Cultura no Ponto

03/06/2019 23:42

Nesta terça tem show e exposição coletiva de arte no projeto Sarau no Estúdio

O projeto Sarau no Estúdio traz nesta terça (4) os músicos Caio César e Durval Cesetti e uma exposição coletiva de artistas potiguares. Caio no eufônio e Durval no piano apresentam obras de Philip Wilby, Duda, Manuel De Falla, Zequinha de Abreu, Jacob do Bandolim, Cláudio Santoro, Joseph Turrin e Bert Appermont.

Com entrada gratuita, a exposição coletiva é uma realização de Maria Nascimento e traz obras de sete artistas potiguares: Pablo Pinheiro, Joto Gomo, Jennifer Katarina, Levi Miranda, Fábio Freitas, Pedro Ivo e Lucas MDS.

O Sarau no Estúdio, criado no ano passado, tem a proposta de trazer música de qualidade no aconchego da sala de música do HStudioRN, em Natal. A cada edição, uma nova atração apresenta repertórios que vão do jazz à música erudita, da música popular à instrumental, com muito bom gosto e preços acessíveis. 

Quem aprecia boa música e quer conhecer artistas talentosos tem a oportunidade de assistir a apresentações nas terças-feiras, sempre às 20h, nesse espaço cultural.

 

Show de Caio e Durval | Exposição coletiva 

Onde: HStudioRN (R.Theodorico Guilherme, 2224, Morro Branco)

Quando: 04 de junho (terça-feira)

Horário: 20h 

Valor: R$ 40,00 (entrada) 

01/06/2019 21:33

Próximo Som da Mata é com Ricardo Baya

Fotos: Tiago Lima

Próximo Som da Mata é com Ricardo Baya

Ricardo Baya, músico, compositor, arranjador e produtor musical, será a próxima atração do projeto Som da Mata na tarde de 2 de junho. Para essa apresentação, Baya preparou um repertório para emocionar e envolver a plateia fiel do projeto e os fãs conquistados nos seus 20 anos.

O músico vai executar, além das músicas autorais, releituras de clássicos como de Milton Nascimento e Hermeto Paschoal, dentre outros. Para dividir sua performance, convidou os músicos amigos com formações distintas: Ismael Miranda e Nael Lima (contrabaixo), Anderson Melo, Silvio Franco e Erickson Grilo (bateria), Emerson Oliveira e Frank Lemos (teclados), Lipe Guedes e Bruno Cirino (acordeon), formando uma confraternização musical que vai encher de música de qualidade o Parque das Dunas.

 

Show de Ricardo Baya 

Local: Anfiteatro Pau-Brasil, Parque das Dunas (Av. Alexandrino de Alenca, s/nº, Tirol - Natal)
Data: 02 de junho (domingo)
Horário: 16h30
Acesso ao Parque: R$ 1,00 (um real) – A apresentação é gratuita

01/06/2019 20:31

Mercado Bem-te-vi em mais uma edição neste dia 2

Fotos: Divulgação

Mercado Bem-te-vi em mais uma edição neste dia 2

O projeto Acústico Musical, com Carmem Pradella e Levi Ribeiro, é uma das atrações deste domingo

 

Com a proposta de trazer bom gosto e as melhores experiências para os natalenses, mais uma edição do Mercado Bem-te-vi será realizado neste domingo, 2 de junho. O evento reúne música, arte, gastronomia, moda e artesanato num só lugar, mais propriamente na Avenida Afonso Pena, no bairro de Petrópolis.

Sob tendas, são oferecidas opções de compras, com destaque para empresas que não possuem loja própria, em meio às lojas da própria região, que abrem as portas especialmente para a ocasião. O mercado segue sua linha de oferecer uma gastronomia variada, lembrando que também é um espaço petfriendly.

A programação deste domingo, que começa às 15h, conta com uma atividade de educação no trânsito em uma mini cidade cenográfica montada pela STTU. A boa música fica por conta da cantora Carmem Pradella e do instrumentista Levi Ribeiro, com o projeto Acústico Musical.

O conceito de vida ao ar livre, o resgate das brincadeiras de rua, somados ao entretenimento, compras e gastronomia se torna referência na cidade com o mercado Bem-te-vi. Além de espaços de convivência, existe uma área destinada para patinação, skate e bicicletas para as crianças, oficina de brinquedos, uma estrutura para receber cachorros e um palco para apresentações culturais.

 

Mercado Bem-te-vi

Local: Avenida Afonso Pena (entre as ruas Mipibu e Trairi), bairro Petrópolis

Data: 2 de junho (domingo)

Horário: 15h às 21h

 

30/05/2019 11:05

A Invenção do Nordeste vence duas categorias de premiação nacional

Fotos: Divulgação

A Invenção do Nordeste vence duas categorias de premiação nacional

Quitéria Kelly, diretora de A Invenção do Nordeste, ao lado da atriz Marieta Severo, homenageada da noite

 

Na última terça-feira (28), aconteceu na capital carioca o 13º Prêmio APTR - Associação dos Produtores de Teatro. O espetáculo “A Invenção do Nordeste”, que tem encantado espectadores e ganhando diversas premiações importantes como Cesgranrio e Shell, saiu com dois troféus nas mãos. Na verdade três, na categoria Melhor Ator Coadjuvante, os atores Robson Medeiros e Mateus Cardoso foram duplamente premiados. A peça também venceu na categoria Dramaturgia. A atriz Marieta Severo foi a homenageada da noite.

“A Invenção do Nordeste” também concorria nas categorias de Melhor Espetáculo, Direção e Cenografia. Para Henrique Fontes, ator e responsável pela dramaturgia da peça ao lado do escritor Pablo Capistrano, a única forma de reconectar as diferenças no país é através da arte. “Todo reconhecimento por trabalho em Cultura e Educação hoje parece ressoar como uma afronta aos "homens de bem". Em que ponto chegamos, onde essa lógica do capital conquistado pelo mérito, pela bala ou pela bíblia quer desfazer a base de construção de toda sociedade que é exatamente sua Cultura e sua Educação. Por isso celebro e compartilho esse reconhecimento com todos que seguem acreditando na força do Teatro de Grupo para fazer essa reconexão”.

O Carmin segue agora para São Paulo, onde apresenta “A Invenção do Nordeste” no Itaú Cultural, nos próximos dias 01 e 02 de junho. Para o segundo semestre, o grupo está na produção de um novo espetáculo e voltará a circular com o emocionante “Jacy”.

 

Veja a lista completa de premiados:

 

Música: Pedro Luis, Larissa Luz e Antônia Adnet por “Elza”

Iluminação: Felicio Mafra por “Memórias do esquecimento”

Figurino: João Pimenta por “Dogville” e “Romeu e Julieta”

Cenografia: Daniela Thomas por “Romeu e Julieta” / e Camila Toledo e Paulo Mendes da Rocha por “Grande sertão: veredas”

Atriz coadjuvante: Stella Maria Rodrigues por “Romeu e Julieta” / Stella Miranda por “O frenético Dancin Days”

Ator coadjuvante: Mateus Cardoso e Robson Medeiros por “A invenção do Nordeste”

Direção: Bia Lessa por “Grande sertão: veredas”

Autor: Pablo Capistrano e Henrique Fontes por “A invenção do Nordeste”

Atriz protagonista: Amanda Costa por “Bibi, uma vida em musical”

Ator protagonista: Bruce Gomlevsky por “Memórias do esquecimento” e Caio Blat por “Grande sertão: veredas”

Categoria especial: Nicette Bruno por sua participação em “Pippim” e trajetória artística no teatro

Espetáculo: “Grande Sertão: veredas”

Produção: Sarau Agência de Cultura Brasileira por “Elza”

30/05/2019 10:53

Últimos dias do Teatro Móvel na Praça Augusto Severo

Fotos: Divulgação

Últimos dias do Teatro Móvel na Praça Augusto Severo

O projeto “Teatro Móvel”, que busca inspirar crianças a trabalhar com tecnologia, contemplou Natal com seus espetáculos. Com realização da Magma Cultura e apoio da Prefeitura Municipal, o projeto vai até a sexta-feira, dia 31, na Praça Augusto Severo, Ribeira. 

Escolas das redes pública e particular de ensino participam diariamente, nesta quinta-feira (30) temos a Escola Moura de Medeiros e na sexta-feira (31) a Escola Ulisses de Góis.

O grupo de teatro trabalha com criação de histórias autorais ou com contação de obras importantes da literatura brasileira, foca em narrativas protagonizadas ou escritas por mulheres e busca, de forma lúdica, levar para o universo infantil temas contemporâneos, como igualdade de gênero, tecnologia e empoderamento.

A peça apresentada desta vez conta a história de Luna e Lara, meninas imaginativas e inventivas. Num domingo, enquanto caminham rumo ao QG onde costumam se reunir para ter ideias, elas encontram um garoto, que sempre as desafia e questiona e faz mais uma provocação. Depois, já no QG, Luna bate a cabeça e vai parar num outro tempo-espaço.

Ela acorda em um laboratório onde duas cientistas malucas e seu robô estão trabalhando. Ali, a garota conhece um mundo novo e descobre uma rede de mulheres inventoras que apresentam a ela um mundo de tecnologia e ciências. Em dois anos, o Teatro Móvel já levou cultura, arte e diversão para mais de 11 mil participantes de 15 cidades de 4 estados.

 

Sobre a Magma

A Magma Cultura atua desde 2008 com projetos que disseminam cultura, educação, entretenimento e cidadania por cidades de todos os estados das 5 regiões do Brasil, apresentando peças teatrais e exibindo conteúdos audiovisuais em unidades móveis, produzidas para funcionar como teatro e cinema sobre rodas. Os projetos realizados pela Magma Cultura estão em consonância com 9 dos 17 ODS - Objetivos de Desenvolvimento Sustentável estabelecidos pela ONU, iniciativa que visa mobilizar os países e a população geral em busca de novos caminhos para melhorar a vida das pessoas em todo o planeta. Em 11 anos de estrada, mais de um milhão de pessoas foram beneficiadas pelas atividades promovidas pela Magma e seus patrocinadores.

Confira os horários das apresentações teatrais:

Quinta - 8h30/10h/14h/15h30 

Sexta - 8h30/10h 

*O conteúdo deste blog não representa necessariamente a opinião do portal.