Luiz Gustavo de Oliveira, de 19 anos, foi aprovado em Medicina como primeiro colocado na UFRN em Caicó. O bom resultado é fruto de muita dedicação não apenas aos estudos mas, também, a mãe, dona Francileide Marques, que trabalha como lavadeira e boleira.

São cerca de 14 horas de trabalho por dia para conseguir ajudar nos estudos do filho. "Eu acordava muito cedo para lavar roupa. Lavava, passava. Quando dava umas 5h30, já soltava as roupas para ir para os bolos. Minha casa é pequena. Eu carregava a batedeira para dentro do meu quarto, cobria com um pano de prato e fechava as portas para ele não ouvir", conta a mãe.

Por causa da dificuldade financeira dos pais, Luiz Gustavo contou com a ajuda de uma tia, que financiava os estudos dele. Em 2019, concluiu o Ensino Médio, concorreu também ao curso de Medicina, mas não passou.

Fonte: G1RN