23/08/2019 06:44

Articulação entre Ministério da Agricultura e PSL traz Plano de Ações para o NE

Articulação entre Ministério da Agricultura e PSL traz Plano de Ações para o NE

Coordenado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), o Plano de Ação para o Nordeste (AgroNordeste) tem o objetivo de apoiar a organização das cadeias agropecuárias, ampliar e diversificar os canais de comercialização, além de aumentar a eficiência produtiva e o benefício social na Região Nordeste. O Plano, publicado nesta segunda-feira (19) no Diário Oficial da União, é resultado de várias ações. Dentre elas, as articuladas pelo Partido Social Liberal do Rio Grande do Norte (PSL/RN) junto ao Governo Federal visando oferecer sugestões para a produção agrícola do semiárido, do sertão e da caatinga.

No primeiro semestre deste ano, a ministra Tereza Cristina visitou o Nordeste e esteve em Mossoró, ocasião em conheceu diferentes iniciativas de produção e comercialização e recebeu do PSL/RN um caderno com o detalhamento de todas as necessidades das cadeias produtivas do Rio Grande do Norte. Também neste período foi realizado o Fórum Regional de Inovação Agropecuária (Inovagro), fundamental para mapear as demandas de forma bastante sintética por meio da construção de um documento específico para a área em uma dinâmica inovadora.

Presidente do PSL/RN, Coronel Hélio Oliveira comemora o lançamento do Plano de Ações para o Nordeste e o estreitamento do diálogo com o Governo Federal, o que possibilitou a inserção de idéias para as cadeias produtivas que tem pautado a política para a região semi-árida. “Nós que fazemos o PSL, juntamente com nosso deputado federal General Girão temos buscado realizar ações que possibilitem o desenvolvimento do semiárido potiguar e, com isso, o aumento da geração de emprego e renda em nosso Estado. A visita da ministra [Tereza Cristina], o INOVAGRO e o Fórum Internacional do Atum, que nós conseguimos trazer para o RN depois de 30 anos sendo realizado em Brasília/DF, foram fundamentais para colhermos hoje os frutos deste Plano de Ações para o Nordeste. Nós só temos que agradecer ao Governo Federal por ter nos dado a possibilidade de participar da construção desse processo que se apresenta em forma de política para toda região do semiárido”, pontua.

Para o Superintendente Federal da Agricultura no RN, Roberto Carlos Papa, a boa relação entre o partido e o Governo Federal, alinhada com o órgão administrado por ele, resultará em benefícios para o agricultor do RN. “Este ano de 2019 tem sido de bastante fortalecimento na Superintendência porque temos recebido forte apoio do Governo Federal, da Frente Parlamentar do Semiárido e do PSL/RN, que tem nos apoiado bastante em nossas demandas e nos convidado a participar dos eventos que eles promovem. A Superintendência anseia muito em continuarmos firmes nesse propósito, caminhando juntos em busca da solução e do engrandecimento deste Estado, que é muito rico na área da agricultura e da pecuária”, expõe Papa.

 

SOBRE O PLANO

O plano, que pretende incentivar o desenvolvimento agrícola da região, é considerado prioritário pela ministra Tereza Cristina, e já vem sendo desenhado por uma equipe multidisciplinar desde o início do ano. Entre suas diretrizes, o plano AgroNordeste define que as ações empreendidas pelo Mapa devem encaminhar soluções para os entraves identificados à competitividade das cadeias agropecuárias relevantes ou com potencial de desenvolvimento e apoiar a melhoria dos sistemas produtivos até a etapa de beneficiamento e processamento de produtos agropecuários da região.

O programa também prevê o apoio à ampliação do acesso dos produtores rurais da região a diferentes mercados, ao crédito, serviços de assistência técnica e novas tecnologias, principalmente para o desenvolvimento de produtos de valor agregado e de estratégias de convivência com a seca. Inicialmente, o trabalho deve focar em oito microrregiões definidas pela Embrapa, mas será expandido a outras regiões do Semiárido Nordestino.

PUBLICIDADE

MAIS ACESSADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS