01/06/2019 16:46

Educação que transforma: os quatro pilares

Em todos os sentidos, a educação forma e transforma vidas. Às famílias, cabe a importante tarefa de orientar seus filhos, guiá-los, ajudá-los a transformar sonhos em realidade.  E às escolas? O que cabe a elas? 

Como educadores, professores precisam entender não só dos conteúdos curriculares, mas das relações familiares que envolvem os alunos, entender o que ocorre entre o sentir e o aprender, a imaginação e a crença, a emoção e as ações. 

O desafio da escola vai além. A escola deve conseguir equilibrar e conciliar as exigências dos conteúdos que precisam ser dados em sala de aula, com a necessidade de estimular o aluno à capacidade de compreender e de saber interpretar a realidade. Para isso, se faz necessário instigar a vontade da criança e do adolescente em descobrir o mundo por si só, proporcioando uma visão ampla da realidade e aprofundando o conhecimento.

Nesse contexto, vale ressaltar a importância de se manter vivo os quatro pilares da educação nas práticas pedagógicas adotadas pelas escolas:

Aprender a conhecer - tornar prazeroso o ato de compreender, descobrir ou construir o conhecimento;
Aprender a fazer - ir além do conhecimento teórico e incentivar as abordagens práticas;
Aprender a conviver - aprender a compreender o próximo, desenvolver uma percepção, estar pronto para gerenciar crises e participar de projetos comuns. Socializar. Descobrir que o outro é diferente e saber encarar essas diversidades.
Aprender a ser - desenvolver o pensamento crítico, autônomo, incitar a criatividade. Ter em mente um sentido ético e estético perante a sociedade. Assumir as próprias responsabilidades.

Foto: arquivo pessoal

Esses quatro pilares são fundamentais para nortear a educação no século XXI, mas por que eles são tão necessários? A resposta é simples: a forma como os alunos aprendem não é mais como antigamente.

Juntando isso às exigências desse novo século, entendemos também a importância de oferecer aos estudantes uma formação completa, que os molde como cidadãos e os prepare não só para o mercado de trabalho, mas também para a vida em sociedade, utilizando as habilidades cognitivas adquiridas na escola como base. E é justamente nesses pilares que essa formação terá início.
 

PUBLICIDADE

MAIS ACESSADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS