Um homem matou duas pessoas e feriu outras seis no centro da cidade de Romans-sur-Isère, no sudeste da França. Entre os feridos, quatro estão hospitalizadas em estado grave. O autor usou uma faca para atacar as vítimas, e foi detido logo após a ofensiva. 

De acordo com informações da Rádio França Internacional, “a tese de um atentado terrorista não é descartada.” O homem detido é um refugiado sudanês, que pediu asilo político à França. Ele tem 33 anos. A justiça francesa vai determinar se o caso será tratado como um atentado terrorista.

As pessoas atingidas estavam em fila do lado de fora de uma padaria, adotando distanciamento físico exigido pela epidemia do novo coronavírus. Além dos fregueses da padaria, o agressor também teria entrado em outras lojas e tentado esfaquear clientes e funcionários.

O presidente francês, Emmanuel Macron, se solidarizou com as vítimas através das redes sociais e classificou o ataque como “um ato odioso.”

Agência Brasil