Cultura no Ponto

Sábado tem espetáculo Na terra dos Potiguaras com o Balé Popular de Natal

Fotos: Carito Cavalcanti

Sábado tem espetáculo Na terra dos Potiguaras com o Balé Popular de Natal

Neste sábado, às 16h30, o projeto Dançando nas Dunas, na sua versão virtual, traz o Balé Popular de Natal com seu o espetáculo "Na Terra dos Potiguaras”. As músicas tradicionais dos festejos juninos e coreografias ficam por conta do professor Dimas Carlos. Será uma tarde de Caboclinhos, Araruna, Pastoril, além de muito Baião e da tradicional Quadrilha Junina para finalizar em grande estilo.

O Balé Municipal de Natal foi criado em 1986 para atender às necessidades de alunos da rede municipal de ensino e em 1988 foi integrado à Funcarte, onde permanece até os dias de hoje.

Desde a sua criação, o público atendido foi de crianças e jovens, alunos da rede pública e, por fim, quadrilheiros e a comunidade em geral, com repertório que tem como base as danças folclóricas e populares da região Nordeste e principalmente do estado do Rio Grande do Norte.

O Dançando nas Dunas acontece graças à renúncia fiscal da Prefeitura do Natal, através da Lei Djalma Maranhão, e do aporte financeiro da Unimed Natal, além do apoio do Governo do Estado, através do IDEMA e da Padaria Hora do Pão.

Conexão Elefante Cultural abre edital para seleção de artistas

Fotos: Brunno Martins

Conexão Elefante Cultural abre edital para seleção de artistas

O projeto Conexão Elefante Cultural dá início à edição 2021, que levará arte, educação e cidadania a 14 municípios do Rio Grande do Norte. Para iniciar suas atividades, o projeto seleciona, por meio de edital público, cinco artistas de múltiplas linguagens para formar a Trupe da Luz. As inscrições estão abertas até 3 de julho.

Além de integrar um espetáculo, os selecionados irão atuar como artistas-educadores, multiplicadores do Programa na Bagagem do Elefante tem Arte que Transforma. Podem participar da seleção artistas ligados ao audiovisual, dança, circo, teatro, contação de histórias e customização plástica.

Para a escolha da trupe serão analisados itens como trajetória artística, performance em cena, proposta de oficina e interesse em atuar como artista-cidadão. A seleção é exclusiva para artistas residentes no Estado do Rio Grande do Norte.

TRUPE DA LUZ

Os artistas selecionados vivenciarão uma imersão de formação, através de metodologias ativas de educação, sob a coordenação de Diana Fontes e Joana Patino; e, posteriormente, da montagem de uma obra aberta dirigida por Diana Fontes.

O projeto é patrocinado pela Cosern, Instituto Neoenergia, através da Lei Câmara Cascudo e Governo do Estado, com realização de Diana Fontes Direção e Produção Cultural.

 

EDITAL DE SELEÇÃO - CONEXÃO ELEFANTE CULTURAL
Inscrições abertas até 3 de julho
www.conexaoelefantecultural.blobspot.com 
Mais informações: conexaoelefante@gmail.com

Estreia hoje o programa de radio A Vida Como Ela É

Estreia hoje o programa de radio A Vida Como Ela É

O programa de rádio A Vida Como Ela É estreia nesta segunda-feira, 7, às 8h50, na 96.7 FM e no canal https://youtube.com/user/96fmnatalrn.

O público vai conhecer histórias de pessoas comuns, que pareciam impossíveis de serem resolvidas, mas que tiveram desfechos surpreendentes aos olhos da justiça. 

As histórias serão contadas por Cyrus Benavides e Tom Araújo, com a participação dos personagens reais.
 

Hoje tem Carlos Zens e Venâncio Dantas no Som da Mata virtual

Fotos: Tiago Lima

Hoje tem Carlos Zens e Venâncio Dantas  no Som da Mata virtual

Hoje (6), às 16h30, quem sobe ao palco do Som da Mata virtual é Carlos Zens (flauta e saxofone) e Venâncio Dantas (teclado). 

Zens é daqueles que nasceu para a Música, porque não dizer “nasceu para tocar flauta”, palavras do flautista francês Jean Noel Saghaard. Potiguar da cidade do Natal, construiu sua história com maestria nestes quase 30 anos de carreira. Atualmente faz parte da  Banda Sinfônica da Cidade do Natal, da banda Atmadas e do grupo Choro do Caçuá.

Potiguar da cidade de Currais Novos, Venâncio é pianista e arranjador. Já participou do Quinteto Prisma, com o compositor e instrumentista Bado e o contrabaixista Sergio Santos, e acompanhou artistas como Raquel Grosman, Lucinha Lira e Silvinha Benigno. Atualmente, desenvolve um duo de sopro e piano com Zens na Choperia Petrópolis.

Show de Carlos Zens e Venâncio Dantas no Som da Mata
Produção Audiovisual: Tiago Lima
Plataformas: Instagram (@Somdamata) | Facebook (Som da Mata) | Youtube 
Publicação: 6 de junho (domingo), às 16h30

Bosque Encena virtual traz neste domingo o espetáculo Reciclores, do grupo Teart

Fotos: Tiago Lima

Bosque Encena virtual traz neste domingo o espetáculo Reciclores, do grupo Teart

Para comemorar a Semana do Meio Ambiente, o Bosque Encena virtual traz o espetáculo Reciclores, do grupo Teart de Teatro. Trata-se de um espetáculo interativo no qual os personagens brincam com a plateia, utilizando o teatro de bonecos e o jogo cênico, introduzindo informações sobre os conflitos pertinentes ao meio ambiente, estimulando o respeito à natureza.

Os personagens são a Plasteca, uma boneca de plástico, o Papelito, o boneco de papel, o Metalata, de metal e o Vitrolino, de vidro, que falam sobre sua matéria prima, seu processo de reciclagem e cor da sua lixeira.

Com direção de Bárbara Cristina, que também atua ao lado de Marcílio Santos e July Alves, o espetáculo tem como objetivo despertar a consciência ambiental, enfatizando as cores da reciclagem e estimulando a coleta seletiva do lixo, que gera renda para milhões de pessoas e economia para as empresas, além de diminuir a poluição dos solos e rios, de extrema importância para o desenvolvimento sustentável do planeta.

O projeto Bosque Encena acontece graças à renúncia fiscal da Prefeitura do Natal através da Lei Djalma Maranhão e do aporte financeiro da Unimed Natal, além do apoio do Governo do Estado, através do IDEMA e da Padaria Hora do Pão.


Espetáculo Reciclores
Cia: Teart de Teatro
Produção Audiovisual: Ilha Deserta
Plataformas: Instagram (@bosqueencena) | Facebook (Bosque Encena) | Youtube (Bosque Encena)
Publicação: 6 de junho (domingo), às 10h

O Dançando nas Dunas virtual de amanhã apresenta espetáculo Entre Nós e o Mundo

Fotos: Brunno Martins

O Dançando nas Dunas virtual de amanhã apresenta espetáculo Entre Nós e o Mundo

Neste sábado, às 16h30, o Dançando nas Dunas virtual traz o espetáculo “Entre nós e o mundo”, fruto de trocas e vivências com coreógrafos de outras partes do mundo em que os bailarinos potiguares João Alexandre Lima, Tházio Menezes e Álvaro Dantas trazem à tona sentimentos, histórias e memórias desses momentos em duas montagens: Remendo e o Corpo é uma Farsa. O corpo humano, em sua pluralidade e como meio de expressão dos sentimentos, tem aspectos da sua fragilidade e vulnerabilidade questionados durante o espetáculo. 

“O corpo é uma farsa” é um dueto, protagonizado por Tházio e Álvaro, que fala do corpo contemporâneo e histórico em sua dualidade, no qual influências externas e percepções internas podem ser reais ou falsas. E “Remendo”, solo apresentado por João Alexandre, é um lugar de perda e encontro. Dúvidas, frustrações, anseios e melancolia. Reencontro de partes que foram cortadas e coladas.

O espetáculo tem direção de Diana Fontes, coreografia de João Alexandre Lima, fotografia de vídeo e edição de Carito Cavalcanti e Justino Neto.

O projeto Dançando nas Dunas acontece graças à renúncia fiscal da  Prefeitura do Natal através da Lei Djalma Maranhão e do aporte  financeiro da Arena das Dunas, além do apoio do Governo do Estado, através do IDEMA e da Padaria Hora do Pão.

Espetáculo Entre Nós e o Mundo 
Cia: Entre Nós Coletivo de Criação
Produção Audiovisual: Praeira Filmes
Plataformas: Instagram (@dancandonasdunas) | Facebook (Dançando nas Dunas) | Youtube (Dançando nas Dunas)
Publicação: 5 de junho (sábado), às 16h30

Blogs


Clique aqui e receba nossas notícias gratuitamente!