O Arsenal fechou a contratação de Gabriel Jesus, do Manchester City, por 45 milhões de libras (cerca de R$ 290 milhões) em pagamento à vista. Os ingleses haviam encaminhado o acerto entre clubes nos últimos dias e agora definiram o acordo total com o atacante: cinco anos de contrato num vínculo multimilionário que deve lhe render um dos maiores salários do elenco.

Gabriel Jesus viaja entre terça-feira e quarta-feira para exames, assinatura do vínculo e início da pré-temporada nos Gunners. Favoritos desde o início, eles venceram a concorrência de Chelsea e Tottenham, entre outros, para fechar com o atacante de 25 anos.

Com a transferência fechada nesses termos, o Palmeiras vai lucrar cerca de 3,1 milhões de libras (cerca de 20 milhões). Isso porque o Verdão tem direito a aproximadamente 7,1% do valor total, sendo 5% de direitos econômicos e 2,09% de mecanismo de solidariedade como clube formador.

Inicialmente o Manchester City tinha uma pedida maior para vender Gabriel Jesus, mas as conversas caminhavam para pelo menos 50 milhões de euros (acima de R$ 270 milhões). O contrato válido até junho de 2023 não dava tanta margem para cifras maiores, e a transferência de Erling Haaland, do Borussia Dortmund, ao City também contribuiu para os avanços, por espaço no elenco e fair play financeiro.

Há algum tempo Gabriel Jesus planejava um movimento de mercado para ter mais minutos e está decidido a se transferir nesta janela de verão europeu, de olho em uma vaga na Copa do Mundo do Qatar com a seleção brasileira de Tite.

Com informações de UOL