Turismo & Negócios

Dublin: a capital dos estudantes brasileiros na Europa

Dublin: a capital dos estudantes brasileiros na Europa

 

Fazer um intercâmbio sempre foi o sonho de muitos brasileiros. A experiência de aprender uma nova língua de forma mais natural, em contato com uma cultura nativa, além de acrescentar novas experiências profissionais ao currículo enquanto se viaja e se vive novos horizontes culturais, sempre pareceu a perfeita união entre aprendizado e lazer.

Hoje em dia, realizar esse sonho é muito mais fácil. Diversos países facilitam processos de visto, a escolha da escola e da moradia. Há agências de confiança que ajudam a planejar a viagem, tornando o sonho muito mais possível e simplificado. Tanto é que já se formaram polos de destinos favoritos em diversos países. Um deles é Dublin, capital da Irlanda. A localização no coração da Europa é apenas um dos muitos atrativos desse destino.

A cidade é a favorita para aqueles que buscam aprimorar o inglês "britânico", e oferece facilidade com documentação. O visto pode ser renovado, o que permite que o aluno possa ficar até dois anos no país.

Além disso, a Irlanda é um dos poucos países que permitem que o estudante trabalhe meio período durante as aulas, e até em período integral nas férias. Sem contar que a região tem o maior salário mínimo da zona do Euro (€ 9,55/hora). Essa possibilidade faz com que muitos estudantes consigam até recuperar o valor investido nessa experiência.

Só pelos aspectos "técnicos", esse já seria um destino muito interessante para aqueles que estão de olho na parte prática. Há boas escolas, com destaque para a SEDA College, que é reconhecida pelo Departamento de Educação e Capacitação da Irlanda, e possui a certificação ACELS - a maior certificação de qualidade para escolas de ensino de inglês na Irlanda, além da EAQUALS (Avaliação e Acreditação de Qualidade das Escolas de Línguas), outra certificação de prestígio dentro do campo de ensino de inglês. Essa escola foi eleita como a melhor do país por três anos consecutivos.

Só por esses motivos, a Irlanda já figuraria no topo da lista de desejos de muitos estudantes. Mas, além de tudo isso, o país ainda oferece muitas outras vantagens no quesito cultura e lazer. A Irlanda é um dos países mais ricos culturalmente da Europa. Há inúmeros museus, castelos medievais, bibliotecas históricas, além de festas típicas, como St. Patrick's Day, e um povo hospitaleiro, o que garante a oportunidade de se divertir muito enquanto aprende.

Por ser um polo mundial de intercâmbio, o estudante tem ainda a oportunidade de se relacionar com pessoas de muitos outros países, ampliando a experiência e a troca cultural. Isso sem falar no clima ameno e na oportunidade ímpar de conhecer vários países europeus.

É por esses e tantos outros motivos que Dublin vem se tornando um dos destinos favoritos dos intercâmbistas brasileiros. A cidade respira cultura e o aprendizado vai muito além da sala de aula. Um destino imperdível para quem procura educação de primeira linha somada a uma experiência intensa de lazer.

Helicon Alvares é CEO da SEDA Intercâmbios, única agência de intercâmbio do Brasil com uma escola própria em Dublin, na Irlanda.

Sobre a SEDA Intercâmbios:

www.sedaintercambios.com.br

A SEDA Intercâmbios é uma agência de intercâmbios que faz parte do Grupo SEG - SEDA EDUCATION GROUP, composta ainda pela SEDA COLLEGE, uma escola de idiomas localizada em Dublin, Irlanda, e eleita por três anos consecutivos como a melhor do país; a SEDA COLLEGE Online, plataforma de cursos de idiomas 100% online; e a SEDA EDUCAÇÃO EXECUTIVA, com programas de MBA em diversas áreas nos modelos presenciais, semi-presenciais, in company e online. Fundada em 2014, a SEDA Intercâmbios possui duas unidades no Brasil, uma em São Paulo e outra em Sorocaba, ambas no estado de São Paulo. Ao todo, a empresa já levou mais de 5 mil estudantes para estudar em diversos países do mundo todo.

BRASIL E ARGENTINA SE UNEM PARA ATRAÇÃO DE TURISTAS INTERNACIONAIS

 

Presidente da Embratur, ministro do Turismo do Brasil e ministro do Turismo da Argentina entram em acordo para fortalecer diversos setores turísticos e, com isso, aumentar a vinda de estrangeiros para o continente

 

Eisenbahn celebra a cultura alemã e a tradição cervejeira na Oktoberfest

 

Cerveja oficial da festa pelo quinto ano consecutivo, marca terá rótulo sazonal que celebra o evento e Bar Secreto

 

 

De 9 a 27 de outubro, Blumenau recebe a 36ª edição da Oktoberfest, que tem pelo quinto ano consecutivo a Eisenbahn como cerveja oficial. Nas semanas em que a Capital Brasileira da Cerveja vive a maior celebração da cultura alemã no país, a marca nascida na cidade faz uma homenagem à origem da tradição e da cultura cervejeira. Neste ano, a cerveja oficial do evento traz novidades - a principal delas, o Bar Secreto.

Além de bares nos quatro setores da festa, a Eisenbahn terá um espaço exclusivo onde o público vai ter uma experiência inédita no mundo da cerveja, conhecer a história dos estilos de cerveja da marca e aprender um pouco mais sobre a produção da bebida. No Bar Secreto, o público vai ter a oportunidade de conhecer dois[JVC1] estilos experimentais criados em colaboração entre Eisenbahn e a cervejaria Fábrica ICB, que só serão servidos no local para aqueles que participarem da experiência cervejeira.

Ao todo, a Eisenbahn estará presente no evento com nove estilos: Pilsen, Pale Ale, Weizenbier, Dunkel e Strong Golden Ale, os dois estilos criados exclusivamente para o Bar Secreto, além de duas receitas sazonais – uma delas a Session IPA, cerveja ganhadora do reality Eisenbahn Mestre Cervejeiro ano 10 e a Oktoberfest[JVC2] , que a marca traz pela 11ª vez. A primeira edição, em 2008, foi feita para comemorar os 25 anos da Oktoberfest Blumenau. Desde então, o estilo é reeditado para a festa e a receita continua a mesma. O que mudou esse ano foi o rótulo, que carrega as cores da Alemanha em meio ao fundo branco. São diversas opções de estilos para os mais variados e exigentes paladares para acompanhar os 150 itens da gastronomia alemã disponíveis nos restaurantes da Oktoberfest. A festa também terá participação de cervejarias artesanais locais, que reforçam o potencial cervejeiro da região.

Karina Pugliesi, gerente de marketing da Eisenbahn, lembra que desde 2015, quando se tornou a cerveja oficial da Oktoberfest, a Eisenbahn busca reforçar os aspectos culturais do evento e celebrar o orgulho que o blumenauense tem pela festa e pela tradição germânica. Esse ano não será diferente, com a predominância das cores da bandeira alemã na decoração dos pavilhões que receberão diversas atrações, como bandas típicas e grupos folclóricos.

A Eisenbahn também terá ações para incentivar o consumo consciente durante a festa.

Para saber mais sobre a programação da 36ª Oktoberfest Blumenau, acesseoktoberfestblumenau.com.br/ . Para conhecer os estilos do portfólio Eisenbahn e a história da marca, acessewww.eisenbahn.com.br/.

Beba menos para beber melhor. Se beber não dirija.

Serviço

Data: de 9 a 27 de outubro

Horário: Terças e quartas-feiras: das 11h às 02h, com exceção do dia 9 que começa às 18h. Quintas-feiras: das 11h às 03h. Sextas e Sábados: das 11h às 05h. Domingos e Segundas-feiras: das 11h à 00h

Local: Parque Vila Germânica - Rua Alberto Stein, 199, Velha, Blumenau

Ingressos:oktoberfestblumenau.com.br/ingressos/

Sobre o Grupo HEINEKEN no Brasil

A HEINEKEN chegou ao Brasil em maio de 2010, após a aquisição da divisão de cerveja do Grupo FEMSA e, em 2017, adquiriu a Brasil Kirin Holding S.A ("Brasil Kirin"), tornando-se o segundo player no mercado brasileiro de cervejas. O Grupo gera mais de 13 mil empregos e tem 15 unidades no país, sendo 12 cervejarias, localizadas em Alagoinhas (BA), Alexânia (GO), Araraquara (SP), Benevides (PA), Caxias (MA), Igarassu (PE), Igrejinha (RS), Itu (SP), Jacareí (SP), Pacatuba (CE), Ponta Grossa (PR) e Recife (PE), duas microcervejarias, em Campos do Jordão (SP) e Blumenau (SC), e uma xaroparia, em Manaus (AM). No Brasil, o portfólio de cervejas do Grupo HEINEKEN é composto por Heineken®, Sol, Amstel, Kaiser, Bavaria, Eisenbahn, Baden Baden, Kirin Ichiban, Devassa, Schin, Glacial e No Grau. O portfólio de não alcoólicos inclui Água Schin, Schin Tônica, Skinka e os refrigerantes Itubaína e Viva Schin. Com sede em São Paulo, a companhia é uma subsidiária da HEINEKEN NV, a maior cervejaria da Europa.

Aeroporto de Foz ganha novos voos a partir do fim do mês 

Aeroporto de Foz ganha novos voos a partir do fim do mês 

 

  

O Aeroporto Internacional de Foz/Cataratas (PR) vai ganhar uma série de novos voos até o fim do ano. Apenas neste mês de outubro, o terminal vai receber 13 novas frequências, sendo sete chegadas e seis partidas, todas operadas pela Latam. Os destinos e procedências são os aeroportos de Guarulhos (SP), Galeão (RJ) e Brasília (DF). As operações começam a partir do dia 27.  

  

No mês de novembro, serão 11 novos voos: seis partidas e cinco chegadas. O primeiro deles, operado pela Gol, com destino e procedência do Galeão, começa já a partir do dia 1º.  Os demais voos são operados pela Latam e começam a valer a partir do dia 2. Os destinos e procedências são os aeroportos de Curitiba (PR), Santos Dumont (RJ), Congonhas (SP) e Brasília (DF).  

 

Já em dezembro, é a vez da Azul iniciar a frequência para o aeroporto de Confins (MG). O voo será operado a partir do dia 14. Ainda no último mês do ano, a partir do dia 15, a Amaszonas iniciará o voo com destino ao Aeroporto Internacional Viru Viru, em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia. O voo partirá da cidade boliviana às 2h30 com chegada prevista às 4h40. No caminho de volta, o voo sairá de Foz às 8h, chegando às 10h10 no destino boliviano. Além disso, a partir de 5 janeiro de 2020, o terminal fronteiriço vai ganhar duas frequências semanais para Santiago, no Chile. Os voos serão operados pela JetSmart. 

 

O superintendente do aeroporto, Joacir Araújo dos Santos, explica que os novos voos são frutos da Certificação Operacional do terminal, conferida pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), em junho deste ano. “Antes de recebermos a Certificação Operacional, o aeroporto tinha uma restrição de quantidade de pousos e decolagens por semana. Agora, com a obtenção desse documento, a nossa expectativa é que o aeroporto de Foz receba cada vez mais passageiros e novas rotas, disse.  

 

O Certificado Operacional de Aeroporto é uma exigência do Regulamento Brasileiro de Aviação Civil (RBAC) 139 da Anac. As avaliações são orientadas pela Organização Internacional de Aviação Civil (OACI), que determina os critérios operacionais a serem atendidos por terminais no mundo inteiro. 

 

Com capacidade para receber 2,6 milhões de passageiros/ano, o aeroporto iguaçuense registrou, em 2018, 2,3 milhões de viajantes, entre embarques e desembarques.  

  

Obras 

Desde o ano passado, o Aeroporto Cataratas está em obras. Com investimento de R$ 32,7 milhões, parte das melhorias foram entregues em junho deste ano, como a nova sala de desembarque doméstico, com 1,2 mil m², espaço mais de três vezes maior do que a área antiga, que contava com 350 m²; o novo conjunto de sanitários, além de mais uma esteira de bagagens. Também foi entregue o novo saguão de passageiros, que tem quase o dobro do tamanho da estrutura atual, passando de 800 m² para 1,5 mil m².  

  

A entrega da segunda etapa das obras está prevista para dezembro. Com o fim dos trabalhos, a capacidade do terminal passará dos atuais 2,6 milhões para 5 milhões de passageiros ao ano. Ao final, o aeroporto estará totalmente modernizado e reformado, com melhorias na área de check-in, salas de embarque e desembarque ampliadas, duas novas escadas rolantes, três novos carrosséis de bagagens, quatro novos elevadores e quatro novas pontes de embarque.  

Rede Bob’s lança Bob’s Crush, sorvete azul sabor Chiclete com Balas Fini

 

 

Crédito: Divulgação Bob´s

Quem não gosta de relembrar a infância? O Bob’s e a Fini, em uma parceria inédita, levam uma novidade para a linha de sobremesas da rede: Bob’s Crush. Composta por sorvete sabor Chiclete de tonalidade azul e coberto com balas Beijos da Fini, estará disponível em toda a rede a partir desta sexta-feira, dia 4, até segunda-feira, dia 14, ou enquanto durarem os estoques. O preço sugerido é de R$ 3,00 para a casquinha e R$ 7,00 para o sundae.

“O Bob’s Crush é uma celebração dupla. Para o Dia das Crianças e para a primeira parceria com a Fini. Esse novo lançamento da linha de sobremesas é uma combinação muito saborosa que irá levar aquele gostinho de infância para o nosso consumidor”, conta Raquel Paternesi, diretora de marketing do Bob’s.

“Somos a marca que cria as boas surpresas e seguimos construindo novos momentos ao lado dos nossos clientes. E nessa constante busca por inovar e oferecer ao público experiências exclusivas, firmamos uma parceria com o Bob’s para o lançamento de uma sobremesa especial, que combina tudo que envolve o Dia das Crianças e o sabor de duas marcas que fazem parte da vida dos consumidores. Acreditamos na importância de surpreender os fãs de nossas marcas levando mais cor, felicidade e sabor para a vida de cada um deles”, ressalta Andrea Köhler, gerente de marketing da Fini.

 

Sobre o Bob’s

 

O Bob’s, empresa genuinamente brasileira, com 67 anos de mercado, foi a primeira rede de fast food do Brasil. A primeira loja foi inaugurada no burburinho de Copacabana em 1952 e rapidamente lançou moda, virando mania entre os cariocas. Em 1984 a marca começou a sua expansão pelo Brasil através de um bem-sucedido sistema de franquias, que segue até hoje oferecendo suporte para todos os interessados em abrir uma unidade da rede. Para conhecer as franquias do Bob’s, acesse www.bobs.com.br/seja-um-franqueado.

 

Bob's nas redes sociais

 

Linkedin

Instagram

Facebook

Twitter

YouTube

 

Sobre a Fini: 

Com presença mundial em mais de cem países, a Fini conquistou a posição de uma das principais produtoras mundiais de balas de gelatina, marshmallows, regalizes e chicles. No Brasil, a empresa lançou a Linha Bem-Estar, balas enriquecidas com ativos funcionais como cálcio, colágeno, fibras e vitaminas. Com um DNA que busca surpreender seus consumidores, teve origem artesanal e hoje está presente no varejo, em franquias, e-commerce, cinemas e parques de todo o País.

 

Chile assina carta de intenção com Roberto Medina e Santiago e sedia Rock in Rio

 

Autoridades e empresários chilenos estiveram no Rio de Janeiro para avaliar a logística do festival e seu impacto na economia e no turismo local, e firmam carta de intenção com fundador e presidente do Rock in RIo para realização de uma edição em Santiago em outubro de 2021

Mónica Zalaquett, Subsecretaria de Turismo do Chile, com Roberto Medina, fundador e presidente do Rock in Rio

Santiago será a próxima sede do Rock in Rio. Foi assinado neste sábado (5) uma carta de intenção entre o fundador e presidente do festival, Roberto Medina, a prefeita de Santiago, Karla Rubilar, e o empresário Felipe Araya, diretor da Rock Santiago, para levar o maior festival de música e entretenimento do mundo para a capital do Chile em 2021.

No documento, enquanto Medina se compromete a levar o evento ao Chile, as autoridades chilenas concordam em auxiliar toda a mediação com entidades locais e facilitação das questões administrativas relacionadas a procedimentos e autorizações para a realização do Rock in Rio Santiago. A ideia inicial é que o evento aconteça em outubro de 2021, logo após a edição do festival no Rio de Janeiro.

Assinada na Cidade do Rock, a carta de intenção acontece após uma série de reuniões e visitas técnicas de uma delegação chilena no Rio de Janeiro nesta semana. Composta por autoridades governamentais e empresários chilenos, a comitiva conheceu toda a estrutura e logística do Rock in Rio 2019, com a intenção de entender a complexidade das diversas áreas do evento e assim determinar a viabilidade de uma edição em Santiago.

Os principais interessados no projeto, que se dará por meio de uma parceria público-privada, são a empresa chilena Rock Santiago, do diretor Felipe Araya, e o governo chileno, representados prela Subsecretária de Turismo do Chile, Mónica Zalaquett, e pela prefeita de Santiago, Karla Rubilar.

Com a carta de intenção firmada, o próximo passo será a realização de sondagens e visitas técnicas em possíveis espaços na capital chilena para determinar onde acontecerá a primeira edição do país. Passada esta etapa, um contrato definitivo será assinado.

TURISMO E ECONOMIA

Além de entender toda a logística do evento, um dos objetivos da visita de Mónica, que é a autoridade máxima do Turismo no Chile, era avaliar o impacto do Rock in Rio na economia e no Turismo do país. Isso leva em conta o fato da edição carioca de 2019 ter atraído mais de 400 mil turistas.

Caso o festival em Santiago seja confirmado, a capital chilena será a quinta cidade da história a receber uma edição do festival - além de Rio de Janeiro e Lisboa, atuais sedes, Madri e Las Vegas também realizaram suas próprias edições.

 

Blogs

Natal tem noite chuvosa com trovões e relâmpagos