05/06/2019 09:45

Governo Fátima decide fechar hospital referência em cirurgias vasculares no RN

Governo Fátima decide fechar hospital referência em cirurgias vasculares no RN

O Governo do Rio Grande do Norte decidiu fechar o Hospital Ruy Pereira dos Santos, referência em cirurgias vasculares no Estado. A unidade tem atualmente 80 leitos clínicos de enfermaria e 10 leitos de UTI, e vai encerrar as atividades no próximo dia 31 de agosto.

Para se ter uma ideia do tamanho da instituição, o Ruy Pereira tem quase a metade dos leitos de enfermaria do Walfredo Gurgel, maior unidade hospitalar do RN, com 182 vagas.

Saiba mais: 

"Fátima Bezerra dá continuidade ao desmonte do SUS", denuncia Sindsaúde-RN

SBACV-RN: 'Fim do Ruy Pereira é retrocesso de 20 anos e pode ser um desastre'

Em nota oficial, a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) afirmou que a ideia é "distribuir os leitos existentes em outros hospitais da rede estadual de saúde" (Hospital Giselda Trigueiro, Hospital Santa Catarina e o João Machado).

O Ruy Pereira foi inaugurado em 2010 em Petrópolis. Segundo a Tribuna do Norte, a unidade conta com centro cirúrgico dividido em três salas; ambulatório com capacidade para atender 20 pessoas em média por dia; admite a internação de cerca de 120 pessoas por mês; e chegou a registrar 209 procedimentos cirúrgicos no mês de maio. O Governo do RN paga R$ 200 mil por mês de aluguel do imóvel.

LEIA MAIS:

Promotoria da Saúde não foi informada de fechamento do Hospital Ruy Pereira

Governo do RN: 'Fechamento do Ruy Pereira é para melhorar qualidade do serviço'