22/06/2019 10:49

Fátima ignora convênio com Varela; atendimento é afetado e há risco de demissões

Fátima ignora convênio com Varela; atendimento é afetado e há risco de demissões

O Hospital Infantil Varela Santiago, Instituição Filantrópica que presta serviço em pediatria com atendimento realizado 100% pelo SUS, ainda não conseguiu renovar, em 2019, o convênio que firma há 30 anos com o Governo do Estado no valor de R$ 2,3 milhões. A não renovação já está afetando o atendimento às crianças e ameaçando o emprego de vários funcionários do hospital, segundo matéria da Tribuna do Norte deste sábado (22).

Além de não ter o contrato renovado, o hospital também não recebeu a quarta parcela do convênio referente ao ano passado, no valor de R$ 575 mil.

A administração do hospital infantil vem tentando marcar uma audiência com a governadora Fátima Bezerra (PT) desde o começo do ano, mas sem sucesso.

Segundo o diretor do Varela Santiago, Paulo Xavier, disse à Tribuna, caso o contrato não seja renovado o hospital terá que adotar medidas duras, como possíveis cortes de funcionários, redução no número de cirurgias e de atendimentos.

O orçamento mensal do Varela é de R$ 2,5 milhões. O convênio com o Governo do Estado é responsável por 8% desse valor.

Devido à escassez de recursos, o Hospital não está mais recebendo crianças que precisam de alimentação parenteral, já que esse serviço está incluído entre as despesas pagas com o dinheiro que vem desse convênio.

O dinheiro também é usado para pagamento de contas como de água e luz, que já somam R$ 247 mil nos últimos quatro meses.

SESAP

A Sesap disse, por meio de nota, que a renovação do convênio é uma questão de "viabilidade econômica" e está sendo analisada, mas não deu prazo para efetivação. Além disso, também não há prazo para o pagamento da quarta parcela de 2018 desse convênio.

MAIS ACESSADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS