Turismo & Negócios

SERHS Natal Grand hotel & Resort promoveu o Grand Chef SERHS

SERHS Natal Grand hotel & Resort promoveu o  Grand Chef SERHS

O SERHS Natal Grand hotel & Resort, foi palco da primeira temporada do "Grand Chef SERHS", inspirado no "Master Chef". Com a participação de doze colaboradores durante três dias, nesta segunda-feira (12) foi a final do certame gastronômico.


Dos doze candidatos, apenas três chegaram à fase final. O evento contou com a presença de três jurados: a professora de Gastronomia do Senac-RN, Tulyane Bezerra, o chef do hotel Visual, Fabiano Ferreira e  Miss RN e Miss Brasil 2009, Larissa Costa, que avaliaram alguns aspectos importantes, ao degustarem as delícias preparadadas pelos competidores, desde o sabor, a apresentação dos pratos e a harmonização do conjunto, para decidirem pela melhor técnica de preparação. O sub chef, Rodrigo Praxedes supervisionou todo o evento.

Segundo a idealizadora do evento, diretora de RH, Samara Câmara, O Grand Chef SERHS foi uma ação motivacional que tinha como objetivo explorar as habilidades e técnicas dos nossos cozinheiros, fazendo com que eles tivessem a oportunidade de mostrar que são capazes de ir muito mais além do habitual na sua profissão. "Ficamos muito orgulhosos, pois a ação foi um sucesso e eles responderam com bastante maestria", enfatizou Samara.

O vencedor do Grand Chef SERHS foi Margson Ytalo, que recebeu das mãos do diretor geral do SERHS, Willian Lass, voucher de diária no SERHS Villas da Pipa hotel, empresa do Grup SERHS, faca profissional e avental personalizado do evento. Além da premiação, o grande vencedor terá o prato incluso no menu dos restaurantes Tapiro e Marenostrum.

Em segundo lugar ficou Wallan Rocha, e em terceiro, Francidalva da Silva, que receberam cada um,voucher da loja Sol Brasil, também empresa do Grup SERHS, faca profissional e avental personalizado do evento.  

Devido ao sucesso da primeira temporada, outra edição do Grand Chef SERHS está prevista para acontecer ainda este ano. E outros modelos já estão sendo pensados.

Foto- crédito Paparazzi SERHS

Na foto, a diretora de RH, Samara Câmara, o vencedor Margson Ytalo e o diretor geral do SERHS, Willian Lass.

Plataforma de viagem de ônibus aposta em embarque biométrico


 

Projeto liderado pela plataforma Embarca teve início em Curitiba (PR) e oferece uma nova experiência ao setor
 

 

 

 

Recém lançada no mercado rodoviário, a plataforma Embarca, desenvolvida pela Arca Mobility as a Service, empresa de tecnologia referência em soluções para mobilidade, aposta 100% na tecnologia como sua aliada para o sucesso.
 

Em parceria com a FullFace , desenvolvedora brasileira de biometria facial, a plataforma iniciou a fase teste da implementação da tecnologia de reconhecimento facial em sua frota de ônibus. A iniciativa tem como propósito, ajudar na identificação dos viajantes e, com isso, promover mais agilidade, segurança e personalização no momento do embarque.
 

Segundo o CEO da Arca Mobility as a Service, Felipe Gulin, as soluções tecnológicas desenvolvidas pela empresa contribuem para tornar as operadoras mais competitivas e atraentes para seus clientes e, dessa forma, atrair e reter seus passageiros. "Essa parceria marca uma nova fase no transporte de ônibus no Brasil" "Estamos aprimorando a qualidade dos serviços, aliando tecnologia à tradição para que todos se sintam seguros e vivenciam uma experiência única do início ao fim", afirma Felipe.
 

Com essa funcionalidade é possível oferecer uma nova experiência contactless, pois os usuários não precisarão ter o contato com um dispositivo móvel ou pessoas, já que o motorista terá acesso em tempo real a todas as informações necessárias para validar o embarque do passageiro, garantindo a autenticidade de cada um. Além disso, ajuda a otimizar o tempo de viagem, garantindo assim a segurança e os protocolos definidos para a realização de um transporte seguro.

A implementação do reconhecimento facial biométrico é um dos diferenciais da frota que faz os primeiros roteiros da Embarca no trecho de Curitiba a Ponta Grossa( PR). O objetivo é que nos próximos meses, a tecnologia também seja incorporada em novas linhas.
 

Sobre a Arca Mobility as a Service
 

A Arca é uma empresa de tecnologia especializada em desenvolver soluções para mobilidade por meio de aplicativos. Seu propósito é conectar origem e destinos no mundo, ajudando na decisão da mobilidade das pessoas.
 

Sobre a Embarca
 

Plataforma completa para os operadores de transportes, que permite conectar clientes, operadores e motoristas. O sistema desenvolvido pela Arca, que já atua com o marketplace para venda de passagens Embarca.Ai, integra também as soluções: Embarca.M, aplicativo desenvolvido para auxiliar os motoristas; e o Embarca.E, sistema para gestão de encomendas.
 


Informações à imprensa:
Arca Mobility as a Service
Seven PR | arca@sevenpr.com.br

 

Sobre FullFace
 

Startup brasileira especializada na identificação de pessoas através de uma tecnologia proprietária de biometria facial, que possibilita fácil integração a hardwares e softwares, facilitando processos de autenticação integrada em ambientes web e mobile. A tecnologia desenvolvida pela FullFace não armazena imagens, o que a torna uma ferramenta importante para garantir a segurança e privacidade de todas as informações. A startup atua em diversos segmentos da economia e atende clientes como GOL Linhas Aéreas Inteligentes, Seguros Unimed, Lojas Pernambucanas, C6 Bank, QUOD e outros.

Projeto do nPITI recebe premiação de R$ 460 mil em recursos de computação


Concedido pela Oracle, o feito auxiliará na otimização de cálculos para exploração de petróleo e gás

 

O projeto “Equilíbrio de Carga Computacional entre GPU e CPU em Simulação de Alto Desempenho para Equações de Onda” – conduzido em parceria com o Núcleo de Pesquisa e Inovação em Tecnologia da Informação (nPITI/IMD) – recebeu do programa “Oracle for Research” R$ 460 mil em recursos de computação em nuvem.

O projeto deu continuidade a uma pesquisa iniciada em 2017, financiada pela multinacional Shell, que buscou inovar a análise e o processamento de dados sobre a composição do subsolo, tornando mais eficientes as arquiteturas computacionais usadas na exploração de petróleo e gás.

Segundo Samuel Xavier, professor coordenador do projeto, a equipe buscou apoio da gigante de tecnologia Oracle a fim de possibilitar o uso de uma melhor infraestrutura para a iniciativa desenvolvida na UFRN e, com a premiação, será possível testar o processamento sísmico sob diversas arquiteturas e garantir uma boa execução da pesquisa.

“A facilidade de tornar o código portável, a diminuição da barreira entre usuário e máquina e o fato de ser uma pesquisa de alto impacto na área de indústria de óleo e gás são, com certeza, fatores importantes que contribuíram para a premiação" afirma o professor. A iniciativa da Oracle provê tecnologia para acelerar estudos universitárias e manter segurança de dados.
 

Projeto

Segundo Samuel Xavier, muitas das implementações dos algoritmos que existem hoje contribuem para uma subutilização de servidores e de supercomputadores, pois ou utilizam somente CPU’s – centrais de processador – ou apenas GPU’s – placas de processamento gráfico.

Tendo isso em vista, o projeto premiado almeja fazer com que as duas formas de realizar processamento sísmico – tanto com CPU’s quanto com GPU’s – possam ser feitas ao mesmo tempo, tornando mais eficiente os trabalhos dos computadores workstation, supercomputadores e nuvens computacionais.

Além de Samuel Xavier, o projeto da UFRN contou com a participação dos discentes Malson Pacheco – pesquisador do Laboratório de Arquiteturas Paralelas para Processamento de Sinais (LAPPS/IMD) – e Ítalo de Assis.

Inova Metrópole lança edital para pré-incubação de negócios de TI



Seleção oferece vagas para atuação remota. Inscrições começam no dia 12 de abril

 

A incubadora de empresas Inova Metrópole, do Parque Tecnológico Metrópole Digital, lançou um novo edital para seleção de negócios em tecnologia para o seu programa de pré-incubação de startups. As inscrições serão abertas a partir do dia 12 de abril, podendo ser realizadas através do preenchimento de formulário no site.

A seleção é voltada para candidatos com um protótipo funcional de produto ou com modelos de processos inovadores em Tecnologia da Informação (TI). Segundo Iris Pimenta, gerente executiva da incubadora, a expectativa é que “surjam bons projetos e que a Inova possa contribuir com um passo a mais na jornada desses empreendedores”.

Um dos diferenciais deste edital é a oferta de vagas remotas, por meio das quais é possível participar de assessorias e capacitações de modo online, além de acessar, presencialmente e sob demanda, as salas de reuniões. O número de vagas será preenchido conforme a capacidade de atendimento da incubadora.

 

Seleção

Conduzida por meio de uma comissão da própria Inova Metrópole, a seleção será feita em duas etapas, uma para análise documental e outra para entrevistas remotas, durante as quais serão feitas avaliações sobre a proposta de negócio dos candidatos.

Também nesta segunda fase, será analisado o currículo do empreendedor, sua disponibilidade de tempo para o negócio e demais aspectos sobre o produto ou serviço, como tecnologia, capital, entre outros.

No ato da inscrição, além dos documentos requisitados pelo edital, os candidatos também devem enviar vídeos para demonstrar todas as funcionalidades dos seus protótipos tecnológicos.

 

Pré-incubação

Voltado a empresas que estejam começando seus negócios em TI, o programa de pré-incubação da Inova Metrópole – que tem duração de 12 meses, prorrogáveis por mais seis – visa apoiar o desenvolvimento do protótipo funcional ou serviço do participante, a fim de transformá-lo em um verdadeiro negócio, viável estruturalmente e economicamente.

Para isso, são oferecidos benefícios como uso de Data Center, consultorias em áreas como contabilidade, marketing e gestão, capacitação para empreendedores e divulgação midiática, além de acesso a um dinâmico ecossistema empresarial e acadêmico de negócios e inovação.

Camarão internacional com o chef Daniel Cavalcanti

Na próxima quinta-feira (8), às 19h30, haverá uma nova edição do “Cozinhando com o Chef Daniel Cavalcanti”. O prato escolhido foi o camarão internacional. A oficina gastronômica será transmitida pelo canal do Cascudo no YouTube.


Para quem deseja fazer o prato em casa, enquanto acompanha a transmissão, o Cascudo preparou um kit para três pessoas, com todos os ingredientes e receita por escrito no valor de R$ 140.
 

É possivel ainda harmonizar o prato com o excelente Dom Candido Autentico Rosé. Através de uma parceria com o Magazzino, o vinho no valor de R$ 58 poderá ser entregue com o kit. O pedido pode ser feito pelo (84) 99828.7007 ou no site www.cascudobistro.com.br.

 

 

Image

-->

Natal se despede do empresário Juarez de Sá Rabello ( Rabellinho)

Natal se despede do empresário Juarez de Sá Rabello ( Rabellinho)

Hoje(05) de abril de 2021, Natal se despede com todas as honras de um grande empresário, amigo, fiel e querido por sua familia e legião de amigos. Depois de 22 dias na UTI do hospital do Coração , Juarez de Sá Rabello, conhecido pelos amigos como Rabellinho, lutando como um guerreiro contra a Covid-19, não resistiu e vai descansar. Morreu ontem a noite aos 66 anos de idade. Um descanso merecido de quem lutou muito. Meus sentimentos à esposa Carmen e filhas, Larah, Jihane e Fernanda  . Com certeza o céu está em festa para receber esse rei!. Deixa um grande legado de empreendedorismo e desafio para suas fihas continuarem com o projeto que ele sempre sonhou e chegou a realizar em parte.

Vamos lembrar dos momentos felizes que ele teve aqui na terra!

Blogs


Clique aqui e receba nossas notícias gratuitamente!