Há alguns dias tive a oportunidade de rever e entrevistar, ao lado do jornalista Stênio Dantas, a ex-prefeita de Natal, Micarla de Sousa , no Grande Ponto Podcast veiculado no Portal Grande Ponto. Assista acima.

Da ex-gestora, a mesma simpatia, o domínio de sempre nas palavras, o brilho no olhar ao abordar as ações da sua administração. Mas, reencontrei uma mulher renovada. Seja pelo tempo - já se vão quase 10 anos após seu polêmico afastamento do Palácio Felipe Camarão -, seja pelos muitos acontecimentos que marcaram esta última década na sua vida.

Foi uma entrevista surpreendente, forte e com palavras duras. Mas, acima de tudo, verdadeira. Micarla, sem ser questionada, revelou que tentou se matar em meio a repercussão negativa da sua gestão e seu afastamento do cargo determinado pela Justiça; e revelou, com a coragem que sempre lhe foi peculiar, que sofreu abuso sexual na infância, e que aquela situação em 2012 lhe trouxe todas as tristes lembranças de volta.

Foi uma das raras vezes em que fiquei sem saber o que falar ou perguntar durante uma entrevista. Mas, fiz questão de parabenizar de forma imediata a ex-prefeita por expor tudo o que passou e se transformar em exemplo de superação para muitas mulheres que sofreram ou sofrem com algo parecido.

Micarla chegou a Prefeitura de Natal nos braços do povo. Saiu de lá sob pedradas. Fora do poder, viu sua vida pessoal ruir, encontrou a antiga empresa - da qual havia sido uma estrela do jornalismo - quase falida, e ainda descobriu uma série de problemas de saúde que por pouco não lhe custaram a vida. Mas tudo isso ficou para trás.

Com a mesma determinação e empenho que lhe levou a vencer os poderosos de 2008 - incluindo o invencível (?) Ex-presidente Lula da Silva - Micarla tem dedicado seus últimos anos a reconstruir tudo o que perdeu, com destaque para a retomada do comando do Sistema Ponta Negra de Comunicação ao lado das irmãs e da mãe, Dona Miriam, em 2021.

Micarla descarta a possibilidade de retornar a política. Diz que está bem com sua rotina como missionária e seu "Partido do Reino de Deus". Mas, após  tanta superação... nada é impossível.