Turismo & Negócios

Governo, Fecomércio e trade turístico tratam de ações de melhoria para o Turismo

 

 

A Governadora Fátima Bezerra, acompanhada de equipe de secretários do Estado, esteve reunida nesta segunda-feira, 26, com o presidente da Federação do Comércio de Bens Serviços e Turismo (Fecomércio/RN), Marcelo Queiroz, e representantes do trade turístico para tratar de ações e investimentos que possam melhorar o Turismo no Rio Grande do Norte. 
 
Questões de segurança, licenciamentos ambientais, ações de incentivos fiscais, incentivos a novos investimentos, conclusão de obras de infraestrutura, reformas e readequações de equipamentos turísticos foram alguns dos temas discutidos durante a reunião que tratou o Turismo como um dos pilares econômicos do RN e instrumento de transformação social. Na ocasião, a Fecomércio apresentou e entregou um plano de ações contendo possibilidades de negócios no setor e os principais problemas que a cadeia enfrenta. O plano considera ainda as ações promocionais do destino potiguar em feiras nacionais e internacionais, a busca por soluções que destravem o problema da malha aérea, como o novo decreto que reduz o ICMS e o querosene de aviação (QAV), além da busca de parcerias junto à iniciativa privada e à Prefeitura do Natal para o fomento e atração de novos voos e incremento da malha nacional.
 
"As sugestões discutidas hoje são muito adequadas. Não tenho dúvidas que é desejo de todos trabalhar de mãos dadas para que possamos alavancar o turismo no RN. Sonho, se brincar mais que vocês, em ver o turismo decolando, já que promover a área é gerar emprego e melhoria de arrecadação da receita do Estado", frisou Fátima. Ela ponderou a crise fiscal financeira na qual o Estado se encontra e destacou a importância de somar as agendas para o setor, afirmando que a continuidade do debate ocorrerá, de forma mais técnica, por meio das Câmaras setoriais do Governo e da Fecomércio. “A maioria das ideias estão em sintonia com nosso programa de Governo”, acrescentou.
 
Marcelo Queiroz disse que a entidade criou recentemente, por compreender a importância do setor para a economia e desenvolvimento do RN, a Câmara Setorial de Turismo, a qual tem caráter consultivo e agrega diversos representantes da área. “Nossa Câmara se reuniu e viu algumas dificuldades que o setor enfrenta em seu dia a dia e trouxe para discutir, dialogar e sugerir ao Governo do Estado. Foi uma reunião muito boa com a presença da governadora e de muitos secretários. Saímos daqui felizes, pois muitas das ações sugeridas foram aceitas, outra parte já estavam nas ações do Governo, algumas já estão sendo tocadas e, sobretudo, pela maneira que foi conduzido o encontro, com diálogo aberto e franco”, afirmou o presidente da Fecomércio.
 
Além dos já citados, também participaram da reunião: George Costa, coordenador da Câmara de Turismo da Fecomércio/RN; Paulo Galindo, Presidente do Síndica de Hotéis, Bares e Restaurantes; José Odécio, Presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Hotéis do RN (ABIH/RN); Francisco Barbosa, presidente executivo do Natal Convention Bureau; Abdon Gosson, presidente da Associação Brasileira das Agências de Viagens do RN (ABAV/RN); Artur Fontes, presidente da Abrasel; Junior Câmara, presidente do Sindetur; Neiwaldo Guedes, presidente do Conselho Curador do Natal Convention Bureau; e os gestores estaduais Ana Maria Costa (Setur), Jaime Calado (Sedec), Cel Araújo (Sesed), Gustavo Coelho (Infraestrutura), Bruno Reis (Emprotur), Crispiniano Neto (FJA), Leonlene Aguiar (IDEMA) e Manoel Marques (DER).
 
 FOTOS: DEMIS ROUSSOS

Habib's e iFood revolucionam drive-thru e pedidos para viagem

 

Novidades oferecerão ao consumidor atendimento digitalizado, mais ágil e 100% conectado com o app do Habib's e do iFood, foodtech líder na América Latina

 

 O Habib's, maior Rede de fast-food genuinamente brasileira e reconhecidamente pioneira no sistema delivery no país, lança uma nova forma de atendimento ao cliente. Uma solução que vai melhorar a experiência dos consumidores, tanto nos pedidos para viagem, como na utilização do drive-thru. A iniciativa terá operação da Voxline, - empresa do grupo responsável pelo maior sistema de delivery do Brasil para grandes redes do setor alimentício que recebe, distribui e controla mais de 10 milhões de pedidos por ano vindos de todo o Brasil, incluindo o SAC, além da parceria inédita com o iFood – foodtech líder da América Latina -, que dará suporte para digitalizar a operação.

A solução do iFood que o Habib's escolheu para digitalizar todo o processo é o "PraRetirar", que em menos de um mês após o lançamento, já reúne cerca de 10 mil estabelecimentos. O serviço que ajuda usuários a evitar filas em restaurantes e a não pagar taxas adicionais, buscando o pedido diretamente no estabelecimento. Além de São Paulo e Rio de Janeiro, está disponível em outras 130 cidades. O consumidor também poderá realizar seu pedido diretamente pelo app do Habib's – relançado há um mês – que conta com funcionalidades exclusivas como os cupons de vantagens, que podem ser utilizados diretamente no canal delivery.

"Assim como o iFood, o Habib's entende a importância da inovação em suas operações para oferecer ainda mais praticidade para o consumidor. Por isso, foi um dos primeiros parceiros a testar o 'PraRetirar" e trabalhar com agilidade para expandir o serviço. Nosso papel como foodtech é levar tecnologia e soluções para contribuir com a evolução dos nossos parceiros e do mercado como um todo", complementa Felipe Crull, diretor comercial do iFood.

O Projeto é parte de um pacote de investimentos das empresas, que visa transformar a interação do cliente oferecendo mais comodidade ao realizar seu pedido na palma da mão, com horário programado e de forma ágil.

São previstas duas fases de implementação desse novo formato, a primeira é focada exclusivamente para o canal viagem, que contará com uma área dentro dos restaurantes para que o cliente possa retirar seu pedido rapidamente e, que será lançada em 19 de agosto. A segunda fase promete revolucionar o sistema drive-thru, que oferecerá uma nova pista de entrada aos clientes, exclusiva para check-in e retirada de produtos. A previsão do Habib's é que todos os restaurantes estejam 100% adaptados ao novo modelo até o final de 2019.

Para isso o Habib's está revisando todo seu sistema de atendimento, bem como realizando importantes investimentos em tecnologia e infraestrutura dos restaurantes, além da capacitação de toda equipe de atendimento, que está sendo realizada pela Universidade Habib's, responsável pelos treinamentos da Rede.

"Esse modelo de atendimento irá proporcionar ao cliente uma melhor jornada, com muito mais praticidade e agilidade, trazendo a opção do pedido programado e a comodidade de não pegar filas. Estamos adaptando tudo, com forte investimento em infraestrutura e tecnologia, uma verdadeira revolução digital. O cliente poderá chegar aos nossos restaurantes, estacionar o carro em uma vaga específica, fazer seu check-in pelo app do Habib's ou Ifood e receber o produto quentinho. Tudo rapidinho", explica Dr. Alberto Saraiva, fundador e presidente do Habib's.

Os dois gigantes da alimentação rápida celebram essa parceria, que iniciou em 2017 e já traz números surpreendentes. Entre os anos de 2017 e 2018 o Habib's viu seu canal delivery saltar de 8% para 17% de representatividade no faturamento total da Rede, mostrando todo o potencial que essa aliança, considerada uma das maiores da América Latina, pode render. Atualmente os canais drive-thru, viagem e delivery do Habib's representam 46% do faturamento da Rede, com mais de 31 milhões de transações comerciais ao ano. Apenas para o canal delivery a área de estratégia do grupo prevê um crescimento de 15% em 2019.

A parceria entre Habib's e iFood produziu algumas das mais importantes campanhas do varejo do fast-food de 2018, como a Black Friday - que em apenas 12h vendeu mais de 1 milhão de Bibsfihas - e o Dia da Esfiha - que passou a ser celebrado em 09 de setembro - com uma alusão ao icônico preço promocional de R$ 0,99 que foi marca registrada da rede durante muitos anos.

Essa nova modalidade não será restrita aos restaurantes Habib's, as demais bandeiras do grupo, que também conta com as marcas Ragazzo - famoso por suas coxinhas e massas - e o Tendall - rede de churrascaria com forte presença em São Paulo - passarão por adaptações para atender o formato.

 

Sobre o iFood

O iFood, uma das mais inovadoras foodtechs do mundo e líder em delivery online de comida na América Latina, tem 18 milhões de pedidos mensais. Há oito anos no mercado, a empresa de origem brasileira está presente também no México e Colômbia. Atua junto aos parceiros com iniciativas que reúnem inteligência de negócio e soluções de gestão para os mais de 80 mil restaurantes cadastrados em 500 cidades em todo o Brasil. O iFood conta com importantes investidores, como a Movile - líder global em marketplaces móveis - e a Just Eat - uma das maiores empresas de pedidos on-line do mundo.

Novo Mapa do Turismo Brasileiro compreende mais regiões turísticas do país

O Ministério do Turismo divulgou nesta segunda-feira (26), no Diário Oficial da União (DOU), o novo Mapa do Turismo Brasileiro 2019-2021. Ao todo, 2.694 cidades de 333 regiões turísticas do país foram validadas pela Pasta e incluídas na atualização da plataforma. Neste ano, os estados e municípios contaram com novos critérios, compromissos e recomendações estabelecidas pelo Ministério do Turismo, entre elas a obrigação de participação em instância de governança e em Conselho Municipal de Turismo (COMTUR).

Para o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, a integração destes locais no novo Mapa do Turismo é fundamental para que a Pasta possa direcionar ações que desenvolvam o setor em cada região. “Estamos num momento de virada para o turismo brasileiro e contamos com este novo mapa para termos uma radiografia atualizada do potencial turístico do Brasil para investir de forma adequada na melhoria de infraestrutura, realização de campanhas publicitárias, entre outras ações”, finalizou.

Além da necessidade de o município ter um órgão de turismo em atividade e conselho municipal funcionando, o novo mapa adotou outros critérios obrigatórios para a participação na plataforma: orçamento próprio destinado ao turismo e possuir prestadores de serviços turísticos de cadastro obrigatório registrados no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur), do Ministério do Turismo. 

O secretário Nacional de Estruturação do Turismo, Robson Napier, destacou que os novos critérios darão ao Ministério a oportunidade de trabalhar com foco na qualidade dos destinos e na melhoria dos serviços prestados aos turistas. “Em parceria com os estados e com o novo Mapa, vamos conseguir atuar com ações pontuais nestes municípios, para elevar o turismo brasileiro ao real patamar que lhe cabe, dando qualidade e boas experiências aos nossos visitantes”, complementou.

Entre os benefícios do Mapa do Turismo estão a categorização dos municípios turísticos, que vai de “A” a “E”. Essa classificação é um instrumento de acompanhamento do desempenho das economias turísticas locais. Além disso, ele subsidia a priorização de investimentos por programas do Ministério do Turismo, incluindo ações de infraestrutura turística, qualificação profissional e promoção dos destinos, observando características peculiares de demanda e vocação turística.

O novo Mapa do Turismo está disponível para consulta no site www.mapa.turismo.gov.br e conta ainda com a emissão de certificado digital para os municípios que o compõem. A certificação é uma maneira de comprovar que o município está inserido no Mapa e faz parte do rol de 2.694 destinos brasileiros que trabalham o turismo como política de desenvolvimento econômico e geração de emprego e renda.

Conheça o Mapa do Turismo Brasileiro: https://www.youtube.com/watch?time_continue=18&v=UB-iRu5BiHE

Setor de drones deve crescer 25% em 2019

 

Pelos menos 70 mil Aeronaves Remotamente Pilotadas estão cadastradas no sistema da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), onde 44 mil são para uso recreativo e 25 mil para uso profissional

 

 

O setor de drones (aeronaves não tripuladas) está em franca expansão no Brasil e, de acordo com dados da MundoGeo, a cadeia prática do setor movimentará, em 2019, R$ 500 milhões, representando um crescimento de 25% e superando os mais de R$ 400 milhões do faturamento alcançado em 2018. Pelos menos 70 mil Aeronaves Remotamente Pilotadas (Remotely-Piloted Aircraft - RPA) estão cadastradas no sistema da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), onde 44 mil são para uso recreativo e 25 mil para uso profissional. No total, 52 mil pessoas são cadastradas para operar os drones, sendo 93% de pessoas físicas e 7% de pessoas jurídicas.

Nesse sentido, o IBAS – International Brazil Air Show 2019, que acontece entre 11 e 13 de setembro, no GRU Airport – Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, contempla uma agenda estratégica para debater o mercado de drones no Brasil. O Workshop Drones terá quatro Painéis: Mercado de drones no Brasil e no Mundo; Tecnologia embarcada; Desafios regulatórios; e Tecnologias de detecção de drones nos aeroportos. Especialistas dos setores público e privado participam do Workshop.

"Trouxemos essa agenda para o IBAS 19 considerando a importância desse setor no Brasil, principalmente após a regulamentação e a crescente utilização nos diferentes segmentos, como a agricultura e a área de infraestrutura. A discussão, no evento, deve abordar as vantagens econômicas que as aeronaves não tripuladas ou drones representam, bem como os desafios que deverão ser tratados nos próximos anos, dos quais destacamos a responsabilidade em termos de proteção de dados, privacidade, ruído e emissão de CO2, entre outros pontos. De forma geral, o evento debaterá amplamente todos os temas relacionados ao mercado aeroespacial no país e Amércia Latina, apontando desafios e os melhores caminhos", enfatiza a idealizadora do IBAS – International Brazil Air Show e diretora executiva da Sator, Paula Faria.

Palestrante do Painel Mercado de drones no Brasil e no Mundo, no IBAS 19, o CEO da MundoGeo, Emerson Granemann, cita que, atualmente, no Brasil, mais de 30 mil pessoas estão envolvidas com o setor de drones, seja direta ou indiretamente, que é difícil pensar em geolocalização, inspeções, segurança, resgate, mapeamento, telecomunicações, por exemplo, sem a ajuda dos drones. "Vale destacar ainda o grande número de empresas públicas e privadas que estão optando por se equipar com a tecnologia para gerar seus próprios dados, dispensando a contratação de prestadores de serviços. Toda essa movimentação tem a previsão de gerar em 2019, no país, R$ 500 milhões de faturamento. E, na minha apresentação no IBAS, destacarei as expectativas para esse mercado no contexto global, dando ênfase ao atual cenário brasileiro", disse Granemann.
 

Desafios para os aeroportos
O comandante Miguel Dau, diretor de operações do GRU Airport, que conta com cerca de 1000 pousos e decolagens/dia, cita que vem acompanhando de perto os impactos que a tecnologia de drones vem causando nas atividades dos aeroportos. Podemos destacar os eventos ocorridos em Heathrow (Inglaterra) e Congonhas (Brasil), que causaram paralisação das operações, como um bom exemplo. "Instalamos há mais de 1 ano um sistema passivo, em caráter experimental, que detecta a presença de drones em nossa área de operação. Neste momento, não vislumbramos a adoção de qualquer sistema ativo que impeça o voo destes equipamentos. No entanto, entendemos que o uso indiscriminado desse tipo de aparelho pode causar fortes impactos na segurança das operações em aeroporto, considerando que a capacidade de um drone derrubar uma aeronave é muito grande e não podemos negligenciar com isso."

De acordo com o comandante, o uso de drones é um grande desafio para todos que possuem alguma responsabilidade com a atividade aérea no mundo (aeroportos, empresas aéreas, navegação aérea, agências de aviação civil, órgãos de segurança e defesa), sendo necessário encontrar soluções de curto prazo que consigam equilibrar os níveis mínimos de Safety (Segurança Operacional) e de Security (Segurança Corporativa), de forma a trazer o mínimo de impacto às operações aéreas. "No médio e no longo prazo os drones serão usados em escala cada vez maior, onde surgirão atividades para o seu emprego. Sem dúvida, este será mais um tema da aviação que necessitará ser equacionado por meio do espírito colaborativo entre a indústria do transporte aéreo e as autoridades envolvidas", conclui.

Regulamentação
De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), antes de iniciar a operação de um drone no país, o responsável pelo equipamento precisa fazer o registro junto à Agência, por meio do Sistema de Aeronaves não Tripuladas (SISANT). "A ANAC vem acompanhando toda a discussão internacional sobre o uso de drones de forma a manter a regulamentação atualizada e alinhada às melhores práticas. Além disso, a preocupação com a fiscalização da utilização destes equipamentos é constantemente discutida com as autoridades policiais competentes. Nesse sentido, participaremos da Agenda Estratégica do IBAS 19 voltada ao tema", comenta o Superintendente de Aeronavegabilidade da ANAC, Roberto José Silveira Honorato, que também palestrará sobre o tema no IBAS 19.

Para operar drones é necessário também seguir as regras da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e de utilização do espaço aéreo do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA).
 

Mercado Global
O mercado global de serviços drones pode chegar a US$ 127 bilhões até 2020, segundo relatório da consultoria PwC e realizado em 2017, que aponta o agronegócio como um dos setores responsáveis pela popularização dos drones, onde 26% das aeronaves são usadas na agricultura, ficando atrás apenas da área de infraestrutura (inclui todos os usos possíveis na engenharia civil) e que detém 41% do uso.

IBAS – International Brazil Air Show 2019
Primeiro evento brasileiro com foco na indústria aeroespacial internacional e na infraestrutura aeroportuária, o IBAS – International Brazil Air Show 2019, principal catalisador do mercado, será voltado para o público investidor. Sob o tema Conectividade e inovação para o fortalecimento do transporte aéreo na América Latina, o IBAS 19 reunirá mais 3 mil participantes, empresas, entidades, governos e especialistas nacionais e internacionais para debater sobre esse segmento com papel fundamente al para a economia e o desenvolvimento do Brasil.

O evento, realizado pela Sator e com correalização do GRU Airport, conta com o Apoio Institucional Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB), Ministério da Infraestrutura, Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR).

Serviço
IBAS – International Brazil Air Show 2019
Data:
 11, 12 e 13 de setembro de 2019
Local: GRU AIRPORT | Terminal 3 Edifício Garagem | Aeroporto, Guarulhos – SP, 07190-100
Mais Informações: www.ibas.aero
 

Sobre o IBAS - International Brazil Air Show
O setor de transporte aéreo propicia uma grande contribuição para a economia de um País, criando empregos, gerando riquezas e conectando pessoas. Este mercado necessita crescer de forma planejada e integrada. E o IBAS – International Brazil Air Show tem o objetivo de reunir a cadeia aeroespacial, de infraestrutura aeroportuária e de fornecedores da aviação comercial e executiva para interlocução destas categorias, desenvolvendo assim melhorias para o mercado.

Em sua 2ª Edição, o IBAS - International Brazil Air Show se consagra como o primeiro evento brasileiro com foco na indústria aeroespacial internacional e na infraestrutura aeroportuária, reunindo governo, entidades e empresas.

Sobre a Sator
A Sator nasceu em 2005 como uma empresa de produção de eventos, passou a oferecer serviços de comercialização e comunicação para os eventos que organizava e, mais recentemente, descobriu-se como uma organização desenvolvedora de plataformas de negócios, que consiste em identificar, planejar e desenvolver oportunidades por meio de encontros presenciais, como seminários, feiras, rodadas de negócios, mídia online e impressa.

A empresa conta com uma ampla experiência na organização de eventos de aviação, tais como: a Labace – Latin American Business Aviation Conference & Exhibition (2007 a 2009), a Feira Nacional de Aviação Civil com curadoria técnica da ANAC (2008 a 2010), o Broa Fly-in (2006 a 2008), o Road Show Chile (2012), a Airport Infra Expo (2011 a 2018), Aviação em Debate (2015) e o IBAS – International Brazil Air Show (2017 e 2019). Também é responsável pelo Connected Smart Cities (2015 a 2019), PPP Awards & Conference (2017 e 2019), Fórum de Mobilidade (2018), Fórum Nacional do Combate à Criminalidade (2018 e 2019), Festival ABCR – Associação Brasileira de Captadores de Recursos (2019) e Connected Smart Mobility (2019).

Senac RN promove 2º Encontro de Beleza e Estética para profissionais das áreas

Senac RN promove 2º Encontro de Beleza e Estética para profissionais das áreas

 

 

 

 

 

 O mercado de beleza e cosméticos é um dos que mais cresce no Brasil. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), anualmente, são movimentados cerca de R$ 15 bilhões no setor de cosméticos.

 

Para atualizar os conhecimentos técnicos dos profissionais desses segmentos, o Senac RN promove o 2° Encontro de Beleza e Estética, no dia 02 de setembro, das 8h30 às 18h, no Hotel Senac Barreira Roxa.

 

Aberto ao público, a programação é voltada para atualização dos conhecimentos nas áreas da estética, cosmetologia corporal, facial, podologia, biossegurança, cabelos, barbearia e maquiagem, trazendo novas tendências e inovações para o mercado potiguar. A expectativa é reunir cerca de 200 pessoas.

 

As atividades incluem demonstrações de produtos, palestras e workshops, realizado por instrutores do Senac e parceiros do evento.

 

Os interessados em participar, devem realizar sua inscrição em qualquer unidade do Senac e ter no mínimo 16 anos. A taxa de inscrição é de R$ 70. Para alunos e ex-alunos o valor é de R$ 60,00. Neste valor, está incluso almoço no Restaurante Navarro no Hotel Senac Barreira Roxa.

 

Os participantes receberão certificado de participação no evento, totalizando 8h.

 

Confira aqui a programação completa.

 

 

Serviço:

 

2° Encontro de Beleza e Estética

 

Data: 02/09/2019

 

Local: Hotel Senac Barreira Roxa

 

Público: Profissionais, estudantes e público em geral

 

Investimento: R$ 70 (Alunos e ex-alunos terão desconto)

 

Pagamento: Em espécie ou nos cartões de crédito e débito Hipercard, Visa, Elo, American Express e Mastercard .

Nova plataforma permite doação dos centavos de todas as compras


Tecnologia inovadora foi desenvolvida pela InCENTive em parceria com a Mastercard, e será utilizada pela primeira vez em benefício da AACD
 

 A ideia de arredondamento de centavos foi reconfigurada pela startup brasileira InCENTive. A lógica geral é que em toda compra feita pelo cartão de crédito os valores sejam arredondados para mais e esses centavos sejam direcionados para projetos, negócios ou causas. A metodologia criada pelos profissionais da InCENTive é E2IN, que ao pé da letra significa “easier to incentive”, é  um conceito de negócios que vai além da tecnologia e envolve estratégias de engajamento dos usuários.
A plataforma é parceira da AACD, que começa a utilizá-la a partir de agora. “Ficamos felizes em realizar o lançamento com um parceiro que é referência em ortopedia, com mais de 69 anos de história, e faz atendimentos e cirurgias tão complexas e úteis à sociedade. Acreditamos que a ferramenta amplia a possibilidade de arrecadação, de uma maneira quase invisível para quem colabora, e esse é o nosso diferencial”, explica Cristiano Masetto, CEO da InCENTive.
A empresa conta com a parceria da Mastercard, que contribuiu com o desenvolvimento da tecnologia e, por enquanto, é a bandeira exclusiva da empresa. “Observamos uma mudança na característica de consumo da sociedade brasileira, em que a moeda física está cada vez mais caindo em desuso, então, decidimos criar um cofrinho virtual, em que o usuário pode acumular recursos e escolher como utilizá-los”, enfatiza Cristiano Masetto.
Esse é o primeiro projeto da Mastercard Brasil envolvendo Card Linked Services, solução que acompanha e processa as transações elegíveis dos portadores de cartão Mastercard. “Atuamos como fornecedores de tecnologia para viabilizar a iniciativa de microdoações baseada em arredondamentos de transações. Essa é uma solução inédita no país e estamos muito orgulhosos em fazer parte do projeto em parceria com inCENTive e AACD”, afirmou Paulo Frossard, vice-presidente de desenvolvimento de negócios da Mastercard Brasil e Cone Sul.
O superintendente de Marketing e Relações Institucionais da AACD, Edson Brito, confirma o grande potencial dessa parceria inovadora de marketing de causa. “O brasileiro é solidário e disposto a contribuir, mas a falta de tempo e de canais que possibilitem doações são os principais fatores que não potencializam esse engajamento. Essa nova tecnologia resolve esses dois problemas, pois basta um simples cadastro para realizar doações com pequenos valores, sem mudar nada na rotina. A nossa expectativa é que essa parceria cause um grande impacto positivo em nosso trabalho, contribuindo de forma significativa para os atendimentos que realizamos diariamente na AACD.”
Para conhecer a ferramenta “Centavos Realizam Sonhos”, acesse:  Http://www.teleton.org.br/centavosrealizamsonhos
 
Como funciona?
Para participar da iniciativa o consumidor deve acessar o site da instituição escolhida e optar por ser um microdoador e autorizar a doação de valores. Em seguida, deve adicionar um cartão Mastercard ao programa e autorizar o arredondamento de transações, que poderá ser de R$0,01 até R$0,99 por transação realizada.
Mastercard e inCENTive serão responsáveis pelo processamento mensal do valor total de arredondamento das transações elegíveis, que virá na fatura do cliente com um valor total do arredondamento de todas as transações e será revertido para a instituição escolhida inicialmente pelo consumidor.
 

Blogs

Natal tem noite chuvosa com trovões e relâmpagos