Turismo & Negócios

Alitalia oferece novo kit de bordo assinado pela Diesel para Econômica Premium

A Alitalia lançou este mês um novo kit de amenities para a Classe Econômica Premium. Os passageiros já estão recebendo necessaires exclusivas assinadas pela renomada marca italiana Diesel. Dada a forte personalidade da Diesel e os valores associados a marca, foram criados kits com jogos de cores e formas. São quatro modelos diferentes de necessaire, tornando o kit um item colecionável.

A pequena bolsa tem um design inteligente e é feita de tecido neoprene. No seu interior, é possível encontrar acessórios e produtos cosméticos que tornam a experiência de viagem ainda mais confortável, sendo eles: kit dental, com escova e pasta de dente; kit noturno, com confortáveis meias de algodão e máscara para dormir; escova de cabelo dobrável; cosméticos Diesel: tônico facial para garantir uma hidratação instantânea e prolongada durante todo o voo e um delicado protetor labial. Todos os produtos foram cuidadosamente selecionados para o bem-estar dos passageiros Alitalia durante e após o voo.

No Brasil, a Alitalia tem voos diários saindo do Rio de Janeiro e dois voos por dia saindo de São Paulo, todos com destino a Roma e conexões. A companhia voa para 26 destinos italianos e 68 internacionais, com uma frota de 118 aeronaves, realizando mais de 2.100 frequências semanais.

 

Sobre a Alitalia

A Alitalia - Società Aerea Italiana (www.alitalia.com.br) é a maior companhia aérea italiana. Como parte de sua programação de verão europeu de 2019, a Alitalia voa para 100  destinos, incluindo 26 destinos italianos e 68 internacionais, com mais de 2.100 frequências semanais e 151 rotas. A Alitalia possui uma das frotas mais modernas e eficientes do mundo. A companhia é membro da aliança SkyTeam e faz parte da Transatlantic Joint Venture, juntamente com a Air France-KLM e a Delta Air Lines.

 

Sobre a Global Vision Access

A Global Vision Access é uma empresa de comunicação e marketing em turismo, reconhecida no mercado nacional e internacional. A GVA facilita a entrada e a consolidação de destinos turísticos no mercado brasileiro, oferecendo serviços de planejamento estratégico, marketing e relações públicas e sempre se destacando com os projetos especiais que desenvolve. Fazem parte do portfólio da empresa Jordânia, Mônaco, Noruega, Ilhas Seychelles e Alitalia. Também inclui-se ao portfólio da GVA parcerias estratégicas com organizações e empresas de outras indústrias que buscam maximizar exposição, oportunidades de negócios e retorno sobre o investimento para cada cliente.Para saber mais sobre a empresa, acesse o Bureau Mundo, escritório virtual da GVA: www.bureaumundo.com

Fórum Profissional 4.0 traz a Natal a escritora e palestrante Martha Gabriel

 

A autora do best seller “Marketing na Era Digital” fará a palestra magna do evento, que contará com programação variada


Como se preparar e ter sucesso frente às intensas mudanças que o mercado de trabalho e o empreendedorismo vêm sofrendo: esse é o tema central do “Fórum Profissional 4.0: Futuro do Trabalho”, que acontece na Universidade Potiguar (UnP), unidade da avenida Roberto Freire, às 18h30 do dia 25 de setembro.

Voltado para que estudantes, profissionais e empresários descubram os caminhos do futuro dos negócios promissores, o Fórum já está com as inscrições abertas, que podem ser feitas por meio do site www.unp.br/eventos , ao preço de R$ 20,00. O evento é promovido pelo pela UnP, Sebrae, jornal Tribuna do Norte e Instituto Metrópole Digital (IMD).

Escritora best seller

A palestra magna do evento será ministrada pela consultora Martha Gabriel, que também é escritora, e palestrante nas áreas marketing digital, inovação e educação. Ela é autora de seis livros, inclusive o best seller “Marketing na Era Digital” e de “Educ@r: a (r)evolução digital na educação”, que foi finalista do Prêmio Jabuti em 2014.

Martha Gabriel também já foi palestrante de quatro TEDx e atua como keynote speaker internacional com mais de 70 palestras no exterior, tendo sido premiada três vezes como melhor palestrante em congressos nos Estados Unidos.

Programação

Mais três palestrantes vão participar do Fórum. Uma delas é a empresária Luana Wandecy, CEO e confundadora da startup potiguar BlinDog, empresa que recebeu neste ano um investimento de R$ 300 mil, durante o reality show Shark Tank, da Sony. O aporte foi feito pelo empresário João Appolinário, presidente e fundador da rede Polishop.

A BlinDog foi startup destaque no programa de aceleração do Inovativa Brasil 2018 e atualmente está no ranking das 30 empresas mais inovadoras do país na área da saúde, de acordo com o Brazilian Pharma e Health. Além de empreendedora, sua CEO é engenheira da computação, mestre em tecnologia e inovação, entusiasta em sistemas embarcados e apaixonada por cães, o que a levou a criar seu principal produto: uma coleira inteligente que ajuda a guiar cachorros cegos.

Redes sociais

O empresário e empreendedor social George Daniel, que possui mais de 2 milhões de seguidores nas redes sociais e é o idealizador do perfil de humor e cultura @SignosNordestinos, também fará parte do evento. Em 2019 ele foi agraciado como destaque no programa de aceleração do YouPix, uma das principais empresas de conexão entre marcas e criadores de conteúdo do país.

Tendo atuado no passado como analista e gestor de mídias sociais, George Daniel já palestrou nas maiores entidades de ensino e negócios do Nordeste, entre elas a UFRN, UFPB, IFRN, SEBRAE-RN, SEBRAE-BA e Campus Party Recife, além da feira de livros FLIQ.

A outra palestrante do “Fórum Profissional 4.0: Futuro do Trabalho” é Maria Rita, estudante de publicidade e empreendedora focada em impacto social. Ela desenvolveu a inciativa Trilha Criativa, que visa transformar o empreendedorismo para crianças em práticas gamificadas, atuando em escolas do Rio Grande do Norte.  Maria Rita já ganhou premiações como o concurso global de habilidades de apresentação da Laureate, Ginga Tank UnP e faz parte do edital de impacto social do SEBRAE-RN. 

Sustentabilidade ganha espaço na ABAV Expo

 

Feira terá gestão de resíduos sólidos gerados no evento


A ABAV EXPO apoia a campanha Sou Resíduo Zero, que visa a gestão inteligente de todos os seus resíduos provenientes da montagem, realização e desmontagem. O objetivo da campanha é desviar a maior quantidade possível de materiais do aterro sanitário e incorporá-los novamente na cadeia produtiva. Esse processo conta com mais de 30 pessoas envolvidas na separação dos materiais, que são classificados em até 12 tipologias.

A organização da ABAV EXPO acredita que a boa gestão de resíduos não depende apenas do momento de separação dos materiais. Com o objetivo de sempre melhorar os resultados alcançados, a campanha se preocupa em engajar todos os expositores, montadoras e equipe de limpeza, além da utilização dos canais de comunicação para engajar os visitantes.

O Recife, presente nesta edição da ABAV Expo com o tema do Verdadeiro Carnaval de Rua do Brasil, e réplicas do Galo Artesão, representando o Galo da Madrugada do artista Leopoldo Nóbrega, entre outras atrações, está  apoiando a ação de sustentabilidade. A marca do Recife vai figurar em toda a área de recolhimento e reciclagem de credenciais do evento, além do setor de coleta seletiva, e será oferecido aos visitantes um brinde especial – um canudo sustentável para quem tirar uma foto no Espaço Recife, junto ao Galo Artesão, seguir e postar marcando o Instagram @visit.recife.

Sobre a ABAV Expo 
Realizada pela Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV Nacional), a ABAV Expo é uma das feiras brasileiras de maior longevidade e considerada a maior e mais importante para o setor de negócios de turismo. O evento contribui de maneira decisiva para a consolidação de acordos entre empresas dos cinco continentes e favorece toda a cadeia produtiva global do turismo, ao atrair a participação massiva de agentes de viagens e outros profissionais do setor, dos mais diversificados nichos de mercado, além de compradores convidados, nacionais e internacionais.
 
Entre os expositores estão companhias aéreas brasileiras e estrangeiras; os mais expressivos operadores de turismo; empresas de cruzeiros marítimos e de segmentos especializados, como Corporativo, MICE (Meetings, Incentives, Conferences, Exhibitions), Luxo e LGBT; os principais meios e redes de hospedagem; locadoras de veículos; equipamentos turísticos, e fornecedores de soluções de tecnologia voltadas ao setor, além de representações de destinos e órgãos oficiais de turismo. Site:?www.abavexpo.com.br
 
Sobre a ABAV Nacional 
Reconhecida como uma das principais entidades de turismo no Brasil, com crescente força política, a ABAV Nacional está presente em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal. Sua base é composta por 2,2 mil empresas associadas, entre agências de viagens, operadoras e consolidadoras, que juntas respondem por cerca de 80% de toda a movimentação de vendas do setor no país. 
 
A entidade tem sua imagem fortalecida por meio de iniciativas do seu Instituto de Capacitação e Certificação (ICCABAV), na promoção de cursos, palestras, estudos e convênios de cooperação, e na gestão e curadoria da Vila do Saber, o espaço dedicado à difusão do conhecimento e à capacitação profissional integrado à programação da ABAV Expo. 
 
Globalmente está integrada à World Travel Agents Association Alliance (WTAAA) e ao Fórum Latino-Americano de Turismo (Folatur).Site: www.abav.com.br 
 
 
Sobre a Braztoa
A Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo) reúne operadoras de turismo, colaboradoras e empresas de representação de produtos e destinos, além de convidados, responsáveis por estimados 90% das viagens organizadas de lazer, comercializados pela cadeia produtiva no Brasil. Em 2018, as operadoras associadas à Braztoa faturaram R$ 13,1 bilhões e embarcaram 6,5 milhões de passageiros durante todo o ano. Essas mesmas empresas geraram um impacto econômico de R$ 11,2 bilhões para a economia nacional, neste mesmo período (quantia que contempla a soma do valor dos pacotes comercializados para destinos nacionais, com o gasto médio diário com extras do turista nos destinos). Site:www.braztoa.com.br 

Sustentabilidade ganha espaço na ABAV Expo

 

Feira terá gestão de resíduos sólidos gerados no evento


A ABAV EXPO apoia a campanha Sou Resíduo Zero, que visa a gestão inteligente de todos os seus resíduos provenientes da montagem, realização e desmontagem. O objetivo da campanha é desviar a maior quantidade possível de materiais do aterro sanitário e incorporá-los novamente na cadeia produtiva. Esse processo conta com mais de 30 pessoas envolvidas na separação dos materiais, que são classificados em até 12 tipologias.

A organização da ABAV EXPO acredita que a boa gestão de resíduos não depende apenas do momento de separação dos materiais. Com o objetivo de sempre melhorar os resultados alcançados, a campanha se preocupa em engajar todos os expositores, montadoras e equipe de limpeza, além da utilização dos canais de comunicação para engajar os visitantes.

O Recife, presente nesta edição da ABAV Expo com o tema do Verdadeiro Carnaval de Rua do Brasil, e réplicas do Galo Artesão, representando o Galo da Madrugada do artista Leopoldo Nóbrega, entre outras atrações, está  apoiando a ação de sustentabilidade. A marca do Recife vai figurar em toda a área de recolhimento e reciclagem de credenciais do evento, além do setor de coleta seletiva, e será oferecido aos visitantes um brinde especial – um canudo sustentável para quem tirar uma foto no Espaço Recife, junto ao Galo Artesão, seguir e postar marcando o Instagram @visit.recife.

Sobre a ABAV Expo 
Realizada pela Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV Nacional), a ABAV Expo é uma das feiras brasileiras de maior longevidade e considerada a maior e mais importante para o setor de negócios de turismo. O evento contribui de maneira decisiva para a consolidação de acordos entre empresas dos cinco continentes e favorece toda a cadeia produtiva global do turismo, ao atrair a participação massiva de agentes de viagens e outros profissionais do setor, dos mais diversificados nichos de mercado, além de compradores convidados, nacionais e internacionais.
 
Entre os expositores estão companhias aéreas brasileiras e estrangeiras; os mais expressivos operadores de turismo; empresas de cruzeiros marítimos e de segmentos especializados, como Corporativo, MICE (Meetings, Incentives, Conferences, Exhibitions), Luxo e LGBT; os principais meios e redes de hospedagem; locadoras de veículos; equipamentos turísticos, e fornecedores de soluções de tecnologia voltadas ao setor, além de representações de destinos e órgãos oficiais de turismo. Site:?www.abavexpo.com.br
 
Sobre a ABAV Nacional 
Reconhecida como uma das principais entidades de turismo no Brasil, com crescente força política, a ABAV Nacional está presente em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal. Sua base é composta por 2,2 mil empresas associadas, entre agências de viagens, operadoras e consolidadoras, que juntas respondem por cerca de 80% de toda a movimentação de vendas do setor no país. 
 
A entidade tem sua imagem fortalecida por meio de iniciativas do seu Instituto de Capacitação e Certificação (ICCABAV), na promoção de cursos, palestras, estudos e convênios de cooperação, e na gestão e curadoria da Vila do Saber, o espaço dedicado à difusão do conhecimento e à capacitação profissional integrado à programação da ABAV Expo. 
 
Globalmente está integrada à World Travel Agents Association Alliance (WTAAA) e ao Fórum Latino-Americano de Turismo (Folatur).Site: www.abav.com.br 
 
 
Sobre a Braztoa
A Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo) reúne operadoras de turismo, colaboradoras e empresas de representação de produtos e destinos, além de convidados, responsáveis por estimados 90% das viagens organizadas de lazer, comercializados pela cadeia produtiva no Brasil. Em 2018, as operadoras associadas à Braztoa faturaram R$ 13,1 bilhões e embarcaram 6,5 milhões de passageiros durante todo o ano. Essas mesmas empresas geraram um impacto econômico de R$ 11,2 bilhões para a economia nacional, neste mesmo período (quantia que contempla a soma do valor dos pacotes comercializados para destinos nacionais, com o gasto médio diário com extras do turista nos destinos). Site:www.braztoa.com.br 

Usar os R$ 500,00 do FGTS para adiantar gastos da viagem de fim de ano?

O Saque do FGTS, que foi liberado pelo governo federal, está sendo aguardado por muito brasileiros, principalmente para aqueles que pretendem pagar dívidas com o montante. Mas saiba que a espera não é só para pagar contas não, o valor liberado pode ser um incentivo para o brasileiro se programar e adiantar algumas despesas de fim de ano, como viagens, por exemplo.

Segundo especialistas da Câmbio Store, o valor liberado poderá desafogar em até 25% os gastos de quem vai viajar no fim do ano, isto é, para os destinos nacionais. Agora para quem pretende passar as férias fora do Brasil, pode chegar a 10%.

“Por se tratar de um dinheiro extra que cairá na conta, usá-lo para arcar despesas da viagem ajudará o viajante a não cair no vermelho ao retornar das férias de fim de ano. Por isso, se não tiver algo emergencial, estabeleça prioridades no seu planejamento financeiro e use parte do dinheiro, ou todo, para adiantar detalhes da viagem”, orienta José Marques da Costa, CEO da Câmbio Store.

Segundo o especialista, os R$ 500,00 do FGTS poderão ser usados para os seguintes gastos da viagem de fim de ano:

 

Adiantar a compra de moeda estrangeira

Sabemos que a compra de dólar, euro e outra moeda estrangeira, nem sempre é fácil. A oscilação das moedas e altas taxas de conversão não contribuem para a compra, fazendo com que o viajante procure outras alternativas para isso, como por exemplo, a compra parcelada e o uso de cartão de crédito no exterior.

Usar os R$ 500,00 do FGTS para a compra de moeda estrangeira é uma boa opção, principalmente se o viajante deixar para cima da hora. Segundo a Câmbio Store, se usar os R$ 500 para comprar dólar em espécie, que é a moeda mais levada em viagens internacionais, já são um pouco mais que 100 dólares disponíveis a mais para gastar na viagem.

 

Contratar seguro viagem

Seguro de vida é algo que o viajante sempre deixa para última hora. Usar os R$ 500 liberados pelo governo para a contratação desse serviço  vai fazer com que o viajante economize e não precise tirar do seu planejamento financeiro. Geralmente priorizam-se as passagens aéreas, hospedagem, câmbio e por último o seguro viagem, se usar o FGTS, essa ordem será invertida. 

Vale lembrar que, o viajante precisa procurar a melhor opção custo-benefício de seguro, dependendo, ainda sobra algum dinheiro para destinar a outros gastos da viagem.

 

Depositar no cartão-pré pago internacional

Diferente de levar o dinheiro em espécie nas viagens, o cartão-pré pago é uma segurança a mais para o viajante, pois não será necessário sair com dinheiro na carteira. Os R$ 500,00 do FGTS poderá ser depositado no cartão pré-pago,assim, o viajante não precisa se preocupar em levar em espécie toda vez que for almoçar no restaurante ou comprar algo na loja. 

Hoje já existem estabelecimentos em todo o mundo que aceita o cartão pré-pago internacional. O único ponto negativo em depositar o montante é a taxa de conversão, que costuma ser um pouco mais alta, mas vale a pena pela segurança oferecida.

 

Ainda não sabe como usar os R$ 500,00 do FGTS em gastos da viagem? Apenas Reserve!

A reserva de emergência é essencial no planejamento financeiro de qualquer viajante, pois por mais que ele esteja ciente de toda a sua situação, imprevistos sempre acontecem. Por isso, deixar o dinheiro guardado em alguma conta, ou até mesmo na carteira, poderá ser um escape em situações de risco. 

Procure saber se o cartão que será usado é aceito nos estabelecimentos de outros países, caso precise utilizar a reserva. Depositar o montante em cartão pré-pago ou levá-lo para converter ao chegar também podem ser boas alternativas.

Não é todo dia que temos R$ 500,00 a mais em nossa conta, por isso, estabeleça prioridades e use o dinheiro com consciência!

 

Sobre a Câmbio Store

A Câmbio Store é um marketplace de câmbio no Brasil, conectando usuários a casas de câmbio em todo país de maneira fácil e segura, oferecendo a possibilidade de recebimento em casa (delivery) ou retirada em loja. A Câmbio Store é a única no segmento a trabalhar a venda de moedas em até 12x no cartão de crédito. A startup surgiu no início de 2016 e hoje conta com mais de 50 casas de câmbio espalhadas por todo Brasil. A empresa já movimentou cerca de 500 milhões de reais desde o surgimento e pretende crescer em pelo menos 25% até o fim do ano. Para saber mais, acesse: www.cambiostore.com

Câmara Setorial de Pesca discute Incentivos Fiscais e Pesca Oceânica Industrial

Na manhã desta quinta-feira (19), a Câmara Setorial de Pesca e Aquicultura teve sua primeira Reunião Ordinária desde a sua instalação, realizada em julho deste ano. O secretário de desenvolvimento econômico Jaime Calado (SEDEC) reiterou a importância do Sistema de Câmaras Setoriais implementado pelo Governo como forma de promover um diálogo permanente com os setores e alavancar a produção e economia do Rio Grande do Norte. Após a fala de abertura do secretário, foram realizadas duas apresentações, dentro do modelo proposto para essa primeira fase das Câmaras, dando início às discussões em torno de mercado, produção, licenciamento e legislação.

O primeiro a apresentar foi Gabriel Calzavara, presidente do Sindicato da Indústria de Pesca do Estado do Rio Grande do Norte (Sindipesc-RN), que abordou de maneira técnica a situação atual da Pesca Oceânica Industrial, em especial a relação do atum potiguar com o mercado nacional e internacional. O especialista apontou o Rio Grande do Norte como principal produtor do segmento no Brasil, com uma capacidade de 28 mil toneladas. “Essa indústria de Pesca Oceânica está aqui instalada no RN há mais de 20 anos. E nós fazemos a rastreabilidade, sabemos a origem do peixe, e introduzimos a tecnologia do anzol circular ecologicamente recomendado, que hoje é utilizado no mundo inteiro”.

Calzavara explicou que para atingir sua capacidade máxima de produção, o estado do Rio Grande do Norte precisa apresentar à comunidade internacional seu potencial tecnológico e uma frota devidamente regulamentada, e que conta com essa aproximação do Governo do Estado para atingir esse objetivo. Segundo ele, esse horizonte já se mostra possível com a nova política de parceria do Governo, através de uma abertura para as questões do setor, com novidades na desburocratização do licenciamento e nos incentivos fiscais. Ele defendeu uma articulação do Estado junto ao governo Federal para agilizar o processo de regulamentação das frotas em uma agenda conjunta.

O Rio Grande do Norte é responsável por 80% das exportações de atum do Brasil. Uma das tecnologias já presentes em alguns barcos da frota potiguar é conhecida como “superfrozen”. Para garantir a qualidade do pescado, o beneficiamento é feito imediatamente após a captura e, através dessa técnica, o peixe é instantaneamente congelado a -60 graus celsius. Isso garante que a produção possa ser exportada, com frescor garantido em até dois anos após a captura, e chegar a países como o Japão com segurança.

O assessor técnico de Tributação Neil Armostrong (SET) deu prosseguimento às apresentações e introduziu o tema “Benefícios Fiscais para a Pesca no RN”. Uma das principais medidas adotadas pelo Governo foi a Isenção de ICMS nas saídas de óleo diesel consumido por embarcações registradas no estado. O benefício foi concedido através de decreto assinado pela governadora Fátima Bezerra ainda em janeiro deste ano, atingindo 80 embarcações, que consumiram mais de 6 milhões de litros de óleo, com crédito presumido de 3,5 milhões de reais. Segundo o assessor, a atualização do modelo de isenção simplificou e desburocratizou o processo, dobrando o total de benefícios concedidos em relação ao ano anterior. “Foi uma das primeiras ações da nossa gestão. A gente viu que precisava avançar muito, agilizar esses processos, porque eram 200 embarcações que precisavam da autorização para isenção a cada vez que iam abastecer”, justificou.

Outra legislação que foi atualizada pelo Governo diz respeito ao crédito presumido de ICMS para produtores de camarão. Neil Armstrong explicou que foi corrigida uma distorção histórica que criava uma disparidade entre os benefícios concedidos para o camarão comercializado fresco, “in natura”, e o que recebe beneficiamento no estado antes de ser comercializado. Após análise, os técnicos avaliaram que a concessão do benefício para o camarão sem beneficiamento não trazia prejuízo para o mercado potiguar. “Havia uma justificativa de que devia se estimular o beneficiamento, mas chegamos ao consenso de que não prejudicaria de maneira nenhuma, tanto que fizemos essa mudança em paralelo com o que existe no estado do Ceará, para o qual o setor tinha a preocupação de perder competitividade”, concluiu.

Com as mudanças, os produtores de camarão no território potiguar passam a receber regime especial de crédito presumido para ICMS que resultam em carga tributária de 1,5%, para produtores, criadores, cooperativas ou pescadores de camarão, e de 1,0% para estabelecimentos beneficiadores de camarão capturados ou criados em viveiros do Rio Grande do Norte. Estabelecimentos produtores ou beneficiadores de peixes, moluscos ou crustáceos capturados ou criados em viveiros do RN também possuem benefício na forma de crédito presumido, com valores que variam de 30% a 83% sobre o ICMS, a depender da espécie e da saída da produção (para o mercado interno ou interestadual).

Após as apresentações, foi facultada a palavra aos demais participantes da reunião. Francisco Nascimento, representando o Instituto de Defesa do Meio Ambiente (IDEMA), informou um aumento de 30% em recursos humanos para licenciamento na equipe de Aquicultura, o que, segundo ele, poderá resultar no ano com maior número de licenciamentos ambientais na área. Eliade Barros, da Associação Brasileira de Criadores de Camarão (ABCC) ficou feliz com a notícia. Ela lembrou que os pequenos produtores representam cerca de 80% da produção e defendeu uma aproximação da categoria com os órgãos do governo para ampliar a regulamentação da atividade.

Também participaram da reunião representantes da Secretaria de Pesca e Agricultura (SAPE), AGN, FAPERN, UFRN, IFRN, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Sebrae-RN,MAPA, e Secretaria de Pesca e Aquicultura de Macau.


 

 
 

Blogs

Natal tem noite chuvosa com trovões e relâmpagos