O boxeador americano Patrick Day morreu hoje depois de sofrer uma grave lesão cerebral durante a luta que perdeu por nocaute para seu compatriota Charles Conwell no último sábado em Chicago, disse o promotor Lou DiBella em um comunicado.

"Em nome da família de Patrick, a equipe e as pessoas mais próximas dele, estamos agradecidos pelas orações, manifestações de apoio e de amor por Pat que foram tão evidentes desde sua lesão", declarou DiBella.

Day, de 27 anos de idade, havia passado por uma cirurgia cerebral de emergência no sábado à noite depois de ser nocauteado por Conwell em uma luta de peso super meio-médio na Winstrust Arena.

O pugilista estava inconsciente quando abandonou o ringue na maca e foi levado em uma ambulância, onde sofreu uma convulsão e precisou de um tubo de respiração quando chegou ao hospital.

Day é o terceiro boxeador em atividade a morrer este ano segundo uma balanço da AFP. O argentino Hugo Santillán morreu em julho após uma luta em San Nicolás, ao norte de Buenos Aires. A morte de Santillán ocorreu apenas dois dias depois do falecimento do russo Maxim Dadashev devido a lesões cerebrais sofridas em uma luta em Maryland.

Fonte: Uol