Turismo & Negócios

Planet Smart City elege a Região Metropolitana de Natal

Planet Smart City elege a Região Metropolitana de Natal



O empreendimento projetado para receber cerca de 15 mil pessoas está em desenvolvimento a 20 quilômetros da capital do Rio Grande do Norte, em São Gonçalo do Amarante

 

                                                                  Hub de inovação na Smat City Laguna, no Ceará. 

Com o conceito ‘Viver, além de morar’, a cidade é projetada e desenvolvida com o know-how desenvolvido pela Planet, que une soluções inteligentes em quatro pilares: Pessoas, Planejamento Urbano e Arquitetura, Tecnologia e Meio Ambiente para fazer da cidade um local que oferece qualidade de vida superior aos seus moradores. 

“O projeto oferece equilíbrio entre áreas verdes, núcleos residenciais, comerciais e empresariais e mobilidade inteligente. Nossas cidades são projetadas para serem inclusivas, autônomas e vibrantes, por isso implementamos uma série de atividades como biblioteca, cinema, cursos gratuitos e redes online, que incentivam a economia compartilhada e um novo jeito de viver em comunidade”, explica Susanna Marchionni, CEO da Planet no Brasil.

A segunda Cidade Inteligente Social do Mundo está localizada a 8 km do aeroporto internacional Governador Aluízio Alves, que foi premiado pelo Ministério dos Transportes como o melhor do Brasil na categoria de até 5 milhões de passageiros. A região da Smart City Natal também está situada em uma posição estratégica, sendo o ponto do Brasil mais próximo da Europa e um dos mais próximos da América do Norte. 

A Smart City Natal segue o sucesso de Smart City Laguna, que está sendo desenvolvida no Ceará e conquistou ampla cobertura de imprensa e vendas recordes. Com área total de 170 hectares, Natal iniciou a construção da primeira fase em março de 2019 e até o final do ano deverá receber os primeiros habitantes. Os lotes custam a partir de R$ 299 a parcela.

Investimento
Ao todo, serão investidos R$ 140 milhões. Para desenvolver a Smart City Natal, o Grupo Planet firmou parceria com a Habitax, empresa de urbanismo com forte presença no Nordeste do Brasil. 

Planet  App
O Planet App é o painel de controle da Cidade Inteligente. Os moradores podem baixar gratuitamente o aplicativo nas versões Android ou iOS. Após o cadastro, os usuários têm acesso a todos os serviços da cidade, além de contato com outros moradores, participação em projetos e atividades sociais. 

Uma das funcionalidades-chave é o botão SOS que, quando clicado, aciona os números de emergência pré-definidos pelo morador (parentes ou amigos), permitindo o chamado de socorro imediato, por meio da geolocalização. O aplicativo também mostra, em tempo real, o andamento das obras e o videomonitoramento das áreas comuns da Cidade Inteligente.

O que é uma cidade inteligente social?  
A cidade inteligente social é um conceito desenvolvido pela Planet Smart City que une soluções inteligentes e inovadoras em quatro pilares: Pessoas, Planejamento Urbano e Arquitetura, Tecnologia e Meio Ambiente para fazer da cidade um local que oferece qualidade de vida superior aos seus moradores. 

Ela é social porque tem foco no bem-estar das pessoas e no desenvolvimento de um ambiente inclusivo, harmonioso e colaborativo. A cidade inteligente social é desenvolvida de forma otimizada e, graças à tecnologia desenvolvida pela Planet, pode oferecer preços acessíveis.  

O Hub de Inovação é o coração social da cidade e oferece um local no qual os moradores e a comunidade do entorno têm acesso à biblioteca, cinema, cursos gratuitos e outras atividades sociais. O intuito é que a cidade seja vista como um parque tecnológico que atraia investimentos e gere retornos econômicos para moradores e investidores.

Sobre a Planet Smart City 
É líder global no desenvolvimento de projetos imobiliários inovadores de larga escala em países com grande déficit habitacional. Com abordagem holística, a companhia integra melhores práticas em arquitetura, planejamento urbano, sustentabilidade, tecnologias digitais e inovação social para tornar seus empreendimentos inteligentes. 

O Grupo projetou e está realizando o projeto-piloto Smart City Laguna, a primeira cidade inteligente social do mundo, em estágio avançado em São Gonçalo do Amarante, no Ceará, a 50 km de Fortaleza, que abrigará aproximadamente 25 mil  habitantes, em 6.500 unidades habitacionais, em uma área de 330 hectares. 

Com sede em Londres, a Planet tem escritórios no Brasil e na Itália, e está em franca expansão internacional. A meta é construir 8 cidades sociais inteligentes no mundo nos próximos 24 meses.  

Para saber mais: 
www.planetsmartcity.com
www.smartcitynatal.com.br

Evento Vinho B.O.N.S. Velho Mundo em Natal com Sommelier Antonio Pedro

 

        A Adega Perlage promove encontro em torno de Vinhos B.O.N.S. VELHO MUNDO - Biodinâmicos, Orgânicos, Naturais e Sustentáveis. O evento acontece no sábado,  dia 08 de junho (10h), na Adega Perlage (HC Plaza), com apresentação do Sommelier Antônio Pedro Lopes e degustação de três vinhosfranceses orgânicos da linha La Vieille Ferme.

O Sommelier Antônio Pedro vai falar sobre a origem dos vinhos “naturebas” e como eles se diferenciam dos demais. As características dos vinhos biodinâmicos, orgânicos, naturais e sustentáveis. E, já que o tema é Velho Mundo, o estudioso dos vinhos B.O.N.S. vai falar ainda sobre a autenticidade do terroir francês.

Após a apresentação, os participantes vão degustar três vinhos orgânicos franceses da linha La Vieille Ferme da conceituada vinícola Famille Perrin - La Vieille Ferme Blanc, La Vieille Ferme Rosé e La Vieille Ferme Rouge. ­­Os vinhos La Vieille Ferme são importados no Brasil pela WorldWine e comercializados com exclusividade pela Adega Perlage no Rio Grande do Norte.

O evento tem o custo de R$ 60,00 por pessoa incluindo a degustação dos três vinhos franceses orgânicos. Com vagas limitadas, as inscrições devem ser feitas antecipadamente. Informações pelos fones: (84) 2010.0005 e 99981.4880

VELHO MUNDO ORGÂNICO

Degustação de vinhos orgânicos franceses com o Sommelier Antônio Pedro

08/6/2019 - 10h

Preço: R$ 60,00

Adega Perlage – HC Plaza

Informações: (84) 2010.0005

 

Sobre Famille Perrin

Os vinhos La Vieille Ferme são produzidos no sul do vale do Rhône, sul da França, pela Famille Perrin que produz vinhos orgânicos na região há cinco gerações. A região é considerada por Jancis Robinson (importante crítica, jornalista e escritora de vinhos britânica), como “uma ponte entre o Rhône e a Provence”, pela produção de excelentes vinhos frescos e frutados.

O notável prestígio adquirido ao longo dos anos pela Famille Perrin, com estilo próprio de respeito pelo solo e valorização das características do terroir do Rhône, garante sua presença entre o PFV (“Primum Familiae Vini”), associação formada por 11 dos maiores produtores de vinho do mundo, dentre eles Château Mouton-Rothschild, Vega Sicilia e Hugel & Fils, produtor da Alsace.

Seus vinhos são reconhecidos mundialmente pela excelente relação qualidade / preço. Estão presentes em lojas, bares em restaurantes em diversos países. No Brasil, os vinhos tornaram-se ainda mais conhecidos através do Chef Eric Jacquin, apreciador e divulgador dos vinhos da linha La Vieille Ferme.

 

Sobre os Vinhos La Vieille Ferme (França)

 

Produzidos na região francesa de Côtes du Ventoux e Côtes du Lubéron, que cobre aproximadamente 7.700ha., no sul do Rhône, os vinhos La Vieille são frescos e frutados. Os vinhos expressam com maestria a tipicidade do terroir.

A região é famosa também pela corrida de bicicletas chamada Tour de France que tem uma das subidas mais difíceis da turnê no Mont Ventoux (2000m de altura). Lá a produção é predominantemente de vinhos tintos e rosés, a partir das uvas Grenache, Syrah, Carignan, Cinsaut, Mourvèdre e Picpoul Noir. Os vinhos brancos, em pequena quantidade, são das uvas Clairette, Bourboulenc e uma quantidade menor de Grenache Blanc, Roussanne, Ugni Blanc, Picpoul Blanc e Pascal Blanc.

Com cerca da metade da área de Ventoux, Côtes du Lubéron produz uma boa quantidade de vinhos tintos, brancos e rosés. Seus tintos são conhecidos pela boa fruta, cor e caráter. Os brancos são nítidos, em parte devido ao arrefecimento das noites que dá às uvas uma quebra do calor e confere sabor e frescura.

 

 

 

La Vieille Ferme Blanc

Região: Cotê du Rhone

Uvas: Bourboulenc, Grenache Blanc, Ugni Blanc e Rolle

Elaboração: Fermentado em tanques de aço inox e sem maturação em carvalho

Aroma: frutas cítricas (lima), frutas brancas (peras e maçãs), notas de flores brancas e toques minerais.

Sabor: leve, com bom equilíbrio e frescor. Final de boca agradável, destacando frutas cítricas, frutas brancas, além de flores e toques minerais.

Harmonização: Aperitivos, saladas com molhos leves, preparações a base de pescados e frutos do mar e queijos de massa mole.

 

La Vieille Ferme Rosé

Região: Cotê du Rhone

Uvas: Cinsault, Grenache e Syrah

Elaboração: Fermentado em tanques de aço inox e sem maturação em carvalho

Aroma: frutas vermelhas frescas (morango), notas de frutas brancas (Pêssegos, peras e maçã verde), além de toques florais.

Sabor: leve, com acidez equilibrada e final de boca agradável, destacando-se frutas vermelhas, cítricas e toques florais

Harmonização: Aperitivos, entradas leves, carpaccio e preparações a base de frutos do mar e pescados.

 

La Vieille Ferme Rouge

Região: Cotê du Rhone

Uvas: Grenache, Carignan, Cinsault e Syrah

Elaboração: Fermentado em tanques de aço inox e 15% do vinho tem estágio em carvalho por 10 meses

Aroma: frutas vermelhas frescas (morangos, cerejas e framboesas), notas florais, de especiarias (pimenta preta) além de toques defumados.

Sabor: leve, com taninos finos e boa acidez. Final de boca revela notas de frutas vermelhas e pretas maduras (cerejas e framboesas), notas de especiarias e toques defumados.

Harmonização: Entradas leves, preparações a base de carne branca, como aves, massas com molhos a base de tomate e queijos amarelos.

 

Brasil aposta no Turismo - máquina de gerar emprego e renda

Brasil aposta no Turismo - máquina de gerar emprego e renda

legenda da foto : Johnny Saad, presidente do Grupo Bandeirantes de Comunicação e Carlos Prado, CEO da Tour House 

Há um movimento inédito no país, consistente e articulado, que converge para as virtudes do Turismo enquanto vetor poderoso de desenvolvimento sustentável. Finalmente são percebidos sinais claros de que a atividade deixa de ser vista como apêndice secundário para ganhar status de foco prioritário. E de pauta econômica sustentada em políticas de Estado mais ambiciosas e abrangentes, incluindo modernização legislativa e flexibilidade na relação com a indústria turística internacional.

Dados da OMT (Organização Mundial do Turismo), do Ministério do Turismo, da Embratur e do Conselho Mundial do Turismo descrevem e atestam a força econômica do setor que ocupa posição de liderança global no ranking dos que mais geram empregos. Por outro lado, IBGE divulgou, no último dia de maio, a taxa de desemprego no país, que permanece elevada e constitui o grande desafio do atual governo. 

Para corroborar a perspectiva real de o Turismo protagonizar, no curto e médio prazo, mudanças profundas no cenário, o Fórum Econômico Mundial dá conta de que o Brasil ocupa o 1º lugar no ranking dos países com mais atrativos turísticos naturais, Não bastasse isso, ocupa o honroso 8º lugar em atrativos culturais, espalhados de norte a sul nas dimensões continentais de um país singular em termos de formação étnica, identidade linguística, expressividade musical e peculiaridades gastronômicas.

Flexibilização na ordem do dia

No próximo dia 17 de junho, entra em vigor a medida que flexibiliza a concessão de vistos para viajantes de EUA, Canadá, Austrália e Japão) entrarem no país. Ao mesmo tempo, também entra em vigor a liberação de 100% de capital estrangeiro para atrair novas empresas aéreas. Medidas são reivindicadas há mais de duas décadas pelas entidades que representam o trade turístico no Brasil e deverão favorecer a atratividades do destino, acirrar a concorrência e ampliar a malha de conexão aérea. 

Turismo é muito mais que curtir praia no final de semana. Além do lazer, Inclui o rico mercado de viagens corporativas, ajuda a romper a falsa e nefasta impressão de que o Turismo é supérfluo ou gênero de segunda necessidade. Viagens de negócios (dados BI Abracorp) são essenciais para ativar a economia. Do mesmo modo, viagens internacionais não podem mais ser percebidas como fator de déficit na balança comercial. 

No exterior é que são realizados acordos que resultam na expansão de mercado para a exportação de produtos e serviços que geram empregos no país e impactam diferentes cadeias produtivas. Viagens de intercâmbio (brasileiros que viajam ao exterior para estudar) contribuem com o aprimoramento e a qualificação profissional, cada vez mais necessária, demandada pelos três setores da economia: primário, secundário e terciário.

Turismo pelo Brasil

Na esteira dos novos sinais e ações substantivas que se esboçam, as principais lideranças setoriais do Turismo brasileiro aderem à campanha lançada pelo Grupo Bandeirantes de Comunicação – "Turismo pelo Brasil: quando o turismo cresce, o Brasil cresce junto". Notícias, entrevistas e reportagens, trabalhadas com as ferramentas e qualidade profissional do jornalismo, entraram na grade de programação da rede – TV, rádio e em toda a capilaridade digital de que esses meios dispõem.

Exemplo de postura proativa, que aposta todas as fichas no fortalecimento e reinvenção da indústria turística brasileira vem da Tour House Viagens e Turismo – uma TMC (Travel Management Company) fundada em 1990 que tem no comando o empresário Carlos Prado. Exemplo típico e bem-sucedido de self-made man, Prado fez da sua agência uma das mais importantes do país. Em função dos valores que defende e da liderança que exerce, ele preside o Conselho de Administração da Abracorp – Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas.

“Temos de desviar o olhar do próprio umbigo para enxergar o Turismo como prioridade estratégica ao desenvolvimento sustentável do Brasil. Por isso, a Tour House decidiu investir na campanha de iniciativa cooperada lançada pelo Grupo Bandeirantes de Comunicação. A veiculação de spots assinados pela Tour House em prol da campanha começa em 10 de junho, na Rádio Bandeirantes; Band News e Rádio Trânsito”, explica Carlos Prado.

O executivo acrescenta que a campanha “Turismo pelo Brasil – quando o turismo cresce, o Brasil cresce junto” já se revela acertada e vencedora nos propósitos que a inspiraram. “É muito gratificante constatar a movimentação das agências de publicidade, marketing digital e live marketing, que se empenham na criação e na produção de mensagens voltadas ao desejo coletivo de um Brasil economicamente viável, socialmente justo e ambientalmente responsável. Afinal, o Turismo constitui a opção mais rápida, segura e promissora para o Brasil reverter os números adversos da economia e entrar em um novo círculo virtuoso”, conclui Carlos Prado.

Colégio Embraer abre as inscrições para o processo seletivo

 O Colégio Embraer abriu hoje as inscrições para o Processo Seletivo 2020. São 320 vagas para alunos do ensino médio nas regiões de São José dos Campos e Botucatu, no interior de São Paulo. A novidade deste ano é a possibilidade de participação na modalidade “treineiro”, destinada aos estudantes que ainda não terminaram o ensino fundamental, mas que desejam conhecer a prova.

 

O edital que indica os critérios para a seleção e detalhes sobre as inscrições está disponível no sitewww.institutoembraer.com.br. O processo seletivo é realizado pela Fundação Vunesp e a taxa para inscrição é de R$ 55,00. A prova acontece no dia 25 de agosto.

 

No Colégio Embraer de São José dos Campos estão disponíveis 160 vagas sociais e 40 para alunos pagantes. Em Botucatu, são oferecidas 96 vagas sociais e 24 para pagantes.

 

Anualmente, as duas unidades de ensino atendem a 960 alunos (sendo 600 em São José dos Campos e 360 em Botucatu), que são divididos pelos três anos do ensino médio. Além da alta taxa de aprovação dos estudantes em universidade públicas, na ordem de 80%, o diferencial dos colégios está na formação dos estudantes como cidadãos livres, ativos e solidários, capazes de entender e atuar no mundo de forma criativa e ética.

 

Sobre o Instituto Embraer

 

O Instituto Embraer de Educação e Pesquisa foi criado em 2001, com o objetivo de investir o capital social privado da Embraer em programas voltados para educação. As iniciativas têm como base 3 frentes de atuação: educação, engajamento com a sociedade e preservação da memória. O Instituto desenvolve a maioria de seus programas nas regiões em que a Embraer está presente: São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina e Distrito Federal. As iniciativas são conduzidas de forma alinhada à agenda dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), das Nações Unidas, ao poder público, parceiros locais e empregados voluntários engajados.

 

Há ainda crescente participação das comunidades locais na definição de prioridades estratégicas, por meio de consultas públicas e pesquisas de opinião. O Instituto é regido por um estatuto social que prevê transparência e responsabilidade em sua atuação, assim como regulamenta as atribuições de seus Conselhos Deliberativo, Fiscal e da Diretoria Executiva.

 

Sobre a Embraer

 

Empresa aeroespacial global com sede no Brasil, a Embraer completa 50 anos de atuação nos segmentos de Aviação Comercial, Aviação Executiva, Defesa & Segurança, Aviação Agrícola. A Companhia projeta, desenvolve, fabrica e comercializa aeronaves e sistemas, além de fornecer Serviços & Suporte a clientes no pós-venda.

 

Desde que foi fundada, em 1969, a Embraer já entregou mais de 8 mil aeronaves. Em média, a cada 10 segundos uma aeronave fabricada pela Embraer decola de algum lugar do mundo, transportando anualmente mais de 145 milhões de passageiros.

 

A Embraer é líder na fabricação de jatos comerciais de até 150 assentos e a principal exportadora de bens de alto valor agregado do Brasil. A empresa mantém unidades industriais, escritórios, centros de serviço e de distribuição de peças, entre outras atividades, nas Américas, África, Ásia e Europa.

No RN, Ministério do Turismo e Sebrae apresentam primeiro seminário itinerante

O Ministério do Turismo, em parceria com o Sebrae e a Secretaria de Turismo do Rio Grande do Norte, realiza na manhã desta terça-feira (04), em Natal, o primeiro seminário itinerante do programa Investe Turismo.

A iniciativa visa reunir atores públicos e privados envolvidos nos projetos de gestão integrada e qualificação da rota estratégica do estado, identificando oportunidades de negócios, políticas públicas e outras ferramentas oferecidas pelo programa para potencializar o desenvolvimento da atividade turística local.

O secretário nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo do Ministério do Turismo, Aluizer Malab, atenderá a imprensa no local para apresentar o conjunto de ações de estímulo ao turismo previstos pelo programa.

A rota estratégica do Rio Grande do Norte contempla Natal e mais oito destinos da costa potiguar. A ideia é que os projetos que serão implementados aumentem a qualidade e competitividade dos destinos selecionados.

SERVIÇO:
1º Seminário Itinerante do Programa Investe Turismo – Natal (RN)
Data: 04/06/2019
Local: Auditório do Hotel-Escola Barreira Roxa, Av. Senador Dinarte Medeiros Mariz (via Costeira).
Horário: 8h30

O Museu Mais Doce do Mundo chega ao Brasil

O Museu Mais Doce do Mundo chega ao Brasil

 

 

Casa em São Paulo será o espaço mais instagramável, doce e feliz do país, de 20 de junho a 18 de agosto

 

Entrar em uma piscina de marshmallows, entrar um donut gigante, pular numa grande batedeira e acompanhar uma esteira de cookies saindo do forno, tudo em um grande labirinto cor-de-rosa: isso já fez parte de seus sonhos? O Museu Mais Doce do Mundo está chegando no Brasil para proporcionar experiências felizes para pessoas de todas as idades.

Depois de fazer sucesso em Lisboa, com o nome de The Sweet Art Museum e três meses de lotação esgotada, a colorida e irreverente exposição terá sua primeira edição brasileira em São Paulo, de 20 de junho a 18 de agosto. Em setembro, segue para o Rio de Janeiro.

Com o tema “Diga Sim à Felicidade!”, o Museu convida o público a vivenciar os 15 ambientes-instalações de uma casa de dois andares no Jardim América, repleta de doces em grande escala, como se o mundo fosse feito de confeitos.

“É um espaço paralelo à realidade, uma chamada a momentos únicos de diversão e felicidade, com experiências que remetem ao imaginário de brincadeira e de gostosura que todo mundo traz da infância consigo. Quem nunca pensou em entrar em um lugar cheio de doces?”, diz Carla Santos, idealizadora do Museu Mais Doce do Mundo.

Digital e Instagramável

O espaço não é para comilança, mas para diversões. “Não é um museu de doces, e sim um museu doce”, complementa.

A cenografia pensada nos mínimos detalhes não deixa dúvida sobre a intenção. Com novidades em relação à edição portuguesa, as instalações foram planejadas para despertar as memórias afetivas por meio das cores, cheiros, tatos e gostos. Para quem ama comer doces, haverá momentos de degustação.

Tudo foi pensado para ser o espaço mais instagramável, doce e feliz do país. “Todas as experiências podem ser filmadas e fotografadas, em cenários muito divertidos, para que o público compartilhe suas brincadeiras com quem quiser”, destaca Luzia Canepa, diretora da empresa Aúna, que traz o projeto para o Brasil. “É impossível não sair de lá feliz”, provoca.

As imagens desse universo de sonhos, doces e cores podem ser acompanhadas das hashtags  #digasimafelicidade e #omuseumaisdocedomundo

No decorrer da experiência, além de doces, os visitantes serão surpreendidos com conteúdos de realidade aumentada via o aplicativo do Museu.

O visitante compra o ingresso com a hora marcada. O roteiro, de uma hora de duração, será feito em grupos de até 20 pessoas. A venda ocorre antecipadamente pelo site Eventim, mas também poderá ser realizada na bilheteria do local. Os ingressos estarão disponíveis para venda no sábado, 1º de junho.

A cada ingresso vendido, o Museu doará R$ 0,50 para a instituição Renovatio, que ajuda crianças e adolescentes a enxergar melhor o mundo, promovendo exames de vista e doação de óculos de grau. A ideia é que, com a doação d’O Museu Mais Doce do Mundo, sejam atendidas pelo menos 400 pessoas.

Marcas Parceiras

O Museu Mais Doce do Mundo conta com a parceria de grandes marcas, como Bauducco, Leite Moça, Itubaína, Multiplan e Perfumaria Puig.

Serviço:

O Museu Mais Doce do Mundo

Quando: de 20 de junho a 18 de agosto, das 11h às 21h, de terça-feira a domingo

Classificação etária: livre. Menores de 14 anos de idade devem estar acompanhados dos pais ou responsáveis

Como funciona: o roteiro dura uma hora, com visitas aos 15 ambientes. Ao comprar o ingresso, o usuário escolhe o horário da visita

Ingressos pelo site www.eventim.com.br: R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia-entrada para estudantes; idosos; pessoas com deficiência; profissionais das escolas públicas estaduais e municipais de SP; jovens de 15 a 29 anos de baixa renda inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal) no www.eventim.com.br

Ingressos no local: R$ 66 (inteira) e R$ 33 (meia-entrada), com pagamentos em dinheiro ou em cartão de débito

Endereço: Rua Colômbia 157, Jardim América, São Paulo

Blogs

Natal tem noite chuvosa com trovões e relâmpagos