Turismo & Negócios

22/10/2019 12:41

Dez lugares imperdíveis para visitar em Toronto


 

Com quase três milhões de habitantes e diferentes culturas, uma das principais cidades do Canadá proporciona para o turista a sensação de conhecer pessoas de vários países em um único lugar; a metrópole dinâmica mescla arranha-céus imponentes e muitos parques e áreas verdes
 

- O Canadá, atualmente, é um dos países mais procurados na hora de viajar. Para se ter ideia, o país lidera há 14 anos a preferência dos brasileiros na busca por cursos no exterior, segundo dados da Pesquisa de Mercado Selo Belta 2019. Isso porque, as cidades da região são famosas por serem uma das melhores para morar, com uma ótima qualidade de vida, serviços de saúde, infraestrutura e educação. Além desses motivos, o país conta com diversas culturas e com um clima muito diferente do que estamos acostumados aqui no Brasil, por isso, o turismo também é forte no local. Mas quais os passeios mais interessantes na cidade, que não podem faltar no seu roteiro?
 

De acordo com o Thiago Catti, sócio-fundador da The Six International Studies , agência de intercâmbio para o Canadá, Toronto é uma ‘caixinha de surpresas’ e está recheada de lugares legais para conhecer. “Mesmo com a alta procura, a maioria dos turistas ainda não sabem que existem uma infinidade de coisas para serem exploradas por lá. Morei no Canadá durante seis meses e posso dizer que o turismo é diferenciado e vale muito a pena o investimento”, comenta.
 

Para os viajantes realizarem os melhores passeios, Thiago lista as principais atrações de Toronto. Confira:
 

Veja a cidade do alto: conhecida como CN Tower , a torre que já foi considerada como uma das mais altas do mundo possui uma estrutura de 553 metros de altura e recebe cerca de dois milhões de turistas por ano. “A torre tem um "Piso de Vidro" e o restaurante mais alto do mundo, que durante 72 minutos gira 360°. O ambiente também foi usado como cenários do filme Highpoint -- ‘O Código da Morte’ “, comenta Thiago.
 

Gaste o seu dinheiro no mercadão de Toronto: para quem busca conhecer o artesanato local e experimentar a culinária, uma indicação bem interessante é o St Lawrence Market . “É um dos maiores mercados do mundo, conhecido pela variedade e frescura de frutas, legumes, carne, peixe, grãos, produtos de panificação e laticínios”, conta Thiago.
 

Experimente a culinária da cidade: o The Rec Room é um ponto de parada obrigatório para quem procura comida e entretenimento em Toronto. A cozinha oferece pratos com inspiração canadense e o espaço proporciona atividades com realidade virtual, jogos de vídeo e entretenimento ao vivo. “Conhecido como um playground social, é o ponto de encontro ideal para tomar uma cerveja, organizar um evento ou apenas jogar por pura diversão”, acrescenta.
 

Museu das Ilusões: para aqueles turistas que gostam de entretenimento com educação e aprendizado o Museu das ilusões é o lugar ideal. “Esse é um passeio para todas as idades, o museu possui mais de 80 ilusões, hologramas, instalações, exposições e oferece uma experiência visual e sensorial. Além disso, é um lugar muito bacana para tirar fotos durante a viagem e guardar de recordação”, indica.
 

Coma em um lugar agradável: deseja ir para Toronto e almoçar ou tomar um café com uma vista maravilhosa? O Sunnyside Pavilion é uma ótima opção e mais uma parada ‘obrigatória’. O local oferece pratos e coquetéis, serviço de banquete de casamento e até eventos corporativos. “O ponto turístico fica em uma construção super antiga e muito bonita, localizada à beira de um lago, formando uma prainha, muito badalada em época de altas temperaturas”, explica.
 

Abuse dos parques da cidade: o The Scarborough Bluffs - mais conhecido como The Bluffs - é um parque público e uma das maravilhas geológicas da América do Norte. “O local fica em uma área de falésias paradisíacas - paredões íngremes encontrados em áreas litorâneas. Com uma vista imperdível, o lugar também tem uma praia muito boa, uma marina e um parque para piquenique ou para caminhadas”, salienta Thiago. Ele ainda recomenda que os turistas visitem outros parques de Toronto. “Se você quiser fazer trilhas, recomendo o Humber Arboretum , que fica no campus norte de Humber e possui cerca de seis quilômetros de trilha”, diz.
 

Conheça o museu do Hóquei: o Hóquei no gelo é uma modalidade que está no coração dos canadenses, assim como o Futebol está no coração dos brasileiros. Por isso, nada mais justo do que visitar a cidade e conhecer um museu do esporte, o Hockey Hall Of Fame . “A proposta é bem divertida e vai te ensinar tudo sobre a atividade, vale a pena visitar”, propõe Thiago.
 

Visite uma cidade subterrânea: a cidade de Toronto é totalmente preparada e equipada para que as pessoas não sintam frio, em caso de baixas temperaturas. Assim, o PATH - que significa caminho em inglês - foi criado há mais de 40 anos e é uma cidade subterrânea que interliga prédios residenciais, restaurantes, atrações turísticas e pontos do transporte público. “Foi considerado o maior caminho subterrâneo do mundo, é realmente muito interessante e diferente do que estamos acostumados por aqui”,conta.
 

Compras para suportar o frio de -40°: se você resolver visitar a cidade no inverno, para enfrentar a temperatura será necessário utilizar roupas especiais, de ótima qualidade e totalmente resistentes. “A primeira vez que fui para Toronto levei meus casacos mais pesados do Brasil e continuei sentindo bastante frio, comprei roupas com um preço bom e de qualidade lá mesmo, na Winners ”, indica.
 

Lojinha de R$ 1, 99 de Toronto: quem mora no Brasil está acostumado com a famosa lojinha de R$ 1, 99, mas a boa notícia é que em Toronto também é possível encontrar objetos em conta, tanto para quem viaja, como para trazer de lembrança para os amigos. “A Dollarama é uma opção bem bacana para comprar lembranças da sua viagem. Com pouco dinheiro é possível trazer presentes para toda a família, já que existem muitas opções de lembrancinhas com o símbolo do Canadá”, finaliza.
 

Sobre a The Six International Studies
 

Empresa especialista em intercâmbio para Toronto. Criada por quatro brasileiros que possuem um amplo conhecimento do local. Com sede no Brasil e no Canadá, a The Six International Studies oferece um suporte completo para toda e qualquer necessidade que intercambistas tenham no país, além de auxílio em todo o processo de imigração. A empresa também proporciona serviços de hospedagem, seguro viagem, consultoria de vistos/imigração e traslados. Durante a estadia do intercambista, a The Six disponibiliza o City Tour - para apresentar os principais pontos turísticos da região - resolvem toda a papelada, desde a abertura de conta, chip de celular, tour de compras, sugerem o dia de supermercado e ajudam a realizar o Cartão Presto - recomendado para utilizar no transporte público. A empresa oferece um serviço completo para que a experiências dos viajantes no Canadá seja perfeita. Para mais informações acesse:http://thesixinternational.com/

22/10/2019 11:27

American Airlines comemora 30 anos de liderança em Miami

Este mês, a American Airlines comemora o 30º aniversário de sua ousada manobra para estabelecer um hub no Aeroporto Internacional de Miami (MIA). Em outubro de 1989, a American operava apenas 19 voos por dia para seis cidades a partir de MIA. Hoje, a companhia aérea sediada em Miami opera mais de 350 voos por dia para quase 130 destinos a partir do hub - um dos mais bem-sucedidos do setor aéreo global - incluindo serviços para mais de 70 cidades da América Latina e do Caribe. As operações de carga da American também cresceram substancialmente. Em 1989, elas movimentaram mais de 17 mil toneladas de correio e carga. Hoje, a AA Cargo movimenta cerca de 170 mil toneladas anualmente.

“Tivemos um crescimento sem precedentes em Miami nas últimas três décadas e o nosso compromisso com a comunidade está mais forte do que nunca. Todos nós da American Airlines temos orgulho do nosso título de principal companhia aérea de Miami”, disse Juan Carlos Liscano, vice-presidente da American Airlines em Miami. “Junto com nossos clientes e parceiros de negócios, continuaremos a ampliar o crescimento que registramos nos últimos 30 anos, com um forte foco em uma expansão na América Latina”.



O maior número de serviços para a América Latina

Nenhuma outra operadora baseada em MIA oferece tantos voos para a América Latina quanto a American. No mês passado, a companhia anunciou um aumento nos serviços entre MIA e Santiago (SCL), Lima (LIM) e São Paulo (GRU) . No início deste ano, a companhia acrescentou novos serviços para Córdoba, Argentina (COR) e Santiago de Cuba (SCU), destinos que só podem ser alcançados a partir dos EUA pela American.
 


Um impacto econômico de US$ 21 bilhões

A American é um motor econômico muito importante para Miami e para o sul da Flórida. O que começou como um pequeno centro operacional em 1989, com menos de 300 funcionários, tornou-se o terceiro maior empregador privado no Condado de Miami-Dade, com os mais de 13.500 membros de equipe e uma folha de pagamento anual superior a US$ 1,8 bilhão.

O impacto econômico da American também vai muito além dos membros da equipe que cuidam dos passageiros. Mais de 162 mil empregos indiretos são criados através do apoio a empresas que dá suporte às suas operações em MIA, o que significa que o hub da American em Miami contribui com mais de US$ 21 bilhões anualmente para a economia do sul da Flórida.

“A American Airlines tem um enorme impacto econômico em nosso país”, afirma o prefeito do Condado de Miami-Dade, Carlos Gimenez. “O hub de Miami impulsiona a economia do sul da Flórida e sua robusta programação é fundamental para o desenvolvimento econômico contínuo da nossa comunidade. Valorizamos o compromisso inabalável da American com essa comunidade e sabemos que o seu crescimento contínuo nos próximos anos continuará estimulando a economia local”, completa.
 


Investimentos em Miami e no sul da Flórida

O compromisso da American com MIA não se limita à sua rede de voos e aos seus funcionários. A companhia aérea investiu fortemente na comunidade nas últimas três décadas e apoiou dezenas de organizações, entre as quais estão United Way, Camillus House, Autism Speaks, Feeding South Florida e Nicklaus Children’s Hospital Foundation. Em 2018, o DoCrew, o corpo de voluntários da American, dedicou mais de 30 mil horas de seu tempo a estas e outras organizações sem fins lucrativos.

A American também está comprometida em promover sua cidade-sede como um ótimo lugar para morar, trabalhar e se divertir. A operadora tem parcerias com o Beacon Council, o Greater Miami Convention and Visitors Bureau e a Greater Miami Chamber of Commerce, entre outras organizações cívicas, para garantir o crescimento contínuo do hub de Miami. O sucesso da American no sul da Flórida ajudou a aumentar a reputação da cidade como um dos principais destinos de viajantes vindos de todo o mundo.

"O Greater Miami é uma porta de entrada e recebe diariamente um grande volume de visitantes internacionais", diz William D. Talbert, III, CDME, Presidente e CEO da Greater Miami Convention & Visitors Bureau. “O GMCVB comemora o aniversário de 30 anos do hub da American Airlines em Miami ao lado de nossos parceiros em viagens. Com a maioria dos visitantes da Grande Miami chegando por via aérea, o investimento em infraestrutura feito pela American Airlines em nossa comunidade serve como uma plataforma fundamental para o desempenho do setor de turismo. ”



Ajuda para comunidades vizinhas

A American também se comprometeu a fornecer ajuda humanitária a comunidades vizinhas depois que vários furacões afetaram a região nos últimos anos. Depois que os furacões Irma e Maria causaram estragos nas ilhas do Caribe em 2017, membros da equipe de MIA imediatamente se dedicaram a ajudar as pessoas afetadas pelas tempestades. A American transportou cerca de 210 toneladas de suprimentos para Porto Rico após a tempestade, incluindo comida, água, macas, lonas e geradores. Ao todo, os itens de carga e de ajuda humanitária entregues ao Caribe totalizaram cerca de 1,4 mil toneladas.

Mais recentemente, a equipe de MIA ajudou seus colegas nas Bahamas que foram impactados pelo furacão Dorian. O hub da American em Miami arrecadou mais de US$ 55 mil para os membros da equipe que perderam quase tudo na tempestade e, poucos dias depois do furacão, também enviaram mais de 6,4 toneladas de suprimentos de ajuda humanitária.

“Sabemos que o que é bom para o Condado de Miami-Dade é bom para a American”, comenta Liscano. “O nosso compromisso com Miami continua mais forte do que nunca. Continuaremos a ser a companhia aérea preferida dos nossos clientes, a principal porta de entrada para a América Latina e um membro fiel da comunidade do sul da Flórida”, finaliza.


Sobre a American Airlines Group

A American Airlines oferece aos clientes 6.800 voos diários para mais de 365 destinos em 61 países a partir dos seus hubs em Charlotte, Chicago, Dallas-Fort Worth, Los Angeles, Miami, Nova Iorque, Filadélfia, Phoenix e Washington, D.C. Com o propósito de cuidar de pessoas durante seus itinerários, os 130.000 membros da equipe global da American atendem mais de 200 milhões de clientes anualmente. Desde 2013, a American investiu mais de US$28 bilhões em seu produtos e pessoas, tendo a frota mais jovem entre as operadoras de rede dos Estados Unidos da América, equipada com Wi-Fi de alta velocidade e líder do setor, assentos planos, mais entretenimento e acesso a pontos de energia a bordo. A American também aprimorou as opções de alimentos e bebidas no ar e no solo em seus salões Admirals Club e Flagship. A American foi recentemente nomeada a Companhia Aérea Global Cinco Estrelas pela Associação de Experiência de Passageiros de Companhias Aéreas e Companhia Aérea do Ano pela Air Transport World. A American é um membro fundador da oneworld®, cujos membros atendem a 1.100 destinos em 180 países e territórios. As ações da American Airlines Group Inc. negociadas na Nasdaq têm o símbolo AAL e as ações da empresa estão incluídas no S&P 500. Saiba mais sobre o que está acontecendo na American visitando 
news.aa.com e conectando-se à American no Twitter @AmericanAir e em Facebook.com/AmericanAirlines.

22/10/2019 11:25

Pittsburg lança sanduíche com novo blend e novidades especiais

 

 Em comemoração aos 35 anos, o Pittsburg lança hoje, dia 22 de outubro, uma super novidade no seu cardápio recheado de delícias: o Pitts Invocado, um sanduíche que traz um novo blend, de 180 gramas diferenciado, e ainda onion rings, pão de macaxeira e creme de cheddar, além do molho especial do Pitts pra fazer com que cada mordida seja inesquecível.

A mega campanha de aniversário do Pittsburg está sendo realizada até novembro e tem o objetivo principal de despertar nas pessoas o sentimento da tradição da rede, mostrando que a ela faz parte da história de todos os potiguares com o tema: “Se faz parte da história faz parte do seu dia. A campanha faz uma conexão direta com o cliente, criando identidade com a história e valor da marca. Na comunicação estão sendo usadas peças com manuscritos históricos com os produtos da rede inseridos no contexto.

Além da campanha institucional, estão sendo realizadas várias ações promocionais para movimentar as mídias e repercutir com os clientes como sorteios, distribuição de brindes e promoções. A primeira ação realizada foi o sorteio de mais de 500 sanduiches. Foram premiadas 35 pessoas com 15 sanduiches premium. O dia da criança, em 12 de outubro, também teve comemoração especial dentro da campanha, com ações especiais nas lojas.

O encerramento da campanha acontecerá na segunda semana de novembro com a realização de um evento na loja da Prudente de Morais, em Lagoa Nova. Nele, será servido o novo sanduiche e apresentado um vídeo institucional, além de apresentar o novo cardápio da rede que será utilizado até o fim do primeiro semestre de 2020, com muitas novidades e produtos tradicionais com apresentação renovada.

O Pittsburg oferece aos clientes um cardápio variado de sanduíches, beirutes, linha de sanduíches leves, saladas, pratos executivos, petiscos, bebidas, sucos e sobremesas, tudo feito com produção artesanal e na hora - um dos seus grandes diferenciais. A rede tem 8 lojas no Rio Grande do Norte e atende mais de 90 mil clientes por mês, vende mais de 100 mil sanduíches mensalmente e é responsável por mais de 300 empregos diretos.

22/10/2019 11:22

Nobile Hotéis promove Encontro Regional de Operações em Minas Gerais

 

 

(Foto: Os gerentes gerais e operacionais com os executivos do corporativo da Nobile,  durante o encontro em Minas)

 

 

A Nobile Hotéis realizou na última semana, no hotel Nobile Inn Pampulha, em Belo Horizonte, o Encontro Regional de Operações de Minas Gerais. O evento reuniu 15 gerentes gerais e operacionais dos empreendimentos administrados pela Nobile no destino, os quais fazem parte da aliança estratégica com a Arco Administradora (Hotéis San Diego), o maior grupo hoteleiro de Minas Gerais. Juntas as companhias ocupam a 3ª posição no ranking das Maiores Administradoras Hoteleiras do Brasil em número de apartamentos e a 1ª posição entre aquelas com capital genuinamente nacional.

 

Durante o Encontro, os executivos tiveram a oportunidade de trocar experiências e de se atualizarem sobre os procedimentos do grupo. Emiria Bertino, Diretora de Qualidade e Processos; Augusto Ferreira, Diretor Regional de Operações Minas Gerais; Luiz Araújo, Group Controller; Cíntia Cauchioli, Gerente de Recursos Humanos e Renata Beraldo, Diretora Sênior de Operações da Nobile Hotéis palestraram sobre temas relacionados a capacitação das equipes, receitas e qualidade no atendimento.

 

"Os encontros regionais nos proporcionam uma aproximação maior com as nossas lideranças e juntos traçamos metas audaciosas em prol da expansão do grupo em todo o Brasil", declara Renata Beraldo, Diretora Sênior de Operações da Nobile.

 

Selo de Qualidade Nobile Hotéis

No evento, quatro empreendimentos de Minas Gerais receberam a certificação do SQN - Selo de Qualidade Nobile Hotéis:  San Diego Veredas Sete Lagoas, Nobile Inn Pampulha, San Diego Governador Valadares e San Diego Suítes Ipatinga.

 

A certificação que atende aos padrões internacionais da hospitalidade foi criada pela Nobile Hotéis com o objetivo de padronizar os serviços dos empreendimentos administrados, seguindo os manuais e procedimentos da rede, com foco na excelência da qualidade e fidelização dos clientes, valorização patrimonial e rentabilidade dos empreendimentos do seu portfólio. Para receber o Selo, o hotel passa por critérios rigorosos de avaliação que incluem monitoramento das áreas administrativas, recepção, governança, manutenção, tecnologia, controladoria, recursos humanos, assim como as áreas comuns do hotel - apartamentos, setor de eventos, lobby e alimentos & bebidas.

 

Segundo Emiria Bertino, Diretora de Qualidade e Processos da Nobile, os hotéis conquistaram uma avaliação superior a 85% em todas as áreas inspecionadas. “Estamos muito felizes em compartilhar com as equipes está importante premiação, pois sabemos do compromisso e engajamento de todos para a conquista deste resultado", celebra a executiva.

 

Sobre a NOBILE HOTÉIS

Administradora e franqueadora de hotéis, possui atualmente em sua carteira mais de 60 empreendimentos administrados nas regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul do Brasil, no Paraguai e Chile. No Brasil possui alianças estratégicas para administrar e franquear as marcas do WYNDHAM HOTEL GROUP, maior grupo hoteleiro mundial, dentre elas Wyndham Grand, Wyndham Hotel, TRYP By Wyndham, Baymont Suítes By Wyndham e Days Inn. Da RED ROOF, rede hoteleira líder no segmento de hotéis econômicos nos Estados Unidos, é master franqueadora no Brasil das marcas RED ROOF INN e RED ROOF PLUS. Em 2017, a Nobile Hotéis firmou uma aliança com a Arco Administradora (Hotéis San Diego), e juntas passaram a ocupar a 3ª posição no ranking das maiores Administradoras Hoteleiras do Brasil, em número de apartamentos, e a 1ª posição entre aquelas com capital genuinamente nacional. Recentemente, a NOBILE HOTÉIS firmou um acordo com a INCORTEL, empresa desenvolvedora da BEST WESTERN no Brasil, para operar hotéis da marca. Em 2018, a NOBILE lançou a sua soft brand AMERIS BY NOBILE no mercado, a qual conta com mais de 100 hotéis aderidos, posicionando a AMERIS como a 1ª e maior rede de hotéis independentes do Brasil. A NOBILE desenvolveu a HOTELSHOP, plataforma inteligente de compras, que oferece mais de 500 fornecedores homologados e mais de 8.000 itens especificados e cadastrados. O grupo NOBILE HOTÉIS tem foco na rentabilidade mensal dos seus investidores e na valorização patrimonial dos empreendimentos sob sua administração e franquia.

 

Conheça a Nobile Hotéis – acesse : www.nobilehoteis.com.br

22/10/2019 11:21

5 experiências inusitadas na Jordânia

 

Mar Morto Crédito: Carolline Almino

Uma mistura de histórias milenares e natureza única, na Jordânia há diversas experiências inusitadas para vivenciar em uma viagem. Abaixo, algumas opções para incluir no itinerário:

 

1) Flutuar no Mar Morto

Localizado a mais de 400 metros abaixo do nível do mar, o Mar Morto é o ponto mais baixo da face da Terra. Ele é alimentado por diversos afluentes, incluindo o Rio Jordão. Ao atingir o Mar Morto, as águas são bloqueadas pela terra e evaporam, deixando para trás um denso e rico coquetel de sais e minerais. A principal atração do Mar Morto é a água morna, calmante, super salgada – cerca de dez vezes mais salgada que água do mar – e rica em sais de cloreto de magnésio, sódio, potássio e outros elementos químicos, que tem atraído visitantes desde os tempos antigos, que aproveitaram de todas as vantagens da lama negra do Mar Morto e flutuaram relaxadamente enquanto absorviam os ricos minerais da água. Como a água é muito salgada e densa, flutuar no Mar Morto não exige esforço e até mesmo é possível ler um livro ou jornal por ali. A experiência é única!

 

2) Dormir no deserto

O deserto de Wadi Rum proporciona outra experiência incrível. No meio de penhascos, cânions e desertos infinitos, a perspectiva é totalmente diferente. Os passeios são feitos por cavalo, camelo ou veículo 4x4, mas para realmente descobrir os segredos de Wadi Rum, nada supera as caminhadas. Longe da estressante vida moderna, uma excelente ideia para incluir no roteiro é passar uma ou duas noites em um dos aconchegantes acampamentos beduínos no meio do deserto, sob um céu estrelado, e experimentar a deliciosa gastronomia local.

 

3) Conhecer Petra à luz de velas 

Petra, uma das maravilhas do mundo e Patrimônio da UNESCO, é o principal cartão-postal da Jordânia. A cidade foi esculpida na pedra pelos Nabateus, um povo árabe que se instalou ali há mais de 2000 anos, transformando-a em uma importante rota de comércio, seda e especiarias. Para conhecer Petra é preciso de pelo menos três ou quatro dias, já que há uma infinidade de monumentos e locais para explorar. Se visitar Petra durante o dia é inspirador, conhecê-la à noite à luz de 1.800 velas é realmente uma experiência de outro mundo! O caminho pelo Siq até o Tesouro (Al-Khazneh) – principal atração do local – é iluminado à luz de velas e ainda há uma apresentação de música dos beduínos no Tesouro. A experiência Petra By Night começa às 20h30 e termina às 22h, toda segunda, quarta e quinta-feira.

 

4) Fazer trilhas entre cânions

A Reserva da Biosfera Mujib é a reserva natural mais baixa do mundo, com uma variedade espetacular de paisagens perto da costa leste do Mar Morto. A reserva está localizada no profundo desfiladeiro de Wadi Mujib, que entra no Mar Morto a 410m abaixo do nível do mar. A Reserva se estende às montanhas Karak e Madaba ao norte e ao sul, atingindo 900 metros acima do nível do mar em alguns lugares. Essa variação de altitude, combinada com o fluxo de água durante todo o ano, proveniente de sete afluentes, significa que Wadi Mujib desfruta de uma magnífica biodiversidade que ainda está sendo explorada e documentada. Mujib tem cinco trilhas principais, três trilhas do rio e duas trilhas de terra - todas oferecem algumas das mais empolgantes trilhas da Jordânia. Sua caminhada mais extensa é conhecida como a “Trilha perdida para o Mar Morto”, uma expedição de um dia inteiro que desce as montanhas escarpadas de Mujib, em direção ao Mar Morto. Apenas para os corajosos!

 

5) Assistir apresentações romanas em um hipódromo milenar

A antiga cidade de Jerash é habitada há mais de 6.500 anos. A idade de ouro desta cidade veio sob o domínio romano, quando era chamada de Gerasa, e hoje em dia é reconhecida por ser uma das mais bem preservadas cidades romanas do mundo. Uma forma de voltar no tempo é assistir às apresentações diárias realizadas pela companhia teatral ‘Jerash Heritage Company’ mostrando carruagens dos romanos (RACE) no Hipódromo. O show conta com quarenta e cinco legionários com armadura em uma exibição de táticas do exército Romano de perfuração e batalha, dez gladiadores lutando “até a morte” e várias carruagens romanas competindo em uma clássica corrida de sete voltas em torno do milenar hipódromo.

 

Para saber mais sobre a Jordânia, acesse www.visitjordan.com e o site Bureau Mundo, escritório virtual da GVA: www.bureaumundo.com.

 

 

Sobre Jordânia

Jordânia é uma terra rica em história, oferece sol oito meses por ano; atrações culturais únicas, como Petra e Jerash, impressionantes ambientes naturais que são facilmente acessíveis e praticamente desconhecidos da indústria do turismo. Com a plena compreensão de que os destinos de férias de hoje devem ser mais diversificados, a Jordânia iniciou vários projetos que apresentam uma combinação de lazer, aventura e bem-estar, de modo a garantir que o viajante desfrute de uma única e inesquecível experiência. Da antiga cidade nabateia de Petra, às maravilhas do Mar Morto e de Wadi Rum até os renomados hotéis, centros comerciais e galerias de arte moderna de Amã, a Jordânia é verdadeiramente uma nação rica em história e cultura.

22/10/2019 11:19

100 anos da Coroa Tcheca

 

Este ano celebramos as cidades que são a porta de entrada para se conhecer as regiões tchecas. No entanto, existe uma ferramenta poderosa que abre todas as portas das regiões: a coroa tcheca. Em março de 2019, nossa moeda completou 100 anos e queremos compartilhar sua história com você.

O portal Radio Praha, com a ajuda de Ivana Vonderkova, preparou uma revisão histórica do CZK, que é compartilhada abaixo:

Há 100 anos, em 10 de abril de 1919, a Assembléia Nacional da República da Tchecoslováquia, constituída alguns meses antes, aprovou o nome oficial da nova moeda nacional, a coroa  tchecoslovaca.

Alois Rašín, foto: Wikimedia Commons, Public Domain

A Coroa da Tchecoslováquia e, posteriormente, tcheca percorreu um longo caminho com várias peripécias durante os 100 anos de sua existência. Mas, apesar das dificuldades que enfrentou ao longo dos anos, por exemplo, durante a ocupação nazista do país, quando foi chamada de Coroa do protetorado da Boêmia e Morávia, ou quando, com a divisão da Tchecoslováquia em 1993, foi renomeada como coroa tcheca, sobrevivendo até o presente.

Em outubro de 1918, a República Tchecoslovaca independente foi estabelecida após o colapso do Império Austro-Húngaro, após a Primeira Guerra Mundial. Alguns meses depois, entre 1º de março e 12 de março de 1919, a moeda do novo Estado independente emergiu através de uma reforma monetária secreta e da colocação de novos selos tchecoslovacos nas notas austríacas. O autor do projeto de reforma foi Alois Rašín, primeiro-ministro das Finanças da República da Tchecoslováquia, como lembra a historiadora Jana Čechurová, da Universidade Carolina de Praga.

“Ele era uma pessoa muito enérgica, capaz de enfrentar qualquer crise. Rašín também teve coragem suficiente para adotar soluções categóricas. Por isso, não hesitou em separar a moeda tchecoslovaca da austríaca e proceder a uma reforma monetária”.

Este passo ajudou significativamente o desenvolvimento da Tchecoslováquia, tanto política quanto economicamente.

 

  1. O nome coroa tchecoslovaca não surgiu da noite para o dia

No início, Alois Rašín não pensou em criar uma nova moeda chamada Coroa da Tchecoslováquia, de acordo com Jakub Kunert, do Banco Nacional Tcheco.

A ideia original de Rašín era que no país poderia haver dois tipos de moedas em paralelo. Uma seria o Franco da Tchecoslováquia, cujo valor seria apoiado por materiais preciosos, e o outro, uma Coroa da Tchecoslováquia, com  valor mais baixo. Quando uma nova moeda apareceu no país no início do ano, ela ainda não tinha nome. O nome oficial, Coroa da Tchecoslováquia, não foi concebido até abril de 1919, com a aprovação da nova Lei Monetária ”.

Os regulamentos, aprovados pela Assembléia Nacional da Tchecoslováquia em 10 de abril de 1919, encerraram definitivamente a moeda austríaca no país com um timbre do Estado da Tchecoslováquia, dando lugar ao uso oficial da nova moeda nacional, a Coroa da Tchecoslováquia.

Segundo Kunert, esse nome foi decidido após um amplo debate nacional. Alguns setores da sociedade queriam que se chamasse falcão, por exemplo, como a popular organização nacional de esportes ;outros queriam que fosse  leão, copiando o escudo do país ou até beterraba  para destacar o significado da beterraba sacarina, uma das plantas agrícolas mais cultivadas no campo local.

 

  1. As primeiras notas tchecoslovacas eram frequentemente falsificadas

Nota tchecoslovaca de maior valor, foto: Aurea Numismatika.

Logo após a aprovação do nome da moeda da Tchecoslováquia, começaram a aparecer as primeiras notas de 5000, 500, 100, 10 e 50 coroas, cujos projetos foram elaborados pelo pintor tcheco Alfons Mucha. Contudo, tendo em conta que, inicialmente, as notas eram feitas em tipografias, as notas falsas apareciam com muita frequência no mercado. É por isso que as notas de 5000 coroas deixaram de ser usadas gradualmente e se tornaram um item muito apreciado pelos colecionadores, segundo Lukáš Funk, funcionário da seção de numismática do Museu Nacional de Praga.

“A nota da Tchecoslováquia de maior valor para os colecionadores é, sem dúvida, a de 5000 coroas, de 1919. É apreciada porque é conhecida a existência de apenas 36 delas no mundo. Na República Tcheca, existem entre sete e oito, e o restante está em coleções numismáticas particulares ou estaduais em vários países. O preço de cada uma delas é calculado entre 98.000 euros e 195.000 euros.“

 

Foto: Arquivo do Banco Nacional Checo.

Por ocasião do centenário da Coroa da Tchecoslováquia, o Banco Nacional Tcheco cunhou uma moeda de ouro comemorativa com um valor nominal de cerca de 4.000.000 de Euros. Com seus 130 quilos de peso e uma média de 53,5 centímetros, é a maior moeda em um país da União Europeia e a segunda no mundo, segundo representantes do Banco Nacional Tcheco.

Esta moeda, juntamente com dezenas de outros artigos relacionados ao surgimento e desenvolvimento da Coroa Tcheca, pode ser vista em uma exposição intitulada '100 anos da Coroa Tcheco-Eslovaca', instalada nos antigos estábulos imperiais do castelo de Praga. A exposição durará até 12 de maio de 2020 e também mostra ensaios diferentes sobre as notas da Tchecoslováquia, realizadas por grandes pintores e artistas gráficos nacionais como Alfons Mucha, Max Švabinský e František Kysela.

Representantes do Banco Nacional Tcheco apresentaram outra moeda com um valor nominal de 2000 CZK, que foi cunhada precisamente para o dia do aniversário. É possível adquiri-la por 390 euros.

 

Fonte: https://www.radio.cz/es/rubrica/notas/la-corona-checa-cumple-100-anos

*O conteúdo deste blog não representa necessariamente a opinião do portal.

Turismo, mundo business e tendências de mercado Blog Turismo & Negócios, da jornalista de Turismo, Cristina Lira, formada em Comunicação - Jornalismo pela Universidade de Brasilia ( UnB) dará dicas de viagens, gastronomia, enoturismo, feiras de turismo, MICE e muito mais, além de divulgar o mundo business, tendências do mercado, da tecnologia, da energia, biocombustivel e petróleo!. Neste espaço vamos divulgar as news de Natal, do Brasil e Mundo. Noticias podem ser enviadas para o email lira_cris@hotmail.com Instagram @cristinaliraturismo

MAIS ACESSADAS