Turismo & Negócios

07/01/2020 11:03

Fazendas de café com receitas de herança italiana

Fazendas de café com receitas de herança italiana

Fazendas de café com receitas de herança italiana, visitas guiadas a fabricações de queijos e doces, feiras populares e até alambiques estão no cardápio de diversidades deste delicioso destino

 

Poucas sensações na vida são tão agradáveis quanto acordar, olhar para a imensidão verde que se abre pela janela e tomar aquele café da manhã de fazenda que parece preparado pela sua avó. Ter o prazer de vivenciar esse momento de acolhimento e provar uma comidinha que “abraça” é mais fácil do que se imagina. É só fazer uma visita a Socorro, a 138 quilômetros de São Paulo, próximo à região da Serra da Mantiqueira.  

 

Bolinho de chuva, arroz doce, broa de milho... Já deu água na boca? Nos hotéis fazenda da cidade os visitantes podem desfrutar de uma vasta mesa de produtos de um típico café colonial caseiro. No início da manhã ou no fim de tarde – e até para almoços -, o cardápio de guloseimas inclui pamonha, canjica, curau, leitão à pururuca, tutu de feijão, geleias e compotas. São infinitas as variedades para saciar seu apetite com as delícias da culinária do interior paulista.

 

Além disso, são promovidas visitas guiadas para que o viajante possa entender e aprender mais sobre o processo de fabricação de queijos e doces caseiros. Ainda é possível percorrer plantações que remontam a época áurea do café e fazer degustação de grãos moídos na hora em mais de 20 tipos de coagem. 

 

É, portanto, desse período que vem grande parte da herança gastronômica de Socorro, que tem sua história ligada à introdução da mão de obra italiana na lavoura cafeeira. A influência dos ragazzi pode ser notada nos restaurantes e empórios locais, tanto no centro urbano, quanto na zona rural.

 

Para quem quiser diversificar o menu da cucina della mamma, ainda existem opções mais leves, oportunidade para provar a famosa pipoca de tilápia. Há também a possibilidade de pescar e preparar seu próprio peixe. Basta procurar um pesqueiro e partir de barco para o rio com vara, isca e anzol.

 

À noite, a dica é aproveitar a brisa fresca para sentar ao ar livre nas mesas dos botecos com música ao vivo, ou mesmo deleitar-se nas hamburguerias e restaurantes japoneses. Outra boa pedida é adentar a feira noturna da Estação Socorro – antiga rodoviária desativada – para se entregar aos prazeres da cozinha popular. Às quartas, das 18h às 22h, este é o lugar para “cair de boca” nas tapiocas, churrascos, pastéis, batatas recheadas e bolos.

 

Para aqueles que não abrem mão dos destilados, Socorro oferece enorme quantidade de alambiques e cachaçarias para saborear não só a boa e velha pinga, mas também seus derivados, como licores, melados, rapaduras e o açúcar mascavo. Os fermentados igualmente têm seu espaço garantido com a oferta de vinhos e cervejas artesanais. Nos cardápios de hotéis e restaurantes, ainda há a alternativa dos coquetéis. Sabores e misturas para satisfazer a todos os paladares.

 

Para mais informações sobre o turismo na cidade acesse www.socorro.tur.br.

07/01/2020 10:53

25ª edição da FIART vai surpreender a partir de 24 de janeiro em Natal

25ª edição da FIART vai surpreender a partir de 24 de janeiro em Natal

 

 

 

Com o tema “Inspiração e Arte, Negócios e Tradição”, a Feira Internacional de Artesanato – FIART acontecerá de 24 de janeiro a 02 de fevereiro de 2020, no Centro de Convenções, em Ponta Negra, Natal-RN. Em sua 25ª edição, a FIART terá muitas novidades, além dos artesãos potiguares, expositores de outros estados e países. Para celebrar 25 anos de sucesso, o evento em 2020 transformará o Centro de Convenções em um grande atrativo para turistas e visitantes locais, através da diversidade de produtos, da programação cultural e da gastronomia.

Além de servir como um evento de entretenimento e compras para turistas e visitantes locais, a FIART gera emprego e renda, movimentando a economia em plena temporada de verão. De acordo com a organização, são esperados cerca de 50 mil visitantes. Assim, a expectativa é que as vendas superem R$ 7 milhões. A Feira está entre as quatro maiores do segmento no País.

A programação cultural será diversificada e conta com mostra folclórica, seminário, cortejos, oficinas, shows, além de outras novidades. A gastronomia também terá um espaço diferenciado, com muitas degustações e até uma cervejaria.

“A 25ª edição da FIART comprova mais uma vez a consolidação do evento no calendário turístico da cidade na alta estação. A feira movimenta a economia local promovendo o trabalho dos artesãos, especialmente do artesão potiguar”, conta o idealizador e organizador da Fiart, Neiwaldo Guedes.

A FIART tem como patrocinadores e parceiros o Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Sebrae/RN e Prefeitura de Natal. Organização Espacial Eventos.

Saiba mais através do site: feirafiart.com.br

06/01/2020 17:34

Grupo Villa Hotéis, de Goiás, anuncia abertura de hotel boutique em Orlando

 

Com 15 suítes, o empreendimento irá reforçar o posicionamento da marca como rede especializada em pequenos hotéis, pousadas e guest houses de luxo, charme e conforto, conceitos presentes em outras unidades do grupo, que está celebrando 16 anos de atuação em Pirenópolis (GO)

 

Icon na International Drive proximo ao nvo hotel do grupo Villa (Divulgação)

Icon na International Drive proximo ao nvo hotel do grupo Villa
(Divulgação)

 

 

O Grupo Villa Hotéis (GO), que abriga na rede os hotéis Villa do Comendador, Dádiva Hotel Boutique e Casarão Villa do Império, todos em Pirenópolis, aproveitou a comemoração de 16 anos de atuação para anunciar a abertura de sua primeira unidade Guest House Premium no exterior, em Orlando, Flórida. A inauguração está prevista para o i segundo semestre de 2020.

 

Segundo Geovani Rosa Ribeiro, dirigente do Grupo, a nova unidade seguirá os mesmos padrões dos hotéis que consolidaram a marca da empresa no Brasil. “Queremos reforçar nosso posicionamento como uma rede de pequenos hotéis boutique onde prevalecem o charme, conforto e serviços exclusivos, diferenciados e personalizados, sobretudo para casais que buscam o melhor de uma viagem a dois”, explica o hoteleiro.

 

O nome comercial do novo produto, que contará com 15 suítes e localização privilegiada, será anunciado brevemente, informa Maristela Ribeiro, CEO do Grupo Villa. “Estaremos na International Drive, a avenida mais famosa da cidade e local estratégico para quem visita Orlando, onde se concentram outlets, shoppings,, lojas temáticas da Disney, restaurantes e atrativos  como a roda gigante Icon e o Museu Madame Trusseau’s, além de fácil acesso ao Parques da Universal, entre outras facilidades”.

 

Segundo a empresária, a nova unidade, dentro do Grand Pines Resorts, contará com todos os benefícios de lazer e serviços disponíveis para os hóspedes no club house. “Também vamos oferecer serviços exclusivos para nossos clientes. Entre eles está o café da manhã diferenciado para os brasileiros, com nosso pão de queijo, entre outros mimos, serviço de concierge, aluguel de carros e um espaço de coworking, já que no perfil de nossos clientes sempre temos executivos que precisam cuidar de seus negócios, mesmo viajando a lazer”, acrescenta Maristela.

 

No Brasil, os hotéis do Grupo Villa Hotéis, estão entre os mais destacados da Associação Roteiros de Charme, com alto índice de ocupação e satisfação dos hóspedes.” Temos conquistado vários prêmios a partir da recomendação dos clientes, entre eles, pelo terceiro ano consecutivo, o Travelers' Choice, do Trip Advisor, entre os melhores hotéis românticos do Brasil e América do Sul. Queremos repetir esse sucesso também no exterior”, finaliza Geovani Ribeiro.

 

Mais Informaçõeshttp://grupovillahoteis.com.br/

 

06/01/2020 17:09

AEROPORTO DE SALVADOR CONQUISTA CERTIFICAÇÃO INTERNACIONAL DE REDUÇÃO NA EMISSÃO

AEROPORTO DE SALVADOR CONQUISTA CERTIFICAÇÃO INTERNACIONAL DE REDUÇÃO NA EMISSÃO

 

A conquista representa o nível 2 da certificação ACA (Airport Carbon Accreditation)

 

O Salvador Bahia Airport, integrante da rede VINCI Airports, acaba de ganhar destaque internacional mais uma vez graças ao seu compromisso ambiental. O Aeroporto conquistou o nível 2 da certificação ACA (Airport Carbon Accreditation), concedida pela organização Airport Council International (ACI) e que reconhece a implementação de ações e projetos voltados para a redução das emissões de carbono.

A certificação é resultado do trabalho desenvolvido pelo Aeroporto em diferentes frentes, incluindo melhorias do sistema de climatização, instalação de dispositivos inteligentes como sensores de presença nas escadas, elevadores e banheiros e substituição de lâmpadas convencionais por LED, o que foi responsável pela redução de 134 toneladas de gás carbônico emitido.

Além disso, o Salvador Bahia Airport deu início à instalação de uma usina solar, tornando-se o primeiro aeroporto do país a contar com um equipamento do tipo abastecendo o Terminal. A planta, um investimento de cerca de R$ 16 milhões, terá 11 mil painéis solares, representando 4.215 KWp de potência instalada para uma produção anual de 6.300.000 KWh. A previsão é de que o equipamento entre em operação na segunda quinzena de fevereiro.

 

Mensalmente, a usina terá capacidade para produzir 550.000 KWh de energia, suprindo 32% do consumo atual do terminal e representando o equivalente ao necessário para abastecer 3.800 casas populares. Quando estiver em pleno funcionamento, a usina vai diminuir ainda em 30% a pegada de carbono do Aeroporto, ou seja, 690 toneladas ao ano.

 

Outros reconhecimentos – A obtenção da certificação ACA em nível 2 soma-se a outras conquistas do aeroporto na área de sustentabilidade ao longo de 2019. Em janeiro desse ano, o Salvador Bahia Airport já tinha sido o primeiro das regiões Norte/Nordeste e o segundo do Brasil a obter a certificação ACA em nível 1, que reconhece os esforços de mapeamento e identificação de todas as emissões diretas e indiretas de gases do efeito estufa pelo aeroporto.

Já em outubro, o Aeroporto de Salvador foi reconhecido como “aeroporto verde” durante conferência anual do Conselho Internacional de Aeroportos da América Latina e Caribe (ACI-LAC), que premiou a Estação de Tratamento de Efluentes (ETE), implantada em 2018, o trabalho de eficiência energética e o gerenciamento do risco da fauna desenvolvidos no Salvador Bahia Airport.

As ações de sustentabilidade aplicadas no Aeroporto estão alinhadas à política ambiental da VINCI Airports, a AIRPact, que estabelece metas globais para o ano de 2030, como reduzir pela metade a pegada de carbono através da obtenção da certificação ACA por todos os aeroportos do grupo no mundo, reduzir pela metade o consumo de água, implementar a economia circular pautada na redução da produção de lixo, separação dos resíduos gerados e posterior reciclagem.

 

Sobre o Salvador Bahia Airport

Localizado em Salvador, capital baiana e primeira capital brasileira, o Salvador Bahia Airport faz parte da rede VINCI Airports desde 2 de janeiro de 2018 através de um Contrato de Concessão com duração de 30 anos. Na lista dos dez aeroportos mais movimentados do País, ele conecta o estado da Bahia a cerca de 30 destinos, tanto domésticos quanto internacionais.

 

Desde o início da Concessão, o aeroporto tem incorporado padrões globais de operação, buscando entregar mais eficiência, segurança e uma melhor experiência de viagem para os seus passageiros. Grandes investimentos em um programa de modernização e ampliação levaram à extensão de 22.000 m² de área construída, ao acréscimo de seis novas pontes de embarque, à abertura de mais uma pista para aviação comercial e à instalação de um sistema de detecção e combate a incêndio. Além disso, o aeroporto se comprometeu a apoiar o desenvolvimento econômico do estado através do desenvolvimento de tráfego e iniciativas de estímulo ao turismo.

Reconhecido como um aeroporto verde pelo Conselho Internacional de Aeroportos, o Salvador Bahia Airport se destaca por suas conquistas no campo da sustentabilidade entre as quais zero descarte de efluentes, adoção de medidas visando eficiência energética, e a implementação de um programa efetivo de reciclagem. As iniciativas estão alinhadas com o compromisso da VINCI Airports em reduzir sua pegada de carbono. O Aeroporto também procura valorizar e promover as especificidades culturais e sociais da Bahia, um de seus grandes ativos.

Sobre a VINCI Airports
A VINCI Airports, como a maior operadora privada de aeroportos no mundo, gerencia o desenvolvimento e as operações de 46 aeroportos localizados na França, em Portugal, no Reino Unido, na Suécia, Sérvia, no Camboja, no Japão, nos Estados Unidos, na República Dominicana, na Costa Rica, no Chile e no Brasil. Atendida por cerca de 250 companhias aéreas, a rede VINCI Airports transportou 240 milhões de passageiros em 2018.

Por meio de sua expertise como um integrador abrangente, a VINCI Airports desenvolve, financia, constrói e opera aeroportos, aproveitando sua capacidade de investimento, network internacional e know-how para otimizar a gestão e o desempenho das infraestruturas aeroportuárias existentes, suas extensões e projetos de novas construções. Em 2018, sua receita anual para atividades geridas foi de 3,6 bilhões de euros e de 1,6 bilhão de euros para receita consolidada.  Mais informações estão disponíveis em www.vinci-airports.com ou www.salvador-airport.com.br

06/01/2020 17:04

Marinha do Brasil inicia Operação Verão 2019/2020

 

 

 

– Mares Seguros e Limpos no Rio Grande do Norte A Marinha do Brasil (MB), por meio da Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte (CPRN), iniciou a Operação Verão 2019/2020 – Mares Seguros e Limpos, uma campanha de conscientização e fiscalização do tráfego aquaviário nas áreas de maior concentração de embarcações, visando fortalecer a preservação dos mares, rios e lagos, além da segurança da navegação. Em decorrência do recente episódio das manchas de óleo no litoral brasileiro, a Operação Verão terá como foco o combate à poluição que tem atingido a Amazônia Azul, área oceânica de 5,7 milhões de quilômetros quadrados ao longo da costa brasileira. A MB permanece engajada nesse trabalho, realizado em conjunto com o Exército Brasileiro (EB), a Força Aérea Brasileira (FAB), o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais e Renováveis (IBAMA), a Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP), o Instituto Chico Mendes de Conservação e Biodiversidade (ICMBio), a Petrobras, bem como diversas instituições federais, estaduais e municipais públicas e privadas, a academia e a sociedade, Adicionalmente às ações de prevenção da poluição hídrica, a Marinha do Brasil intensificará as atividades relacionadas à salvaguarda da vida humana no mar e à segurança da navegação, reforçando a prevenção e minimizando os riscos de acidentes com embarcações durante o verão, bem como realizando ações educativas junto às colônias de pescadores para esclarecimentos sobre os perigos da pesca com emprego de compressor. Para a "Operação Verão 2019/2020 – Mares Seguros e Limpos", a CPRN empregará 120 militares, com o apoio de oito embarcações, incluindo lanchas e motos aquáticas, além de nove viaturas. Na Operação Verão 2018/2019, a Capitania inspecionou 3.708 embarcações, emitindo 131 notificações, que se reverteram em 59 autos de infração. Além disso, foram realizadas cinco apreensões de embarcações. As ações de fiscalização envolvem aspectos como habilitação dos condutores, documentação da embarcação, material de salvatagem (coletes e boias), extintores de incêndio, luzes de navegação, a lotação e o estado da embarcação. Além disso, serão utilizados etilômetros, tendo em vista que é proibido o consumo de bebidas alcoólicas pelos condutores. Ademais, haverá ações de monitoramento e controle de poluição hídrica nas áreas e nas embarcações fiscalizadas. Outra ação que ocorrerá em conjunto com a "Operação Verão 2019/2020 – Mares Seguros e Limpos" será a “Travessia Segura”, no mês de janeiro, em todo o País, voltada a embarcações de transporte de passageiros e de turismo náutico, que têm seu fluxo intensificado durante o período de férias nas regiões litorâneas e nos balneários. A Marinha do Brasil convida a população a participar da "Operação Verão 2019/2020 – Mares Seguros e Limpos". Ao avistar uma mancha de óleo, as autoridades competentes poderão ser informadas por meio do telefone 185. A MB recomenda à população que nunca manipule algum resíduo sem o devido Equipamento de Proteção Individual (EPI) e sem a supervisão ou orientação de algum dos órgãos técnicos envolvidos. A CPRN também disponibiliza o telefone 98802-8568 para denúncias de situações que representem risco para a segurança da navegação, a salvaguarda da vida humana no mar e a prevenção da poluição hídrica.

03/01/2020 12:35

Especialista em Mídias Digitais analisa o impacto da LGPD no marketing digital

Para a especialista em Mídias Digitais e associada da área de Tecnologia, Mídia e Telecomunicações do Vinhas e Redenschi Advogados, Cecília Almada Cunha, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que entrará em vigor em agosto de 2020, vai fazer com que todas as organizações, principalmente as que utilizam dados pessoais como sua matéria-prima, direcionem o foco para a adequação de suas ações com as novas regulamentações de proteção de dados. Segundo ela, as empresas que aproveitarem a oportunidade de saírem na frente, poderão ter aumentado o seu valor intangível, obtendo uma boa reputação no mercado.

Ainda de acordo com Cecília Almada Cunha, as empresas que não se atentarem aos impactos da LGPD poderão ser seriamente afetadas por conta de um incidente de segurança cibernética mal gerenciado. “Compreendido isso, é necessário concentrarmos nossas energias no que precisará ser reavaliado quanto ao modus operandi dessa atividade específica com o advento da LGPD. Uma das ações é o autoconhecimento. Quando a organização mapeia seus processos internos onde há o tratamento de dados pessoais, ela passa a conhecer o seu risco e melhor gerenciá-lo, apostando na qualidade e exatidão do dado e identificando a real necessidade de tratamento com base na finalidade pretendida”, explica Cecília Almada Cunha.

A especialista ressalta ainda que as empresas não devem se ater aos termos de adesão tradicionais, com inúmeras cláusulas e disposições dotadas de alto grau de “juridiquês”. De acordo com Cecília Almada Cunha, elas precisam dar lugar a soluções inovadoras no que tange à comunicação entre usuário e apps. “Cabe ressaltar que já existem, inclusive, aplicativos que se valem de recursos como mecanismos dotados de ‘check-box’ para a comunicação inicial com o usuário, visando deixar claro quais são as obrigações de cada uma das partes. A depender da aplicação, caso exista background em blockchain, os termos de uso e privacidade podem, inclusive, ser desenvolvidos em linguagem própria de programação, por smart contratcts, eliminando totalmente a chance de interpretação ambígua de cláusulas”, observa a especialista em Mídias Digitais.

A advogada alerta ainda para a importância de uma base legal preexistente prevista na LGPD. “A depender do caso, se a organização possui uma relação comercial com uma pessoa natural, é possível que ela se valha do seu legítimo interesse para envio de e-mail marketing correlato, ressalvada a possibilidade de opt-out com a inserção automática de um link para descadastramento, em observância às melhores práticas do mercado”, aponta a especialista.

Cecília Almada Cunha sugere que as empresas promovam transparência no uso de cookies capazes de mapear as “pegadas” deixadas pela navegação do usuário na Internet. Ela lembra que eles são usados muitas vezes para direcionar publicidade a partir da identificação de um padrão de comportamento na web. “A partir deles é possível o fornecimento de publicidade direcionada, mas a transparência sobre a forma de sua utilização precisa ser considerada, sempre”, orienta a advogada do escritório Vinhas e Redenschi.

Conformidade com a LGPD -- Cecília Almada salienta que as empresas que estiverem de acordo com os conceitos e mudanças de mindset que a LGPD traz aumentarão o seu valor por causa da sua boa reputação no mercado. “Até porque uma das penalidades que a lei prevê é a publicização da infração, significando que anos de confiança no mercado poderão ser seriamente afetados por conta de um incidente de segurança cibernética mal gerenciado”, observa.

*O conteúdo deste blog não representa necessariamente a opinião do portal.

Turismo, mundo business e tendências de mercado Blog Turismo & Negócios, da jornalista de Turismo, Cristina Lira, formada em Comunicação - Jornalismo pela Universidade de Brasilia ( UnB) dará dicas de viagens, gastronomia, enoturismo, feiras de turismo, MICE e muito mais, além de divulgar o mundo business, tendências do mercado, da tecnologia, da energia, biocombustivel e petróleo!. Neste espaço vamos divulgar as news de Natal, do Brasil e Mundo. Noticias podem ser enviadas para o email lira_cris@hotmail.com Instagram @cristinaliraturismo

MAIS ACESSADAS