A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social do Rio Grande do Norte (Sesed-RN) revelou que investigações apontam que a droga exportada via porto de Natal para a Europa vem de países vizinhos, como a Bolívia, e entra no Brasil pelo Acre ou Rondônia. A informação foi divulgada pelo portal Uol nesta quinta-feira (09).

"De acordo com a Receita Federal e segundo investigações da PF, a localização do porto de Natal fez com que traficantes escolhessem o local para o transporte da droga. A capital do RN fica no extremo leste do Brasil. É portanto, uma das cidades mais próximas à Europa, via oceano Atlântico", diz a reportagem.

Ainda de acordo com o Uol, os criminosos se aproveitaram da falta de estrutura do porto potiguar para fiscalização das cargas. Falta no terminal um escâner de contêineres, que custa cerca de R$ 6 milhões. A descoberta da rota do tráfico de drogas motivou a paralisação das exportações pelo porto natalense durante o mês de março.