Representantes do Banco do Brasil, da Procuradoria Geral do Estado do RN e a Governadora do RN, Fátima Bezerra assinaram um acordo que prevê a cobrança de um primeiro lote de dividas com o Governo do Estado, avaliado em cerca de R$140 milhões de reais.

Esse acordo faz parte do esforço do Governo em resgatar dividas para efetuar o pagamento de valores atrasados, referentes aos pagamentos de servidores e fornecedores do governo passado.

O Banco do Brasil assume um contrato de risco com o Governo do Estado e só será remunerado em cima do que for efetivado como pagamento por sua equipe de cobrança.

A estimativa do Banco do Brasil é que o banco consiga receber pelo menos oito por cento (8%) do valor inicial do lote, cerca de R$10 milhões de reais.

O acordo começa a vigorar desde a assinatura do contrato. E segundo a Governadora Fátima Bezerra  “ é uma forma de mostrar à sociedade potiguar que o Governo está buscando alternativas para aumentar a receita do Estado, buscando recursos extraordinários e saldar as dívidas”.

Para o Procurador Geral do Estado do RN, Luiz Antônio Marinho “várias medidas estão sendo adotadas como alternativas para sanear as finanças do Estado, essa  parceria com o Banco do Brasil vai permitir mais agilidade na recuperação dos créditos da divida ativa, tudo dentro da legalidade”..

O Superintendente Regional do Banco do Brasil, Christiano Carvalho  ressaltou  a parceria sólida que o banco tem com o Governo do Estado e “nós temos uma expertise muito grande em tecnologias de ponta e em soluções inovadoras na recuperação de seus ativos”.