. Na época, Moro tinha respondido que “algumas pessoas só merecem ser ignoradas”.

Fonte: Paraná Portal