Turismo & Negócios

SENACON esclarece real responsabilidade solidária do agenciamento e seu direito

SENACON esclarece real responsabilidade solidária do agenciamento e seu direito


 

A Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV Nacional) comemora nesta quarta-feira mais uma grande vitória ao ter reconhecida pelo Ministério da Justiça e da Segurança Pública a proporcionalidade da responsabilidade solidária das agências de turismo, consoante ao valor da sua remuneração.

“Estamos trabalhando há semanas na elaboração deste documento  emitido pela SENACON, que esclarece todos os pontos cruciais para nossa subsistência, em complemento  às regulamentações da MP 948. Esta é uma vitória para todo o setor de agenciamento que entra para a história da ABAV, ao ter finalmente estabelecido e reconhecido o direito legal à remuneração pelo serviço que prestamos a consumidores e fornecedores, e à proporcionalidade quando da análise nossa responsabilidade. Um passo importante para o necessário ajuste de leis e paradigmas sobre o real papel do agenciamento pelo qual lutamos há anos”, comemora a presidente da ABAV Nacional, Magda Nassar,  que participou juntamente com dirigentes das demais entidades do setor de reuniões envolvendo os ministérios da Economia, do Turismo e da Justiça e Segurança Pública, por meio da SENACON.

nota técnica estabelece o entendimento de que a remarcação ou o cancelamento dos serviços turísticos contratados não dependem de ação das agências de turismo,  mas sim da  efetiva prestadora do serviço turístico. Ao agenciamento, portanto, cabe a obrigação de intermediação do pedido de remarcação e/ou cancelamento perante os efetivos prestadores dos serviços turísticos, não podendo ser responsabilizadas pelo não cumprimento ou não entrega dos serviços contratados. Esclarece, ainda, que em caso de reembolso ao consumidor, a remuneração da agência de turismo é algo que se justifica de ser preservada em acordo com o consumidor.  
 

Grupo LATAM aumentará gradualmente suas operações internacionais e domésticas

LATAM retoma operação com mais flexibilidade comercial e medidas sanitárias

 

Grupo LATAM aumentará gradualmente suas operações internacionais e domésticas nos meses de junho e julho, com novos padrões de flexibilidade, preços atrativos e medidas sanitárias para quando os clientes voltarem a voar 

 

 

 

 

 

 Após forte redução na operação do Grupo LATAM Airlines e suas subsidiárias em virtude da COVID-19, a companhia anuncia um aumento gradual de suas operações nos próximos dois meses. Em junho, a operação passará de 5% para 9% da sua capacidade pré-crise e em julho atingirá 18%. A LATAM entende a complexidade de tomar decisões neste momento de incerteza e, por isso, vai oferecer mais flexibilidade para a compra e programação de viagens, com descontos de até 20% na tarifa, medidas sanitárias adicionais e orientações aos passageiros para viajar durante a crise.

Em junho, a LATAM Airlines Brasil vai operar as rotas internacionais São Paulo-Frankfurt, São Paulo-Londres, São Paulo-Madri, São Paulo-Miami, São Paulo-Santiago e Santiago-Miami. Em julho, o Grupo espera aumentar para 13 o número de destinos internacionais.

No mercado doméstico, a LATAM Airlines Brasil vai operar 74 rotas nacionais e a LATAM Airlines Chile atenderá 12 destinos. Da mesma forma, a subsidiária no Equador está trabalhando para retomar seus voos domésticos em junho, enquanto na Colômbia e no Peru isso deve ocorrer em julho, na medida em que sejam permitidos pelas autoridades.  

"Com essas medidas, o Grupo LATAM está respondendo às necessidades de conectividade dos países onde opera e adaptando a oferta às exigências dos clientes nesse complexo cenário", afirma Michael Rutter, vice-presidente Comercial do Grupo LATAM Airlines. E acrescenta que “o Grupo está aumentando voos, destinos e frequências, adotando ações concretas que respondem à nova realidade econômica que os clientes e suas famílias enfrentarão, tais como passagens mais flexíveis e acessíveis, novas medidas sanitárias e um serviço de assistência ao passageiro durante a viagem”.

Preços atrativos

Nesse novo contexto econômico, o Grupo se propôs a reduzir custos e ser mais eficiente para oferecer passagens com preços atrativos.

Flexibilidade para viajar

Devido às incertezas gerada pela crise de saúde, os passageiros terão mais flexibilidade para comprar passagens e agendar as suas viagens, sempre conforme as regras locais aplicáveis.

 

●   Para as compras feitas até 31 de julho de 2020, os clientes poderão reprogramar voluntariamente seus bilhetes pelo site latam.com antes da partida do voo. A primeira alteração será sem multa ou diferença de tarifa (mesmo destino, sujeito à disponibilidade de assentos e dentro da validade do bilhete) e poderá alterar o destino pagando a diferença de tarifa, se houver.

 

- Se o passageiro não tiver certeza da data em que deseja viajar, poderá deixar o bilhete aberto por 12 meses, desde que notifique a companhia aérea pelo site, com pelo menos 7 dias de antecedência.

 

●     No caso de um voo ser cancelado ou reprogramado, o passageiro pode remarcar o bilhete sem multa ou diferença tarifária (sujeito à disponibilidade de assentos, para o mesmo destino e dentro da validade do bilhete). Se o passageiro deseja alterar o destino, a diferença de tarifa será aplicada, se houver.

Assistência para sua viagem

Nova plataforma no site da LATAM com informações detalhadas sobre o destino escolhido e as soluções de viagem para os passageiros. Pelo portal os clientes também terão acesso a outros canais de informações sobre os critérios de saída, entrada e retorno do destino de sua viagem, que são responsabilidade do passageiro.

Padrões de limpeza de categoria mundial

O Grupo LATAM Airlines e suas subsidiárias já adotaram as melhores medidas sanitárias do mundo, seguindo as instruções da OMS e da indústria. Nesse sentido, seguem abaixo algumas medidas:

Durante o check in:

 

●     Atendimento ao passageiro

A limpeza e desinfecção da área de atendimento aos passageiros foi reforçada, incluindo os balcões e os totens de autoatendimento.

 

●      Terminais de autoatendimento

O Grupo LATAM oferece terminais de autoatendimento em todos os aeroportos em que opera, garantindo um serviço autônomo que evita a interação nos balcões.

 

●        Uso obrigatório de máscaras

Na apresentação no check-in, embarque, durante o voo e no desembarque, é obrigatório o uso de máscaras por todos os passageiros. Essa medida também se aplica à tripulação de cabine em todas as fases do voo.

 A bordo:

●        Sanitização permanente

○   Procedimentos de desinfecção proativos e periódicos em toda a cabine com pulverização a base de desinfetante de quaternário de amônio e limpeza manual adicional.

○    Álcool gel disponível em todas as aeronaves.

○  Limpeza dos pontos de contato frequentes do passageiro (maçanetas, vasos sanitários, apoios de braços, cintos, telas, interruptores de luz e chamada, bolsões dos assentos, janelas e bandejas) em todas as fases do voo.

 

●        Filtragem do ar

Toda a frota do Grupo LATAM possui um sistema de recirculação de ar, que é renovado a cada 3 minutos por filtros HEPA (High Efficiency Particulate Air), que remove 99,97% das partículas.

●        Mais espaço a bordo

○  Embarque que favorece o distanciamento social entre os passageiros, evitando aglomerações.

○  Bloqueio do banheiro dianteiro da aeronave para uso exclusivo da tripulação, a fim de minimizar o contato com os passageiros.

 

●        Cobertores e mantas

Todos os cobertores são lavados após cada voo, enquanto os travesseiros são lavados ou descartados, dependendo do material.

 

 Sobre LATAM Airlines Group S.A

O Grupo LATAM Airlines é o principal grupo de companhias aéreas da América Latina e um dos maiores do mundo em conectividade. Oferece serviços aéreos para 145 destinos em 26 países, e está presente em seis mercados domésticos da América Latina (Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador e Peru) e mantém operações internacionais na região e para Europa, Estados Unidos, Caribe, Oceania, África e Ásia.

O Grupo LATAM Airlines tem mais de 42 mil funcionários e opera aproximadamente 1.400 voos diários e mais de 74 milhões de passageiros transportados ao ano.

Com uma frota jovem e moderna, o Grupo LATAM Airlines conta com 332 aviões, incluindo Boeing 787, Airbus A350, A321 e A320neo como os modelos mais modernos em suas categorias.

O Grupo LATAM Airlines é o único grupo de companhias aéreas da América e um dos três no mundo a ingressar no Índice de Sustentabilidade Dow Jones World, pelo sexto ano consecutivo, tendo sido reconhecido por suas práticas sustentáveis, com base em critérios econômicos, sociais e ambientais.

As ações do Grupo LATAM Airlines são negociadas na bolsa de Santiago e na bolsa de Nova York em forma de ADRs.

Novas medidas sanitárias em aeroportos e aeronaves

Novas medidas sanitárias em aeroportos e aeronaves reforçam uso de máscaras e proteção aos passageiros e profissionais

Grupo de Trabalho coordenado pela ANAC ratifica protocolo sanitário no setor de aviação

 Nesta terça-feira (19/5) foram publicadas as novas medidas sanitárias para a aviação civil brasileira, como o reforço da necessidade de uso de máscara pelos passageiros durante toda a viagem, regras para o serviço de bordo e a manutenção do distanciamento social de pelo menos dois metros nos aeroportos.

A atualização do protocolo sanitário foi publicada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e vem sendo implementada no setor pelo Grupo de Trabalho coordenado pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) a pedido do Ministério de Infraestrutura, trazendo mais segurança para todos que ainda precisam se deslocar no atual cenário de pandemia de Covid-19.

A Nota Técnica nº101/2020/SEI/GIMTV/GGPAF/DIRE5/ANVISA, da Anvisa, aborda ainda vários pontos da rotina do viajante até o momento do desembarque. Os novos protocolos devem ser adotados por empresas aéreas e aeroportos. As orientações atuais, que já preveem o distanciamento de pessoas nos aeroportos, a higienização de aeroportos e aeronaves e o uso dos equipamentos de proteção individual pelos funcionários do setor aéreo, seguem vigentes e vem ocorrendo no setor aéreo desde janeiro, antes da confirmação de casos de Covid-19 no Brasil.

O transporte aéreo se prepara para se tornar cada vez mais seguro em todo o mundo e já conta com tecnologias que contribuem para evitar o contágio, como a filtragem de ar especial nas aeronaves mais modernas. Essas aeronaves contam com um sistema de filtro de ar HEPA, que captura 99,7% de partículas ao promover a renovação do ar dos aviões a cada 3 minutos. Atualmente, todas as aeronaves da frota das empresas brasileiras contam com essa tecnologia.

Dentro das diretrizes a serem adotadas para empresas aéreas e aeroportos estão medidas como:   

  • Utilização de EPI (Equipamentos de Proteção Individual) por trabalhadores e servidores públicos, conforme a situação;
  • Incentivo as campanhas de comunicação visando a prevenção e combate ao Covid-19;
  • Divulgação de avisos sonoros nos voos, áreas de embarque e desembarque nacionais e internacionais;
  • Distanciamento de 2 metros entre pessoas no aeroporto;
  • Desestímulo a aglomerações nas praças de alimentação de aeroportos e em espaços de check-in de embarque e, especialmente, desembarque dentro das aeronaves;
  • Uso de máscara por passageiros e funcionários em geral;
  • Desinfecção de toda a área de movimentação de passageiros, pontes de embarque, aeronaves, ônibus e demais espaç​os de uso comum;
  • Organização criteriosa do procedimento de embarque de passageiros e especialmente desembarque da aeronave até o solo, orientando para que os passageiros permaneçam sentados na aeronave no pouso e informados que o desembarque será realizado por filas, iniciando pelos assentos situados mais à frente da aeronave; 
  • Recomendada a suspensão do serviço de bordo nos voos nacionais. No caso de manutenção desse serviço, priorizar alimentos e bebidas em embalagens individuais, higienizadas antes do serviço. Nos voos internacionais, deve ser priorizado alimentos e bebidas em embalagens individuais, higienizadas antes do serviço.
     

Situação atual do transporte aéreo

Atualmente, a malha essencial do mês de maio conta com 44 cidades atendidas, somando apenas 1.254 voos semanais contra os 14.781 previstos para o período, uma redução de 90% para o mercado doméstico. No mercado internacional, a redução é de praticamente 100%, sendo os voos poucos existentes focados em repatriação de brasileiros que estão no exterior e transporte de carga.

A novas medidas sanitárias e a malha aérea essencial buscam proteger os passageiros e profissionais que precisam se deslocar, além de preparar o setor aéreo para o momento de retomada da demanda pelo transporte. Em abril a demanda por voos domésticos recuou 93,1% em abril e oferta foi reduzida em 91,6%. No mercado internacional, a redução de demanda chegou a 96,1% e a oferta está 91,1% menor do que no mesmo período do ano passado.

Campos do Jordão – Temendo desemprego em grande escala pede reabertura

Campos do Jordão – Temendo desemprego em grande escala, associações pedem reabertura imediata do turismo

Diferente de cidades como Gramado-RS, Monte Verde-MG, Canela-RS e Atibaia-SP entre outras, Campo do Jordão mantem fechado o seu trade turístico.
As quatro principais associações representativas do turismo de Campos do Jordão estiveram na última sexta-feira com o Prefeito Municipal Frederico Guidoni (PSDB) solicitando a imediata, responsável e segura abertura do trade Turístico da cidade.

O ofício, que foi assinado pela Associação Comercial e Empresarial de Campos do Jordão, pelo Campos do Jordão e Região Visitors & Convention Bureau, pela AMECampos – Associação dos Amigos de Campos do Jordão e pela ABETA – Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura, apresenta o temor da entidades com relação ao aumento em grande escala do desemprego que já se apresenta no município que tem no turismo, sua principal atividade econômica.

Ainda segundo as entidades, Campos do Jordão deveria seguir o exemplo de outras cidades como Gramado-RS, Monte Verde-MG, Canela-RS, Atibaia-SP entre outras, que já retomaram suas atividades econômicas em todos setores observando e respeitando medidas restritivas e de segurança.

As associações ressaltam ainda no ofício que o fechamento dos hotéis trata-se de uma medida municipal, já que o decreto estadual não determinou o fechamento e segundo o mesmo decreto, hotelaria trata-se de serviço essencial.

DESEMPREGO – Estima-se que mais de 3 mil pessoas já perderam seus empregos desde de o fechamento do comércio na cidade

Totalmente dependente do turismo, a cidade que empregava cerca de 8 mil pessoas em restaurantes, hotéis, cafeterias e similares, já teve 40% dessa força de trabalho demitida, segundo sindicato da categoria.

Além de os representantes das associações, estiveram ainda presentes na reunião em que foi entregue o oficio ao Prefeito o Secretário de Turismo André Barbedo, empresários do trade turístico e o Presidente da Câmara dos Vereadores Filipe Cintra, que também recebeu ofício.

 

Com as Experiências Online do Airbnb, é possível se conectar a várias pessoas

Airbnb e Bumble se unem para tornar "primeiro encontro" mais divertido em tempos de quarentena
 


 

Se você está solteiro e quer encontrar alguém no mundo virtual nesta quarentena, você não está sozinho. Aliás, você pode estar entre os mais de 100 mil usuários do app de encontros Bumble em todo o mundo que atualizaram seus perfis durante este período de isolamento social. E, para ajudar a formar casais, mesmo de longe, o Airbnb está lançando uma série de Experiências Online, que serão oferecidas no aplicativo de namoro, perfeitas para para apimentar relações, além de criar momentos divertidos e memoráveis durante o primeiro encontro, ainda que no universo digital.
 

É possível, por exemplo, apreciar uma auldvinhocouespecialistePortugal, ou um passo a passo sobre compreparatacomexicanos. O casal também pode curtir um jazeuclubsecretdAmsterdã, ou um shoavivcosangridraqueeneLisboa.
 

Conheça mais algumas Experiências Online escolhidas a dedo para os casais aproveitarem juntos:
 

- Café e leitura do futuro (NY, USA): airbnb.com.br/experiences/1655022
- Caia no riso (Lisboa, Portugal): airbnb.com.br/experiences/1665391
- Leitura de Tarot (Texas, USA): airbnb.com.br/experiences/1657436
- Aprenda a fazer o Gin da Quarentena (Bath, Reino Unido): airbnb.com.br/experiences/1654806
- Descubra os ritmos de Porto Rico (Hatillo, Puerto Rico): airbnb.com.br/experiences/1661235
- Aprenda a fazer massa com italianos (Florença, Itália): airbnb.com.br/experiences/1526657
- Aprenda a fazer café com um profissional (Bogotá, Colômbia): airbnb.com.br/experiences/1638399
- Beba e desenhe (Lisboa, Portugal): airbnb.com.br/experiences/1653933
- Descubra os segredos do azeite (Klis, Croácia): airbnb.com.br/experiences/1654031
- Cuidados com ovelhas (Rotorua, Nova Zelândia): airbnb.com.br/experiences/1485488
 

Para ver outras Experiências Online disponíveis no Airbnb, acesse: http://www.airbnb.com.br/s/experiences/online.
 

Sobre as Experiências Online
 

Lançadas em abril, as Experiências Online permitem um acesso sem precedentes a anfitriões inspiradores do Airbnb em todo o mundo, incluindo monges budistas, sommeliers, mágicos e muito mais. Seja visitando os cães de Chernobyl, dando vida aos sabores da Índia ou até fazendo queijo com uma cabra e seu filhote em Malibu - os hóspedes têm a chance de se conectar com novas pessoas e viajar praticamente sem sair de casa.
 

Sobre o Airbnb
 

O Airbnb é uma das maiores plataformas do mundo para estadias e atividades únicas e autênticas, oferecendo mais de 7 milhões de anúncios de acomodações e 40 mil experiências desenvolvidas por anfitriões locais. O Airbnb é um motor de empoderamento econômico que ajuda milhões de empreendedores de hospitalidade a monetizar seus espaços e suas paixões, mantendo os benefícios financeiros do turismo em suas próprias comunidades. Com mais de 500 milhões de chegadas de hóspedes globalmente desde a sua fundação, há 11 anos, e acessível em 62 idiomas em 220 países e regiões, o Airbnb promove a conexão entre as pessoas e a confiança no mundo todo.

Apesar da crise, vendas de consórcio devem crescer até 15% em 2020, segundo ABAC

 

Fintech Mycon vem registrando aumento de 30% ao mês desde o seu lançamento em dezembro de 2019

A maioria das aplicações financeiras vivem um cenário de incerteza por conta da pandemia da Covid-19 e muitas registraram prejuízos nos últimos meses. Por outro lado, o consórcio, que recebe a correção pelos índices oficiais, tem se tornando uma boa alternativa de aplicação financeira. Segundo dados da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC), as vendas de consórcio em 2020 devem crescer até 15%, podendo ultrapassar esta marca em alguns segmentos. O Mycon, primeira fintech de consórcios 100% digital, já vem notando esta mudança ao registrar crescimento de 30% ao mês desde o seu lançamento em dezembro de 2019.

O consórcio consiste em um grupo de pessoas com o mesmo objetivo, que se reúne em grupos para adquirir um bem (Imóveis, Automóveis, Motos) ou um serviço (Construção, Reformas, Cirurgias Estética, Festas, etc.) de forma programada e sem pagar juros.

Essa modalidade permite realizar um investimento por meio de contribuições mensais, sem riscos de perda e ainda com a possibilidade de receber o crédito total desejado antes mesmo de ter o montante acumulado. Hoje, o Brasil já possui mais de 7 milhões consorciados ativos e mais de 253 bilhões de ativos administrados.

Historicamente, o consórcio é uma boa alternativa de investimento, pois não existe risco de perdas financeiras, o patrimônio acumulado é corrigido monetariamente até o momento em que o participante receba o crédito contratado. A estimativa é que as vendas de novas cotas cresçam entre 7% e 15%. “Além de ter a correção pelos índices oficiais, o cliente de consórcio ainda tem a possibilidade de ser sorteado e conseguir um crédito com taxas até 10x menores do que o financiamento”, explica Marcio Kogut, CEO do Mycon.

Outros diferenciais do produto incluem vender ou transferir o consórcio em andamento para outra pessoa a qualquer momento. Caso o consorciado tenha sido contemplado, mas não queira utilizar o crédito, ele tem a opções de transferir o consórcio com uma boa rentabilidade financeira.

Como funciona:

1. O consorciado paga as mensalidades e, quando é contemplado, vende o seu consórcio para outra pessoa, que deseja obter um crédito imediato, mas não quer esperar pela contemplação;
2. Nessa negociação, o vendedor normalmente cobra um percentual adicional sobre o valor do crédito como ágio, além do total que já foi pago;
3. Essa transação é feita entre as partes, sem interferência da administradora. As regras para transferência de cotas estão estabelecidas no contrato e a pessoa que está adquirindo o consórcio deverá passar por uma aprovação de cadastro.

"Por todos esses motivos, o consórcio é considerado uma ótima ferramenta de investimento. O cliente assume o compromisso de pagar as parcelas, como se fosse uma poupança e, com isto, guarda essa quantia mensalmente, evitando outros gastos desnecessários. Por outro lado, pode obter também uma ótima rentabilidade sobre o capital investido, caso a pessoa seja contemplada ou queira transferir a carta de crédito com ágio para outro interessado", finaliza Kogut.

O Mycon oferece planos de consórcios de imóveis, carros, motos e serviços, como reformas e construção, cirurgias plásticas, tratamento dentários, estudos e intercâmbio no exterior, festas de casamento, realizar viagens, entre outros. A contratação do plano pode ser realizada em até 15 anos, com uma taxa total de apenas 9,99% por todo o prazo. Essa taxa chega a ser 50% menor do que as outras administradoras de consórcios que atuam no segmento.

O processo de compra é 100% online e realizado por meio do chatbot Mycon, que tira todas as dúvidas do cliente sem que ele precise sair de casa, de forma rápida, eficiente e sem burocracia.

Sobre o Mycon

O Mycon é a primeira fintech do Brasil a usar inteligência artificial e ofertar consórcio digital com a menor taxa do Brasil. Processo é simples, ágil e pode ser realizado no site ou app. A plataforma, atende a todo Brasil através do site www.mycon.com.br e do App para iOS e Android. O Mycon é uma Administradora de Consórcios autorizada e fiscalizada pelo Banco Central do Brasil.

Blogs


Clique aqui e receba nossas notícias gratuitamente!