Cultura no Ponto

Bar Mon Jardin está de volta e estreia projeto na laje do Praia Shopping

Bar Mon Jardin está de volta e estreia projeto na laje do Praia Shopping

Cara da cena cultural dos anos 90, o Bar Mon Jardin se prepara para uma retomada com todos os protocolos de segurança. A primeira edição do Mon Jardin Retrô é dia 21 de agosto, a partir das 16h, na laje do estacionamento superior do Praia Shopping, em Ponta Negra.

Ao ar livre, o espaço vai reunir o melhor do samba, reggae, pop rock e sertanejo com shows da banda Mesa Doze, um dos mais ativos e importantes grupos de samba de Natal, além do sertanejo romântico Valber Fernandes, o show eclético de Radamés, ex-Divina Xamma, um dos grupos que mais tocaram no Mon Jardin. A noite ainda terá ainda a participação do cantor Rildo Lima, ex-Alphorria, mandando os melhores hits retrôs do reggae, pop e MPB.

“A laje é um espaço inédito para festas e escolhemos o melhor lugar para o projeto em formato bar. O local tem uma boa estrutura, segura, além de ser uma das ruas mais badaladas de Natal”, disse o produtor Johab Madruga.

As senhas para o Bar Mon Jardin Retrô estão à venda na Bransk Midway e no site www.outgo.com.br/barmonjardinretro.

Regional Choro com Prosa no Som da Mata

Fotos: Tiago Lima

Regional Choro com Prosa no Som da Mata

O Som da Mata virtual do próximo final de tarde de domingo (01), às 16h30, recebe o Regional Choro com Prosa, composto pelos músicos potiguares  JoatPê (clarinete e saxofone), Allyson Alexandre (cavaquinho), Diego Carvalho (violão) e Paula Peroba (pandeiro). O show acontece nas plataformas do Som da Mata no Instagram, Facebook e YouTube.

Fundado em 2019, o Regional reúne a experiência de músicos que têm dedicado parte de suas vidas e carreiras a estudar, pesquisar e tocar  esse significativo e expressivo gênero da música brasileira, o Choro. 

O repertório transita entre a música autoral e os clássicos do cancioneiro popular brasileiro, destacando os mais expressivos compositores nacionais do gênero, como Pixinguinha, Waldir Azevedo, Jacob do Bandolim, Abel Ferreira, Altamiro Carrilho, e o consagrado compositor potiguar, conhecido universalmente, K-ximbinho.

O projeto Som da Mata acontece graças à renúncia fiscal da Prefeitura do Natal através da Lei Djalma Maranhão, do aporte financeiro da Unimed Natal  e da Uniodonto RN, além do apoio do Governo do Estado através do Idema e da Padaria Hora do Pão.

 

Primeiro Bosque Encena virtual de agosto traz o espetáculo Princesa Sofia

Primeiro Bosque Encena virtual de agosto traz o espetáculo Princesa Sofia

O Bosque Encena virtual deste domingo, 1º de agosto, às 10h, traz o espetáculo Princesa Sofia, da B&P Entretenimento, com direção de Viviane Lima de Castro. A transmissão acontece nas plataformas do Bosque Encena no Instagram, Facebook e no YouTube.

O espetáculo relata a volta da pequena Sofia à escola de princesas. Ela está triste pois, como uma antiga plebeia e nova nos deveres de princesa, está sofrendo com a adaptação e com um pouco de preconceito de alguns de seus colegas reais.

Sofia então pede ajuda aos poderes mágicos do seu colar e três princesas aparecem para ajudá-la a compreender e superar o bullying. Assim, ela irá aprender a importante lição do amor e do respeito, para viver com os novos amigos em harmonia.

O projeto Bosque Encena acontece graças à renúncia fiscal da Prefeitura do Natal através da Lei Djalma Maranhão e do aporte financeiro da Unimed Natal, além do apoio do Governo do Estado através do Idema e da Padaria Hora do Pão.
 

Gonzagando é o espetáculo de sábado do Dançando nas Dunas virtual

Gonzagando é o espetáculo de sábado do Dançando nas Dunas virtual

O Dançando nas Dunas virtual do próximo sábado, 31 de julho, recebe o espetáculo Gonzagando, da Cia de Dança do Teatro Alberto Maranhão - CDTAM, que tem direção artística de Wanie Rose.

Gonzagando é uma homenagem a um artista consagrado da cultura popular nordestina, o cantor e compositor Luiz Gonzaga. Suas importantes e inventivas músicas fizeram com que o Nordeste se propagasse entre o Brasil e o mundo através do som de sua sanfona, do triângulo e da zabumba.

Gonzagando é a alegria e o sonho do nordestino, a tristeza e a injustiça das terras secas, a seriedade do homem do sertão, o chamego, a crença na Ave Maria, a vida de um viajante, é a asa branca dos artistas no palco dançando as músicas do nosso Rei do Baião.

A produção audiovisual do espetáculo é da Praieira Filmes.

Você confere o espetáculo a partir das 16h30 nos canais no Instagram, Facebook e YouTube.

Miguel Carcará faz arte em muro de 25 metros no Alecrim

Miguel Carcará faz arte em muro de 25 metros no Alecrim

Com uma história linda criada entre o colorido e as paredes da imaginação, o grafiteiro e educador, Miguel Nery Santos Silva, conhecido como Miguel Carcará (39), estará hoje, 28 de julho (quarta-feira), na fábrica do Loucos por Coxinha, empresa genuinamente potiguar, localizada no bairro do Alecrim, para retratar o dia-a-dia dos trabalhadores e ambulantes do bairro, seus elementos e muito mais. O trabalho será realizado em um muro da fábrica, cerca de 25 metros de pura arte.

O bairro do Alecrim representa muito para a marca, pois lá foi onde tudo começou, com apenas um carrinho de coxinhas e o local que a empresa escolheu para montar a sua primeira fábrica. Hoje, a empresa conta com 44 unidades, espalhadas por todo o Brasil.

Os empresários Pablo Farias e Vitor Azevedo disseram que o grafite do bairro do Alecrim é uma forma de resgatar as raízes da história da empresa e ainda valorizar os artistas locais. “Quando você faz algo, materializa seu trabalho de uma forma correta, sem esquecer de valorizar o seu alicerce e história, o reconhecimento aparece”, explica Pablo.  Ele conta que essa ação vai muito além de dar cor aos espaços, pois irá dar novos significados a eles, conectando a história do Loucos por Coxinha com a dos moradores e frequentadores do bairro, e modificando o olhar das pessoas em meio à agitação da vida moderna.

O artista atua como grafiteiro há 17 anos e atualmente desenvolve trabalhos tanto na área de educação, como também de informática, juntamente com seu grupo Coletivo 08, em que qual os artistas são todos da Comunidade da África, localizada na Redinha. “Fazemos trabalhos lá na comunidade, como também em vários bairros da cidade do Natal. Lá na África o nosso trabalho é mais voltado para crianças, ensinamos a elas o grafite e a dança de rua”, disse Miguel Carcará. Ele também ressaltou que ficou bastante feliz com o convite da marca, pois terá possibilidade de mostrar, ainda mais, o trabalho que desenvolve.

Um trabalho recente que ele e seu grupo estiveram à frente foi o da escadaria de Mãe Luiza. Eles também assinam pinturas de revitalização do Beco da Lama. 

É hoje o último dia de inscrições para o Festival 26ª FIART Cultural

Fotos: Canindé Soares

É hoje o último dia de inscrições para o Festival 26ª FIART Cultural

A 26ª Feira Internacional de Artesanato – FIART segue com a programação de 2021 nas plataformas digitais. Além da exposição, venda e compra do melhor do artesanato potiguar no site www.fiart.com.br, também continuam abertas as inscrições para o Festival 26ª FIART Cultural, os grupos têm até hoje, 18 de julho, para garantirem suas participações.

Com as possibilidades do formato online, a programação cultural da FIART foi estendida e o seu Festival dividido em quatro ações: Mostra Cultura Natal; Salão “O melhor do artesanato potiguar”: exposição e websérie; Webinário Nacional de Cultura Popular: Tradições, Folclore e Identidade Cultural e, o Festival Parafolclore (Competitivo).

A Mostra Cultura Natal ocorreu em junho nos dias da Feira, com apresentações de cultura popular, dança, poesia, mamulengo e música dos destaques da produção artística de Natal/RN.

Quanto à ação Festival Parafolclore, os grupos que desejam concorrer precisam enviar um vídeo de apresentação oficial, realizada comprovadamente nos últimos quatro anos. Para se inscrever, basta acessar o link disponível na Bio do Instagram da FIART (@feirafiart), fazer a inscrição e ler atentamente o regulamento da competição. No dia 30 de julho haverá o anúncio dos finalistas. Os selecionados terão seus vídeos avaliados pelo Júri Oficial e também ficarão disponíveis para votação popular, de 10 a 22 de agosto e, o vencedor dessa categoria, receberá o prêmio em dinheiro de R$ 1 mil. E os ganhadores pelo Júri Oficial receberão prêmios que variam de R$ 1 mil a R$ 3 mil.

Já o Webinário vai acontecer dias 21 e 22 de agosto com a participação de 10 pensadores da cultura popular do Brasil; e a Websérie tem lançamento marcado para dia 21 de agosto e irá homenagear oito mestres e mestras do artesanato do Rio Grande do Norte nas tipologias: madeira, cerâmica, bilro, bordado, sisal, areia colorida, junco e couro.

Toda a programação cultural chegará ao público de forma virtual, transmitida ao vivo pelo canal da FIART no YouTube  www.youtube.com/channel/UCjn4_OZPblQkFd7pQcJ9uig. O projeto seguirá rigorosamente todos os protocolos sanitários para garantir a segurança de todos os envolvidos.

O Festival 26ª FIART Cultural é realizado pela Lei Djalma Maranhão com patrocínio da Prefeitura do Natal e Unimed Natal, idealização da Espacial Eventos e produção da MAPA Realizações Culturais. A Feira Internacional de Artesanato – FIART conta com a realização do Governo do Estado do Rio Grande do Norte e patrocínio do SEBRAE/RN. Mais informações você encontra nas redes sociais (@feirafiart), compra de produtos pelo site fiart.com.br e, transmissão das ações e programação no YouTube.

 

Blogs


Clique aqui e receba nossas notícias gratuitamente!